web analytics

Cientista de Harvard apresenta novas evidências de que as amostras são naves alienígenas

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.

O professor de Harvard e notório caçador de OVNIs Avi Loeb afirma ter novas evidências de que fragmentos de meteoros recuperados do fundo do oceano são tecnologia alienígena, relata a Rádio Pública de Boston, reagindo aos detratores que argumentam que suas origens são mais mundanas.

Cientista de Harvard apresenta novas evidências de que as amostras são naves alienígenas
Crédito: Cmichel67, CC BY-SA 4.0 https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0, via Wikimedia Commons

Isso levanta a possibilidade de que possa ter sido um meteoro semelhante à Voyager, feito artificialmente por outra civilização”, disse Loeb à estação na segunda-feira (05), referindo-se a um par real de sondas enviadas para fora do sistema solar pela NASA na década de 1970.

Embora talvez mais conhecido pelas suas teorias provocativas sobre o objeto interestelar ‘Oumuamua que passou pelo nosso sistema solar em 2017, as últimas descobertas de Loeb dizem respeito a outra estranheza interestelar que, ao contrário do Oumuamua, chegou à Terra – embora não inteira.

Apelidado de IM1, o objeto mergulhou no Oceano Pacífico perto de Papua Nova Guiné há quase uma década, mas foi esquecido até que Loeb liderou os esforços que confirmaram em 2022 que foi o primeiro objeto interestelar conhecido a cair na Terra.

Em sua perseguição, o astrofísico lançou uma expedição para vasculhar o fundo do oceano em busca do objeto no ano passado e encontrou, segundo ele, seus restos na forma de fragmentos esféricos de metal, ou ‘esférulas’, que ele acha que poderiam sugerir que o IM1 poderia ser alguma forma de tecnologia alienígena.

Essas descobertas, documentadas num artigo publicado em outubro, foram recebidas com ceticismo. Alguns cientistas refutaram que as esférulas eram o resultado de precipitação radioativa de testes nucleares humanos, ou mesmo apenas de cinzas de carvão.

Não tão facilmente dissuadido, Loeb disse à Rádio Pública de Boston que divulgou novas descobertas para silenciar os céticos, concluindo em seu artigo pré-impresso que parte da “composição química da esférulas difere de qualquer material conhecido do sistema solar”.

Ele disse à estação:

“O que fizemos foi comparar 55 elementos da tabela periódica nas cinzas de carvão com aquelas esférulas especiais que encontramos. E é claramente muito diferente.”

Loeb também parecia ter uma mensagem para os odiadores.

Ele acrescentou:

“Não se baseia em opiniões. E, claro, se você não faz parte desse processo científico e tem inveja da atenção que ele recebe, então você pode levantar muitas críticas.”

Sua busca quase infatigável por evidências de vida alienígena não terminará aí. Após uma expedição frutífera documentada pela Netflix e um ano em que a histeria pública sobre OVNIs atingiu um pico febril, Loeb está se preparando para outra viagem de volta ao Pacífico, na esperança de encontrar fragmentos maiores.

Ainda assim, apesar de todas as manchetes que tem feito sobre a exploração do fundo do oceano, Loeb acredita que a nossa melhor aposta para encontrar extraterrestres continua no céu. Em particular, ele adverte que os seus pares científicos, muitas vezes fixados nos confins do cosmos, não devem ignorar o que está no nosso sistema solar.

Ele disse à Rádio Pública de Boston:

“A melhor abordagem para descobrir isso é realmente fazer o trabalho científico de construir observatórios que observem e verifiquem o que são esses objetos. E se acontecer de serem pássaros, ou aviões, ou balões chineses, que assim seja.

Mas precisamos descobrir isso, é nosso dever civil como cientistas.”

(Fonte)

Colaboração: Emmanuel


…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui para acessá-la.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar, pois cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

Lembre-se que as doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês: Paulo Sanchez ❤️ Edward Vaz Jr. ❤️ Jose Carlos Mamede ❤️ Silas Raposo ❤️ Franklin Viana ❤️

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta, portanto aja com responsabilidade.
  • O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com éticasempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!

hit counter code