web analytics

5 características dos OVNIs desafiam a explicação científica

Tempo de leitura: 3 minutos


Chamadas de ‘5 observáveis’ por um ex-investigador do Pentágono, essas características dos OVNIs têm intrigado a mente dos pesquisadores, por desafiarem as leis da física.

características dos OVNIs desafiam a explicação
OVNIs sobre a cidade de San Diego (2016)

Você tem certeza que um OVNI ganha seu status de ‘não identificado’ quando transcrições de cockpit de jatos de pilotos de elite da marinha dos EUA incluem essa exclamação frenética: “P*** M****, o que é isso?”

Quando Luis Elizondo dirigiu uma pequena equipe no Departamento de Defesa dos Estados Unidos, investigando relatórios militares de fenômenos aéreos não identificados (de sigla em inglês UAP), ele ouviu numerosos relatos desse tipo, vindos de alguns dos especialistas em aeronáutica mais treinados nas forças armadas. Eles descrevem objetos que pareciam ser inteligentemente controlados, possuindo capacidades aerodinâmicas que superam de longe qualquer tecnologia de aeronaves atualmente conhecida.

Agora, seguindo suas investigações como parte da To The Stars Academy, Elizondo é uma parte integrante da equipe de investigação apresentada na série ‘Unidentified: Inside America’s UFO Investigation‘ do History Channel, onde eles reuniram relatos de testemunhas oculares:

 É branco. Não tem asas. Não tem rotores.

Não voou como uma aeronave. Era tão imprevisível – alta velocidade rápido, aceleração rápida.

Eu deixou um rastro.

Esses relatos – de pilotos de caça da Marinha, operadores de radar e outras testemunhas do incidente do grupo de porta-aviões USS Nimitz em novembro de 2004 – estavam entre um punhado de encontros chocantes que a equipe da série Unidentified explorou. Quando Elizondo dirigiu a iniciativa do Departamento de Defesa, chamada de Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais, ou AATIP, ele compilou uma lista de capacidades extraordinárias, que desafiam a lógica, mais comumente associadas a avistamentos de fenômenos aéreos não identificados. Ele chama esses traços de “cinco observáveis”:

1) Sustentação anti-gravidade: Ao contrário de qualquer aeronave conhecida, esses objetos foram avistados superando a gravidade da Terra sem meios visíveis de propulsão. Eles também não têm superfícies de voo, como as asas. No incidente com o Nimitz, testemunhas descrevem a nave como sendo tubular, em forma de uma balinha Tic-Tac.

2) Aceleração repentina e instantânea: Os objetos podem acelerar ou mudar de direção tão rapidamente que nenhum piloto humano poderia sobreviver às forças g – eles seriam esmagados. No incidente com o Nimitz, operadores de radar dizem que rastrearam um dos OVNIs quando ele caiu do céu a mais de 30 vezes a velocidade do som. O comandante do esquadrão Black Aces, David Fravor, o piloto de caça do Nimitz que foi enviado para interceptar um dos objetos, comparou seus rápidos movimentos de lado a lado, mais tarde capturados em vídeo infravermelho, com o de uma bola de pingue-pongue. Operadores de radar no USS Princeton, parte da esquadra Nimitz, rastrearam o objeto acelerando de uma posição parada para uma distância de 95 quilômetros em um minuto – a impressionantes 5.800 quilômetros por hora. De acordo com o fabricante Boeing, o caça F/A 18 Super Hornet normalmente atinge uma velocidade máxima de Mach 1.6, ou cerca de 1.900 quilômetros por hora.

3) Velocidades hipersônicas sem assinaturas: Se uma aeronave viaja mais rápido que a velocidade do som, ela normalmente deixa ‘assinaturas’, como trilhas de vapor e estrondos sônicos. Muitos relatos sobre OVNIs observam a falta de tal evidência.

4) Baixa observabilidade ou cloaking (camuflagem): Mesmo quando os objetos são observados, é difícil obter uma visão clara e detalhada deles – seja através de avistamentos de pilotos, radar ou outros meios. As testemunhas geralmente só vêem o brilho ou neblina ao redor deles.

 5) Viagem transmídia: Alguns OVNIs foram vistos se movendo facilmente dentro e entre diferentes ambientes, como o espaço, a atmosfera da Terra e até mesmo a água. No incidente com o Nimitz, testemunhas descreveram um OVNI pairando sobre um ‘distúrbio’ agitado logo abaixo da superfície calma do oceano, levando à especulação de que outra nave havia entrado na água. O operador de radar da USS Princeton, Gary Vorhees, confirmou mais tarde de um operador de sonar da Marinha na área naquele dia que uma nave estava se movendo mais de 70 nós, aproximadamente duas vezes a velocidade dos submarinos nucleares.

Ninguém conseguiu chegar perto de naves que exibam esses traços, então suas origens ainda são desconhecidas. Elas são um projeto de defesa dos EUA super secreto? Elas são da Rússia? China? Ou de ainda mais longe? A única coisa que sabemos é que suas capacidades excedem qualquer tecnologia atualmente no arsenal dos EUA ou de qualquer outro país do mundo.

(Fonte)

Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta e Universo. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.


Essas características dos OVNIs não só foram observados por pilotos e operadores de radar militares altamente treinados, mas também por cidadãos comuns, embora a estes não é dada a devida atenção.

A nova série do History Channel promete trazer grande revelações e, ao contrário da outra série, Alienígenas do Passado, esta é baseada em fatos reais e não simplesmente teoria por parte de pesquisadores, ela deverá incendiar ainda mais o público, principalmente nos Estados Unidos e Reino Unido, onde a grande mídia já adotou o fenômeno OVNI como sendo um assunto sério.

Será que aqui também a grande mídia dará a devida atenção ao assunto?

Esperemos.

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais.

O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS: