Parapsicólogos norte-americanos acusam a NASA de esconder evidência de ETs na Lua

Tempo de leitura: < 1 min.
Astronauta Charles Duke caminhando na Lua - Apollo 16.

Segundo o jornal português Correio da Manhã, um grupo de parapsicólogos norte-americanos está acusando a agência espacial NASA de esconder provas da existência de extraterrestres na Lua.

De acordo com o grupo, os astronautas John Young e Charles Duke, da missão Apollo 16 em 1972, teriam visto vestígios de uma nave extraterrestre caída na superfície da Lua.

O administrador da NASA, Charles Bolden nomeou os dois astronautas para receberem uma medalha de honra, cuja honra só é cedida àqueles jurados de manter sigilo profissional.

Seis especialistas da Transception Incorporated, com base em Austin, no estado do Texas, dizem agora que através da técnica de ‘visualização remota’ conseguiram ver o que os astronautas John Young e Charles Duke realmente viram na Lua no dia 23 de abril de 1972.

John Young e Charles Duke foram, respectivamente, o 9º  e o 10 ºastronautas a pisar o solo lunar

n3m3

Fonte: Correio da Manhã (Portugal)

Colaboração: crmatias

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.