IMPORTANTE: Documentos vazados mostram que o Pentágono realmente estudou os OVNIs

Tempo de leitura: 3 min.

Documentos recentemente divulgados pela Popular Mechanics mostram que um programa oculto do Pentágono produziu relatórios que mencionam OVNIs, investigando fenômenos tais como ferimentos por propulsão ‘exótica’.

IMPORTANTE: Documentos vazados mostram que o Pentágono realmente estudou os OVNIs

Documentos recentemente vazados mostram que o Departamento de Defesa financiou um estudo sobre OVNIs, contradizendo declarações recentes do Pentágono.

Em 2017, o New York Times revelou a existência de um programa de investigação de OVNIs de US $ 22 milhões, chamado Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais, ou AATIP. No entanto, houve uma reviravolta há dois meses, quando Susan Gough, porta-voz do Pentágono, disse a John Greenewald – curador do Black Vault, o maior arquivo civil de documentos desclassificados do governo – que o AATIP não tinha nada a ver com OVNIs. Greenewald também escreveu que o Pentágono disse a ele que outro programa, o Programa de Aplicação do Sistema Avançado de Armas Aeroespaciais (AAWSAP), era o nome do contrato que o governo cedeu para produzir relatórios sob o AATIP.

Em um novo artigo da Popular Mechanics, o jornalista Tim McMillan adquiriu documentos da exótica divisão científica da Bigelow Aerospace, a Bigelow Aerospace Advanced Space Studies, ou BAASS, indicando que a organização explorou fenômenos estranhos sob os auspícios do programa AATIP.

Um relatório da BAASS, divulgado ao McMillan por uma fonte não identificada, já havia aparecido anteriormente em uma lista de produtos produzidos sob o contrato AATIP “para a DIA publicar” (DIA= Agência de Inteligência de Defesa), obtido através das leis FOIA (Lei da Liberdade de Informação). O relatório foi citado incorretamente nessa lista, mas a Popular Mechanics localizou seu autor, que confirmou sua autenticidade. O relatório investigou a propulsão ‘exótica’ por meio de ferimentos em pessoas que sofreram “exposição a veículos anômalos”. O texto menciona OVNIs várias vezes.

O relatório declara:

O que não pode ser enfatizado excessivamente é que, quando se olha para a literatura de casos anômalos, incluindo reivindicações de OVNIs das fontes mais confiáveis, a extensão e o grau de lesões agudas de alto nível, mas não necessariamente crônicas de baixo nível, são consistentes entre os pacientes que são Feridos, em comparação com testemunhas do campo distante, que não são.

Notavelmente, o autor do relatório – Christopher ‘Kit’ Green – disse à Popular Mechanics que ele não foi contratado pela BAASS, exceto para produzir este relatório, e que fornece zero evidência de tecnologias extraterrestres ou não humanas.

Outro relatório da BAASS de 2009 e publicado pela Popular Mechanics que não menciona o DIA pelo nome, apenas um “patrocinador”, é ainda mais explosivo. Isso mostra que, na época em que a BAASS produzia relatórios sob o AATIP, ela explorou uma vasta variedade de fenômenos estranhos, incluindo “efeitos físicos” de fenômenos aéreos desconhecidos, ou UAPs (sigla em inglês); os “efeitos biológicos” dos encontros com UAPs em organismos biológicos; um pedido de documentos do programa de investigação de OVNIs da Força Aérea, Projeto Blue Book; a menção de vários incidentes com UAPs, incluindo violações do espaço aéreo restrito perto de uma instalação de armas nucleares; e que o infame Skinwalker Ranch de Utah é um “laboratório possível para estudar outras inteligências e possíveis fenômenos interdimensionais”.

No mês passado, o Motherboard recebeu acesso exclusivo ao Skinwalker Ranch. Atualmente, a fazenda é de propriedade de um indivíduo anônimo envolvido em pesquisa científica privada.

O proprietário disse ao Motherboard em uma entrevista:

O Skinwalker Ranch continua sendo um dos melhores locais para estudar e registrar a atividade UAP (OVNI). Onde mais você tem monitoramento constante com a gravação de instrumentação em um amplo espectro?

Uma nota lateral curiosa nesta história é o papel de Luis Elizondo, um ex-funcionário do Pentágono que afirma ter administrado o programa AATIP. Em declarações no início deste ano, o Pentágono disse ao Motherboard que Luis Elizondo não estava envolvido no AATIP. McMillan recebeu documentação de uma fonte sem nome que supostamente apóia as alegações de Elizondo, mas não as publicou na íntegra, apenas um trecho de um memorando que alude a responsabilidades sob o AATIP, mas não menciona Elizondo pelo nome.

Em uma declaração ao Motherboard, Elizondo afirmou que, embora os programas AAWSAP e AATIP não estejam mais ativos, o Pentágono ainda está envolvido na investigação de avistamentos e encontros com fenômenos aéreos desconhecidos em um portfólio de programas diferente. Ele também disse que acredita que a documentação não publicada em grande parte é “vindicação”, acrescentando que “a verdade sempre prevalece“.

O Motherboard procurou o Pentágono para uma declaração oficial sobre os documentos vazados e o suposto papel de Elizondo no programa. A porta-voz do Pentágono, Susan Gough, disse ao Motherboard que o Pentágono divulgará uma nova declaração pública nas próximas semanas sobre os programas AAWSAP / AATIP.

(Fonte)

Colaboração: Raul


Sim, no final a verdade sempre prevalece e o Pentágono não consegue mais esconder o óbvio. Vamos ver qual é a próximo mentira que irão contar para tentar acobertar o fenômeno OVNI.

Mas, como dizia minha vó: “A mentira tem pernas curtas!

É só uma questão de tempo para ela vir à tona.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.