A nova corrida para entrar em contato com alienígenas

Em um artigo publicado no Space.com, Leonard David descreve um novo desenvolvimento nos esforços humanos para entrar em contato com a vida extraterrestre.

A nova corrida para entrar em contato com alienígenas

Embora o programa SETI (Procura por Inteligência Extraterrestre) esteja em operação há décadas, os resultados até agora foram decepcionantes. Houve uma breve onda de empolgação em 1977, quando o ‘sinal WOW!‘ foi recebido, mas nos últimos anos até esse sinal foi questionado.

Agora, no entanto, há um novo jogador envolvido. A China construiu o maior radiotelescópio de prato único do mundo e eles estão se preparando para caçar possíveis sinais alienígenas do espaço. Então, estamos caminhando para uma corrida armamentista do século XXI para ver quem pode captar um sinal alienígena primeiro?

Pesquisadores que usam o novo Telescópio Esférico de Abertura de 500 Metros da China (FAST), o maior escopo de antena parabólica única do mundo, estão montando uma estratégia tecnológica para realizar uma grande e abrangente busca por inteligência extraterrestre (SETI).

E se a China algum dia anunciar que essa caçada foi bem-sucedida? Como essa afirmação seria verificada e quais seriam as consequências? E uma corrida internacional não oficial do SETI já estaria em andamento?

O Space.com pediu a várias autoridades do SETI para detalhar as implicações da China ser a primeira nação a receber um sinal de ETs.

De acordo com os especialistas com quem conversaram, essa é uma daquelas áreas raras em que realmente não haverá muita confusão na geopolítica para atrapalhar o processo, portanto, uma “nova corrida espacial” não está em jogo. A razão é que o processo de aquisição de sinais em níveis tão baixos em uma área-alvo tão vasta exige a cooperação das nações com grandes radiotelescópios ao redor do mundo. As chances são boas de que, se finalmente ouvirmos algo interessante, nenhum país reivindicará todo o ‘crédito’ por isso, pois provavelmente envolverá cientistas de vários países.

A palavra interessante em sua análise, no entanto, é a palavra ‘contato’. Até agora, a maior parte do que fizemos envolvia apenas ouvir, na esperança de detectar algum tipo de ondas de rádio de uma inteligência alienígena. Mas a nova parabólica FAST na China é capaz de mais do que a detecção passiva. Eles podem realmente transmitir sinais poderosos e direcionados para o espaço, os quais podem eventualmente ser detectados por outra civilização.

Então seria isso realmente uma boa ideia? Cientistas desde Carl Sagan a Stephen Hawking nos alertaram contra esse tipo de ação ao longo dos anos. Claro, todo mundo quer ser o primeiro a descobrir outra espécie inteligente, mas e se esses sinais atraírem atenção indesejável de uma raça potencialmente hostil? Se eles têm a tecnologia para chegarem até a Terra, provavelmente têm armas que ainda nem imaginamos.

Obviamente, as chances de qualquer sinal enviado da China hoje alcançar outra civilização e obter uma resposta em nossas vidas são muito pequenas. Até um sinal enviado à estrela mais próxima da nossa levaria mais de quatro anos para chegar e outros quatro anos para que a resposta chegasse. E a maioria dos exoplanetas realmente interessantes descobertos durante a missão Kepler estão muito mais longe do que isso.

Mas tudo isso deixa o que deveria agora ser uma pergunta óbvia à nossa frente. E se não precisarmos ligar para alguém com anos-luz de distância para entrar em contato com ETs? E se eles já estiverem a uma distância da torre de celular? Vamos ser sinceros … alguém teve que construir aqueles OVNIs Tic-Tacs que a Marinha dos EUA tem perseguido. E alguém pode até estar voando neles…

Mas pelo menos até agora, quem ou o que quer que esteja dirigindo os movimentos dessas coisas não parece interessado em conversar conosco. A menos, é claro, que eles já estejam conversando com nosso governo e que isto esteja sendo acobertado. Mas isso é uma teoria da conspiração para outra coluna.

(Fonte)


Se eu tivesse que apostar, diria que sim: eles já estão aqui. Agora a questão é: de onde são?

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.