Asteroide passa entre satélites em um dos voos mais próximos já registrados

Tempo de leitura: 2 min.

Ninguém viu ele chegando até que estava bem acima de nós.

NASA emite alerta de asteroide "potencialmente perigoso"  Asteroide passa entre satélites em um dos voos mais próximos já registrados 2020 JJ

Asteroide passa entre satélites em um dos voos mais próximos já registradosImagem ilustrativa.

Um asteroide antes não conhecido, do tamanho de um caminhão, voou cerca de 7.000 quilômetros sobre o Oceano Pacífico na segunda-feira, tornando-o uma das passagens mais próximas do nosso planeta já registrados.

Os astrônomos não tinham conhecimento da existência do asteroide 2020 JJ, quando foi descoberto usando o o telescópio de pesquisa do Monte Lemmon no Arizona, no momento em que chegou ao ponto mais próximo de nós.

A NASA mantém um banco de dados online de aproximações de asteroides e outros ‘objetos próximos à Terra’ desde 1900, e o 2020 JJ chega como a sexta rocha que chegou mais próxima já registrada. Deve-se notar que as dez principais passagens mais próximas já vêm desde 2004. Isso não ocorre porque os asteroides começaram a nos atacar no século XXI. Em vez disso, ele diz algo sobre como os astrônomos e sua tecnologia estão se tornando melhores ao detectarem asteroides cada vez menores e mais próximos.

Estima-se que o asteroide 2020 JJ tenha entre 2,7 e 6 metros de diâmetro, o que o torna um pequeno pedaço de lixo espacial. Considere que o asteroide 1998 OR2, que ganhou as manchetes recentemente por sua passagem próxima (não tão próximo quanto o JJ 2020), tem 1,6 quilômetros de diâmetro.

Se o 2020 JJ tivesse realmente atingido a Terra, a maior parte provavelmente teria queimado na atmosfera. Em outras palavras, essa rocha espacial não apresentava nenhum tipo de ameaça existencial, mas voava mais perto do que muitos dos satélites que orbitam nosso planeta e poderia ter potencialmente atingido um, criando uma grande confusão.

Passagens próximas de asteroides como este não são realmente algo que valha a pena se preocupar, mas sempre vale a pena ficar de olho no que está acontecendo perto do nosso planeta. Você pode avistar algumas paisagens interessantes assistindo o céu nesta semana, como a chuva de meteoros Eta Aquarid e a última superlua do ano.

(Fonte)


Imagino que se este asteroide tivesse atingido um ou vários satélites de comunicações, interrompendo o serviço de Internet na Terra, daí sim poderia ter causado uma revolta planetária generalizada por aqueles que não vivem sem ela… como eu. 😄

E sim, o que eu escrevi acima foi uma piada.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.