web analytics

Estrela incomum em nossa galáxia pisca sugerindo a presença de vida ET

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.
Ouça este artigo...

Uma estrela incomum foi descoberta em nossa galáxia e pisca como se alguém estivesse brincando com seu interruptor. Este comportamento estranho intrigou os cientistas e levantou uma possibilidade intrigante: poderia ser um sinal de vida extraterrestre?

Estrela incomum em nossa galáxia pisca sugerindo a presença de vida ET
Crédito da imagem ilustrativa: n3m3/Bing/Copilot

Em 29 de abril, em uma palestra no Gresham College, em Londres, o professor de astrofísica da Universidade de Oxford, Chris Lintott, falou sobre a estrela Boyajian na constelação de Cygnus, também conhecida como estrela de Tabby. Nos últimos anos, sondas espaciais e observatórios estudaram de perto o seu escurecimento e brilho imprevisíveis.

Lintott disse:

“O comportamento desta estrela é extraordinário. Seu brilho diminui drasticamente e depois aumenta em saltos rápidos e erráticos. Não segue nenhum padrão e é a única desse tipo em nossa galáxia.”

Quando o comportamento incomum de Boyajian foi descoberto pela primeira vez em 2012; o observatório espacial Kepler estudou a estrela detalhadamente. Estas medições mostraram que uma enorme quantidade de material bloqueia periodicamente a luz da estrela e envolve-a firmemente.

As teorias sobre a estranha estrela incluíam aglomerados de asteroides, anéis de poeira e cometas em desintegração. No entanto, o que tem recebido mais atenção é uma sugestão dos cientistas da Penn State University de que a massa eclipsante pode ser uma enorme megaestrutura alienígena, também chamada de esfera de Dyson.

Uma esfera de Dyson é uma megaestrutura hipotética proposta pelo físico Freeman Dyson em 1960. É uma concha artificial que envolve a estrela que coleta a maior parte ou toda a sua energia.

O conceito de esfera de Dyson baseia-se na suposição de que uma civilização suficientemente avançada poderia construir uma enorme estrutura que absorveria a energia de uma estrela e a utilizaria para suas necessidades. A casca pode ser construída a partir de uma variedade de materiais, como metais, nanotubos de carbono ou até mesmo organismos vivos.

Lintott disse:

“Essas civilizações distantes poderiam ser alimentadas por enormes estruturas rotativas que os astrônomos chamam de esferas de Dyson, ou enxames.”

Eles descobriram que diferentes comprimentos de onda de luz foram bloqueados em diferentes graus, disse Lintott. Isto indica que a luz das estrelas está passando pela nuvem de poeira. A massa obscura de Boyajian é provavelmente uma nuvem de poeira resultante da colisão do planeta e subsequente destruição.

No entanto, Lintott também observou que a análise do estranho objeto é importante porque chama a atenção para técnicas que se tornarão mais importantes nos próximos anos, à medida que os esforços para identificar civilizações extraterrestres se intensificarem.

(Fonte)


ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

Apoie o OVNI Hoje: Cada Doação é Essencial!

Agradecimentos aos colaboradores do mês: ❤️Eneias Vieira ❤️Silas Raposo ❤️Leopoldo Della Rocca ❤️Cristina Vilas Boas

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!

hit counter code