Teorias variam de oculto a OVNIs, depois que touros foram mortos e mutilados nos EUA

Tempo de leitura: 3 min.


O primeiro dos touros foi encontrado em uma ravina de madeira no leste do Oregon. Não havia indicação de que havia sido baleado, atacado por predadores ou comido plantas venenosas.

Teorias variam de oculto a OVNIs, depois que touros foram mortos e mutilados nos EUA
Um touro Hereford está morto em Burns, no estado de Oregon, um dos cinco touros aparentemente saudáveis ​​que foram encontrados mortos e com órgãos sexuais e línguas removidos. Fonte: Associated Press

Os órgãos sexuais e a língua do animal foram removidos. Todo o sangue se foi também.

Nos próximos dias, mais quatro touros foram encontrados a 2,5 quilômetros na mesma condição. Não havia pegadas ao redor das carcaças.

A administração da fazenda e a polícia suspeitam que alguém tenha matado os touros. Os piões da fazenda foram aconselhadas a andar em pares e a saírem armados.

Desde que os touros foram encontrados durante vários dias, o vice-xerife do condado de Harney, Dan Jenkins, recebeu muitas ligações e e-mails de pessoas especulando o que ou quem poderia ser o responsável.

As teorias variam de insetos carnívoros que comem as carcaças, até pessoas que atacam os animais, causando danos financeiros aos fazendeiros.

Jenkins, que lidera a investigação que também envolve a polícia do estado, encontrou apenas becos sem saída e nenhuma testemunha.

Ele disse:

Se alguém tiver informações concretas ou souber de casos que foram resolvidos no passado, isso seria definitivamente útil.

Colby Marshall, vice-presidente do Silvies Valley Ranch, dono dos touros, tem outra teoria:

Achamos que esse crime está sendo perpetuado por algum tipo de culto.

Os moradores especulam que poderia haver envolvimento de OVNIs. Uma pessoa sugeriu que Jenkins procurasse crateras embaixo das carcaças, dizendo que seria evidência de que os touros foram levitados para uma nave espacial, mutilados e depois jogados de volta ao chão.

Incidentes semelhantes no passado também geraram teorias sobre OVNIs.

O caso relembra mutilações de gado no oeste e centro-oeste dos EUA na década de 1970 que causaram medo nas áreas rurais.

Milhares de bovinos e outros animais, de Minnesota ao Novo México, foram encontrados mortos com seus órgãos reprodutivos e algumas vezes parte de suas faces removidas.

Os fazendeiros começaram a carregar armas. O pessoal disse que helicópteros foram ouvidos nos locais de matança. Uma agência federal cancelou um inventário por helicóptero de suas terras no Colorado, com medo de que fosse derrubado.

Dois senadores dos EUA pediram ao FBI que investigasse, segundo documentos do FBI. Depois de dizer que não tinha jurisdição, o FBI concordou em investigar casos em terras tribais. Mas as mutilações pararam.

O ex-agente do FBI Kenneth Rommel, que liderou a investigação, disse que não havia indicação de que nada além de predadores comuns fossem responsáveis.

Casos surgiram esporadicamente desde então. Na década de 1980, algumas vacas foram encontradas mortas e mutiladas no leste do Oregon. Mais recentemente, houve casos em uma fazenda perto de Flagstaff, Arizona.

Algumas das mutilações podem ser atribuídas a causas naturais. Um animal cai morto, o sangue se acumula no fundo da carcaça, incha e a pele seca e se divide. Os cortes geralmente parecem cirúrgicos. Insetos, pássaros, etc. atacam os tecidos moles.

Dave Bohnert, diretor do Centro de Pesquisa Agrícola do Leste da Oregon State University em Burns, disse que acredita que as pessoas mataram os touros mais recentes porque não há indicação de que tenham sido derrubados por predadores ou que tenham comido plantas venenosas.

No entanto, o estado das carcaças pode ser atribuído à natureza, disse Bohnert, o qual não está investigando oficialmente o caso.

Se as pessoas mataram os touros, um motivo pode ser prejudicar financeiramente a fazenda, disse ele, observando que os touros custam milhares de dólares cada, e os mais de cem bezerros que cada um deles produz coletivamente valem muito mais.

Marshall duvida que tenha sido um ataque malicioso à fazenda, que emprega 75 pessoas, muitas das comunidades locais. A fazenda Silvies Valley Ranch cobre 140.000 acres (57.000 hectares) de terras da Floresta Nacional, arrendadas, cerca de um 1.600 metros acima do nível do mar.

Em 2006, um veterinário rico comprou a fazenda e a transformou em uma fazenda combinada e um balneário de destino de elite. Ela possui quatro campos de golfe, um spa, campos de tiro, cabines luxuosas de pesca por até US $ 849 por noite.

Marshall suspeita que os touros foram mortos para obter seus órgãos por algum motivo. As partes de touros estariam disponíveis de forma barata ou gratuita em um matadouro, mas ele acredita que algumas pessoas estão tendo muitos problemas para conseguir essas partes.

Não há sinais de que os animais ou insetos tenham retirado os órgãos dos touros, e, ao invés disso provavelmente alguém usando uma faca ou bisturi, disse Marshall.

Marshall disse:

Perder um animal completamente saudável seria algo estranho. Perder cinco touros jovens, muito saudáveis, em ótima forma, perfeitos, que são todos basicamente da mesma idade … isso é muito fora dos limites da atividade normal.

Marshall especula que os touros foram acertados ​​com um tranquilizante que os nocauteou. Enquanto algumas pessoas agiam como vigias, outras sangravam os animais inserindo uma agulha de grande calibre na língua e na artéria e depois removiam os órgãos depois que o coração parava de bater, ele supôs.

Jenkins, o policial, tem uma teoria similar.

Ele disse:

Pessoalmente, eu me inclinaria mais para o ocultismo, onde as pessoas, por qualquer motivo – seja uma fase da Lua ou quaisquer rituais que eles fazem com suas crenças – estão indo a diferentes áreas e fazendo isso.

A Cattlemen’s Association do estado de Oregon está oferecendo uma recompensa de US$ 1.000 por informações que levem à condenação dos responsáveis. A fazenda está oferecendo US $ 25.000.

(Fonte)

Colaboração: Diogo Lucas, Robson A. Oliveira


Essas mutilações com gado de grande porte parecem estar recomeçando pelo mundo afora nos últimos meses. Já publicamos relatos similares aqui no OVNI Hoje vindos da Argentina, da Índia e da Austrália neste ano.

Embora todos esse casos tenham característica estranhas e misteriosas, é muito mais cômodo para as autoridades, por sua incapacidade de resolve-los, dizerem que se trataram de ataques por outros animais.

Mas, é claro, essas estranhezas não significam necessariamente que foram ETs os responsáveis pelos eventos, pois algumas pessoas são muito espertas para criarem eventos difíceis de serem solucionados, assim como mágicos o fazem em suas apresentações… ou talvez não.

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais, ou use o botão abaixo:



ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

ALGUÉM ESTÁ COLANDO CHAPÉUS DE CAUBÓI NOS POMPOS EM LAS VEGAS

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.