Astrônomos vão varrer o céu inteiro atrás de ETs, pela primeira vez na história

Tempo de leitura: 3 min.

A pesquisa mais abrangente já realizada sobre vida alienígena será realizada por astrônomos em uma caçada sem precedentes usando 28 radiotelescópios gigantes no Novo México, EUA

Astrônomos vão varrer o céu inteiro atrás de ETs, pela primeira vez na história
O movimento marca a busca mais abrangente por vida alienígena de todos os tempos (Imagem: Getty Images)

O céu inteiro deve ser vasculhado em busca de sinais de atividade extraterrestre ou alienígena pela primeira vez.

Os astrônomos usarão 28 radiotelescópios gigantes em uma busca sem precedentes por civilizações de outro mundo.

Especialistas do Instituto SETI, uma organização dedicada ao rastreamento de inteligência extraterrestre, estão desenvolvendo técnicas de ponta para detectar assinaturas do espaço que indicam a possibilidade de existência extraterrestre.

O Instituto SETI está trabalhando com o observatório Very Large Array (VLA) no Novo México, um dos mais poderosos observatórios de rádio do mundo.

Todos os dados serão alimentados por meio de um supercomputador dedicado que buscará bipes ou outras assinaturas de tecnologia distante.

Andrew Siemion, diretor do Centro Berkeley SETI, disse:

O VLA está sendo usado para uma pesquisa em todo o céu e nós meio que vamos juntos. Isto nos permite conduzir em paralelo uma pesquisa SETIi.

O que os telescópios podem captar pode variar desde a composição química da atmosfera de um planeta, às emissões de laser, às estruturas que orbitam outras estrelas, entre outras coisas.

O Dr. Tony Beasley, diretor do telescópio do Observatório Nacional de Radioastronomia (NRAO), com sede na Virgínia, EUA, disse:

Determinar se estamos sozinhos no universo como uma vida tecnologicamente capaz está entre as questões mais interessantes da ciência.

Os cientistas do SETI planejam desenvolver um sistema que irá ‘pegar carona’ no VLA e fornecer dados ao seu sistema de pesquisa de assinaturas tecnológicas.

Obter acesso em tempo real aos dados coletados pelo VLA é considerado um grande golpe para os cientistas e uma indicação de que esta questão “se tornou popular”.

Os cientistas esperam usar esses telescópios para varrer o céu inteiro em busca de vida alienígena (Imagem: Universal Images Group via Getty Images)

O Dr. Beasley acrescentou:

À medida que o VLA conduz suas observações científicas usuais, este novo sistema permitirá um uso adicional e importante para os dados que já estamos coletando.

As formas de vida, inteligentes ou não, podem produzir indicadores detectáveis, como grandes quantidades de oxigênio, menores quantidades de metano e uma variedade de outros produtos químicos, disseram os especialistas.

Além disso, os cientistas também estão desenvolvendo modelos de computador para simular ambientes extraterrestres que podem ajudar a apoiar pesquisas futuras de planetas habitáveis ​​e vida além do sistema solar.

Victoria Meadows, pesquisadora principal do Laboratório Planetário Virtual da NASA na Universidade de Washington, que estuda para detectar a habitabilidade exoplanetária, disse:

Os próximos telescópios no espaço e no solo terão a capacidade de observar a atmosfera de planetas do tamanho da Terra que orbitam estrelas próximas. Por isso é importante entender a melhor forma de reconhecer sinais de habitabilidade e vida nesses planetas.

Esses modelos de computador nos ajudarão a determinar se um planeta observado tem mais ou menos probabilidade de suportar a vida.

Enquanto isso, a Iniciativa Breakthrough Listen do SETI, lançada em 2015 para ‘ouvir’ sinais de vida alienígena, divulgou quase dois petabytes de dados da pesquisa mais abrangente já feita sobre emissões de rádio do plano da galáxia da Via Láctea e da região em torno de seu buraco negro central.

A organização agora está convidando o público a pesquisar os dados, coletados em vários telescópios ao redor do mundo, para procurarem sinais de civilizações inteligentes.

Yuri Milner, empreendedor e fundador da iniciativa Breakthrough, disse:

Durante toda a história da humanidade, tínhamos uma quantidade limitada de dados para procurar vida além da Terra.

Então, tudo o que podíamos fazer era especular.

Agora, à medida que estamos obtendo muitos dados, podemos fazer ciência real e, ao disponibilizá-los ao público em geral, também pode alguém querer saber a resposta para essa profunda pergunta.

As iniciativas e estratégias para expandir a busca por vida extraterrestre foram apresentadas na reunião anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência (de sigla em inglês, AAAS), em Seattle.

(Fonte)

Colaboração: Osnir Stremel Jr


Bem, tudo que posso dizer é que, pelo menos, agora os cientistas já consideram seriamente a possibilidade de vida extraterrestre. Mas seria muito menos dispendioso e mais rápido estudar o fenômeno OVNI aqui mesmo na Terra. Contudo, eles fogem desse tema assim “como o diabo foge da cruz”.

Quem sabe um dia isso mudará.

E não esqueça: clique aqui para acessar nossa página principal, a qual é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia.

n3m3

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS E REGRAS:

[Devido a problemas técnicos, dispositivos móveis que acessam a versão amp (Accelerated Mobile Pages) do OVNI Hoje não terão acesso ao sistema de comentários Disqus. Neste caso, para acessar os comentários simplesmente acesse o site ovnihoje.com diretamente, e não por intermédio do sistema de procura. Estou trabalhando para tentar resolver esta questão.]

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.