web analytics

A Pirâmide do Juízo Final de Nekoma

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 3 min.
Ouça este artigo...

A pirâmide de Nekoma é agora propriedade de uma seita religiosa, mas também tem sido fonte de especulação e teorias de conspiração.

A Pirâmide do Juízo Final de Nekoma

Inspirada nas pirâmides maias, uma pirâmide abandonada de 30 metros de altura fica na pradaria de Nekoma, no estado de Dakota do Norte, nos Estados Unidos.

Sua estrutura truncada alimentou conspirações que o ligam aos malvados Illuminati e à sua Nova Ordem Mundial, mas os olhos leigos veem nela um cenário de Star Wars. Dois círculos concêntricos em cada uma das suas faces ajudam a endossar este equívoco. Os círculos, que fazem lembrar a Estrela da Morte, são, na verdade, Radares que Aquisição Perimetral (de sigla em inglês PAR) de um complexo antimísseis abandonado desde 1976 e que constitui uma das principais manifestações da paranoia nuclear da Guerra Fria.

Embora a maioria a conheça como a Pirâmide do Fim do Mundo, ela é chamada de Complexo Antimíssil Stanley R. Mickelsen.

A Pirâmide do Juízo Final de Nekoma
A pirâmide de Nekona parece um cenário de Star Wars

Foram investidos colossais 46 milhões de dólares na sua construção como parte de um programa de defesa denominado “Salvaguarda”, que permaneceu ativo durante apenas um ano, em 1975, embora a instalação só tenha entrado em funcionamento durante três dias.

A razão é simples. Conectados diretamente aos radares havia cem silos de mísseis equipados com o mesmo número de mísseis com ponta nuclear. A saber: vinte LIM-49 Spartan de longo alcance e oitenta Sprint de curto alcance que, caso detectassem algum míssil intercontinental inimigo de longo alcance, disparariam o escudo mortal.

O “Salvaguarda” era uma continuação de um programa denominado “Sentinel” criado em 1963. Se os satélites espiões detectassem os propulsores dos ICBMs (míssil balístico intercontinental) soviéticos por infravermelho, eles seriam controlados pelas antenas e radares do “Salvaguarda”, que os marcaria como alvos e lançaria a resposta.

Pedro Torrijos explicou num livro que será publicado em breve:

“A ideia era fazer explodir os mísseis russos o mais alto possível na atmosfera, para comprometer o menos possível as populações que estavam sob a explosão nuclear.”

Mas mesmo que Nekoma esteja localizada longe das grandes cidades, as explosões do Spartan (5 megatons) e do Sprint (equivalente a uma bomba como a de Hiroshima) sempre afetariam os centros populacionais. “Tendo em conta que os mísseis soviéticos viriam do Ártico”, continua Torrijos no seu relato X, “os centros populacionais afetados estariam no Canadá, o que é um pouco feio” porque deixaria uma perspectiva muito sombria para os civis afetados. população e seria politicamente insustentável.

Consequentemente, o projeto foi abandonado e a estrutura retro-futurista, que alguns vêem como um monumento ao medo e à ignorância, foi deixada como um ativo turístico para uma região com poucos atrativos.

A Pirâmide do Juízo Final de Nekoma

Durante quarenta anos a estrutura esteve em declínio. Suas bombas de drenagem foram desligadas e o local foi enchendo lentamente de água, transformando o enclave em um desastre ambiental. Os silos de mísseis foram revestidos com tinta à base de chumbo e enchido de água envenenada que precisou ser dragada.

Por um breve período na década de 1980, o quartel tornou-se um acampamento de jovens até que a administração Reagan cortou o financiamento.

Em 2012, o local foi leiloado pelo governo e vendido aos huteritas, uma seita pacifista de Dakota do Sul, que o compraram por US$ 530.000.

(Fonte)


…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui para acessá-la.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar, pois cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

Lembre-se que as doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês: Edward Vaz Jr. ❤️ Silas Raposo ❤️ Leopoldo Della Rocca ❤️ Egídia L dos Santos ❤️

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:


Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!

hit counter code