Quem foi Matusalém? Um homem que supostamente viveu por 969 anos

Tempo de leitura: 3 min.
Quem foi Matusalém? Um homem que supostamente viveu por 969 anos

Matusalém, o avô de Noé, é considerado o homem com uma das vidas mais longas da história e diz-se que viveu por 969 anos até que o grande dilúvio varreu a terra.

Mas esse personagem bíblico não é apenas fascinante por sua longevidade, ele também é muito importante por uma série de outras razões.

De acordo com o livro do Gênesis, Matusalém foi o oitavo patriarca antediluviano, filho de Enoque, pai de Lameque e avô de Noé (que foi o último desses patriarcas).

O texto a seguir foi retirado da versão King James da Bíblia.

21 E Enoque viveu sessenta e cinco anos, e gerou a Matusalém;

22 E Enoque andou com Deus depois que gerou a Matusalém, trezentos anos, e gerou filhos e filhas;

23 E todos os dias de Enoque foram trezentos e sessenta e cinco anos;

24 E Enoque andou com Deus: e ele já não era; pois Deus o levou;

25 E Matusalém viveu cento e oitenta e sete anos e gerou a Lameque;

26 E Matusalém viveu depois de gerar Lameque setecentos e oitenta e dois anos, e gerou filhos e filhas;

27 Todos os dias de Matusalém foram novecentos e sessenta e nove anos: e ele morreu. – Gênesis 5: 21-27.

Matusalém é mencionado no Gênesis como filho de Enoque e pai de Lamec – que por sua vez era o pai de Noé – a quem ele gerou aos 187 anos de idade.

Seu nome se tornou um sinônimo geral aplicado a qualquer criatura idosa, usado em frases como “ter mais anos que Matusalém” ou “ser mais velho que Matusalém”.

Uma leitura cuidadosa do Velho Testamento revela que Matusalém morreu no ano do Grande Dilúvio.

Três tradições de manuscritos, a Massorética, a Septuaginta e a Torá Samaritana, oferecem diferentes cronogramas.

Se dermos uma olhada no massorético, um texto hebraico e aramaico confiável do Tanakh para o judaísmo rabínico, Matusalém tinha 187 anos quando seu filho nasceu. Ele morreu no ano do Dilúvio com a idade de 969.

A Septuaginta, às vezes referida como o Antigo Testamento grego, a mais antiga tradução grega existente do Antigo Testamento do hebraico original, indica como Matusalém tinha 187 anos quando seu filho nasceu e morreu aos 969, mas seis anos antes do grande dilúvio.

De acordo com a Torá samaritana, um texto dos cinco primeiros livros da Bíblia Hebraica, escrito no alfabeto samaritano e usado como escritura pelos samaritanos, Matusalém tinha 67 anos quando seu filho nasceu e morreu aos 720 anos, o ano em que ocorreu o Grande Dilúvio.

Essas “discrepâncias” em textos antigos foram explicadas de várias maneiras, sendo a mais óbvia a corrupção acidental por copistas e tradutores.

Alguns erros podem ser o resultado de tentativas de corrigir erros anteriores.

Mas apesar do fato de haver discrepâncias nas datas, uma coisa permanece a mesma: Matusalém viveu além da expectativa de vida dos humanos comuns.

Então, o que isso o torna? Matusalém era talvez, não humano?

Como na terra é possível que alguém possa viver 969 anos?

Não deveria ser possível.

No entanto, se dermos uma olhada em outro texto antigo, a Antiga Lista de Reis Sumérios, encontraremos muitas evidências “históricas” de “Reis” que viveram na Terra por milhares de anos.

Se dermos uma olhada na lista de Reis Sumérios, veremos que ela afirma claramente:

Depois que o reinado desceu do céu, o reinado foi em Eridug. Em Eridug, Alulim tornou-se rei; ele governou por 28.800 anos. Alaljar governou por 36.000 anos. Dois reis; eles governaram por 64.800 anos.

A Antiga Lista de Reis Sumérios

A Lista de Reis Sumérios descreve oito reis que governaram a Terra por um total de 241.200 anos, uma vez que a realeza original ‘desceu do céu’ até a época do ‘Grande Dilúvio’, que varreu a terra e mais uma vez ‘o reinado foi baixado do céu’ após o Dilúvio.

Assim, vemos diferentes fontes históricas que descrevem “pessoas” que realmente vivem na Terra há centenas e até milhares de anos.

Mas os humanos comuns não podem viver tanto.

De acordo com James W. Vaupel, um cientista americano nas áreas de pesquisa do envelhecimento, biodemografia e demografia formal, a expectativa de vida começou a aumentar em 1840 com a diminuição da mortalidade infantil e da mortalidade adolescente e continuou a aumentar, em um aumento médio de dois anos e meio a cada década.

A pesquisa de Vaupel mostra que a expectativa de vida provavelmente aumentará muito além do limite suposto de 85 anos. Mas 85 ainda está muito longe de 969 anos de vida.

Nosso conhecimento atual sobre a longevidade de uma célula nos leva a supor que o limite natural de longevidade do ser humano é inferior a 150 anos.

O recorde do Guinness para a vida humana mais longa é o de Jeanne Calment da França (1875–1997), que viveu até a idade de 122 anos, 164 dias.

Alguns autores acreditam que os seres humanos viveram cerca de mil anos, até que depois do dilúvio, Deus encurtou essa idade (Gênesis 6: 3). Então o Senhor disse:

Meu Espírito não contenderá com o homem para sempre, porque ele também é carne; não obstante, seus dias serão cento e vinte anos.

Mas foi realmente um ato de Deus, o fato de que a vida humana foi encurtada? Ou é possível que haja outra explicação, mais extravagante, que sugira que nos dias de Matusalém, seres não da Terra andavam em nosso planeta?

(Fonte)


Eis algo que talvez nunca saberemos, quem sabe até quando nós mesmos morrermos.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.