Mulher no Zimbábue afirma ter sido sequestrada por sereias

Tempo de leitura: 3 min.

As sereias e os tritões são considerados por alguns como o máximo de um ‘sonho molhado’, mas uma mulher no Zimbábue pode discordar.

Mulher no Zimbábue afirma ter sido sequestrada por sereias

Ela afirma que três sereias a sequestraram enquanto ela estava tomando banho em um rio e a mantiveram em cativeiro por duas semanas, até que um clérigo local ajudou sua família a libertá-la. É este o caso de A Pequena Sereia e Beetlejuice?

Eu e minha irmã, Melody, visitamos nosso tio e decidimos tomar um banho no rio. Melody viu um peixe e decidimos tentar pega-lo. Ao tentar fazer isso, um turbilhão inesperado me levou para longe e me levou a uma caverna profunda debaixo da água, onde encontrei três mulheres que tinham corpos metade humanos e metade peixes.

Assim começa a estranha história de Claris Chuma, que contou à Zimbabwe News Network sobre suas aventuras na terra do Aquaman.

A mulher de 34 anos, da vila de Zenda, no distrito de Buhera, leste do Zimbábue, estava tomando banho no rio Sebakwe (Zibagwe), nas proximidades, quando ocorreu a suposta abdução aquática. Zibagwe significa ‘uma planta ou espiga de milho muito grande’ e recebeu o nome dos moradores locais que visitaram um acampamento fluvial abandonado por colonos europeus, os quais deixaram uma planta de milho muito grande com espigas grandes no mictório do acampamento. Assim o rio acabou por receber o seu nome. Sebakwe não é conhecido por estar contaminado com sereias – de fato, sua pureza faz com que seja a fonte local de água potável.

Claris desapareceu e eu não podia acreditar que ela foi levada por uma sereia. Eu disse a mim mesma que ela havia fugido para algum lugar. Fomos às igrejas em busca de ajuda, algumas igrejas pediram dois animais para encontrar nossa filha e estávamos dispostos a pagar.

De volta à história. A tia de Claris, Angeline Nyamanda, expressou seu ceticismo ao Zimbabwe Mail e revelou que membros inescrupulosos da igreja local se ofereceram para ajudar a encontrar a sobrinha por uma taxa de duas vacas. Enquanto isso, Claris estava ficando preocupado.

Eu sobrevivi nas duas semanas comendo peixe cru e as mulheres ameaçaram me matar. Eu me recusei a comê-los, então não tive outra opção a não ser ouvir suas ordens.

Nesse país religioso e extremamente supersticioso, a família de Claris continuou a procurar ajuda de líderes religiosos mais honestos, sem acreditar que ela havia fugido. Eles finalmente encontraram o profeta Madzibaba Edborn, um seguidor de Johane Masowe (John do Deserto), um pregador itinerante do sul da África que fundou várias igrejas. Edborn concordou em ajudar de graça, sem saber que logo estaria lidando com sereias.

O profeta, os membros da igreja e a família oraram no rio. Depois das orações, a água estava escura e revirando. O profeta instruiu a família a olhar na água e viu Claris deitada em uma caverna debaixo d’água.

Segundo o Zimbabwe Mail, Edborn disse à família para cantar enquanto cuspia no corpo da mulher até ela recuperar a consciência. Por mais incrédulo que isso pareça, aparentemente funcionou.

As sereias me disseram que eu tinha que voltar para casa, pois algumas pessoas estavam me procurando. Elas me entregaram uma cesta e uma flecha com muitos remédios e me instruíram a curar as pessoas e voltar com presentes em dinheiro na caverna como ação de graças. Fiquei chocada ao ver pessoas reunidas com a minha família presente e meu corpo estava tão impotente. O profeta então queimou a cesta e não sei como agradecê-lo por me salvar.

Bem, um par de vacas seria interessante, Claris.

Embora você não acredite em sereias, muitos zimbabuanos acreditam. Há aqueles que acreditam que elas são monstros ou demônios assassinos. Sereias foram responsabilizadas por duas mortes em 2017 e roubaram os dentes de uma mulher em 2016. Pessoas caem facilmente como vítimas de golpes falsos de “remoção de sereias”.

Por outro lado, Justice Manyonga afirma que ele foi abduzido e mantido por sereias por dois anos, mas, em vez de ser torturado, elas o ensinaram a se tornar um curandeiro antes de libertá-lo. Ele disse à ABC News (Austrália) que Claris estava certa em não se recusar a comer o peixe das sereias – por mais canibalístico que isso possa parecer.

No primeiro dia em que você é levado para a água, recebe uma refeição de milheto ou sorgo e dois peixes prateados. O peixe estará podre, mas você será instruído a comê-lo. Se você mostrar algum sinal de nojo, as sereias não ficarão felizes com seus ancestrais e você poderá ser morto.

Como esperado, não há vídeos ou fotos de Claris sendo encontrada na caverna subaquática, nem da cesta de remédios misteriosos. Apenas a história de um estranha agdução de sereias no país supersticioso do Zimbábue.

(Fonte)


Trata-se de uma história com pouca credibilidade, considerando-se que Zimbábue é um país cheio de superstições. Contudo, há quem acredite pelo mundo afora que as sereias sejam reais

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais.

ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

PORCOS VIVOS SÃO USADOS EM TESTES DE COLISÃO DE AUTOMÓVEIS

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.