web analytics

O estranho que disse a Whitley Strieber “a humanidade está presa”

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 4 min.

Whitley Strieber, nascido no Texas, Estados Unidos, é um famoso escritor conhecido por sua ficção de terror instigante. Strieber escreveu um romance chamado The Wolfen, que mais tarde se tornou um filme popular em 1980. No entanto, foi seu livro Communion (Comunhão) que atraiu atenção significativa, principalmente da comunidade OVNI. Seu livro mudou essa dinâmica quase que instantaneamente, atraindo interesse generalizado além dos círculos usuais de ovnilogia.

O estranho que disse a Whitley Strieber "a humanidade está presa"
Whitley Strieber e sua falecida esposa ao fundo, durante uma conferência ovnilógica há alguns anos. Crédito: RobertoTenore, CC BY-SA 3.0 https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0, via Wikimedia Commons

Os escritos de Strieber foram adaptados para vários filmes e programas de TV, contribuindo para sua aclamação global como autor de best-sellers. No entanto, sua popularidade disparou após a publicação de “Comunhão” em 1987, um romance de não ficção detalhando seu encontro com seres inteligentes não humanos. O livro se tornou um grande sucesso, alcançando o primeiro lugar na lista de best-sellers de não-ficção do The New York Times.

Em 1989, foi lançada uma adaptação cinematográfica de “Comunhão”, com os atores Christopher Walken e Lindsay Crouse. O verdadeiro encontro do autor com alienígenas aconteceu em 26 de dezembro de 1985, quando ele dormia sozinho em sua cabana na floresta, no interior do estado de Nova Iorque. Naquela noite, Strieber foi acordado por um barulho incomum. Quando ele abriu os olhos, viu uma pequena criatura alienígena se aproximando de sua cama.

Strieber disse:

“Em todo o mundo, existe um certo tipo de rosto, um ser que é visto de novo e de novo e de novo. Com um rosto comprido e magro e grandes olhos negros, às vezes a cabeça parece bem grande, como no caso de Betty Andreas. Em outros, como no meu caso, parecem menores, e os seres são mais altos. Mas essa configuração básica, esse tipo básico de configuração não-humana, parece ser repetido continuamente em experiências em todo o mundo.”

A próxima coisa que Strieber lembrou foi de se ver sentado na floresta ao redor com memórias fragmentadas do que havia acontecido. Para descobrir a verdade e recuperar suas memórias, ele decidiu se submeter à hipnose regressiva administrada pelo Dr. Donald F. Klein. Ele lembrou que havia sido abduzido e agredido fisicamente por alguém que designou como “Visitantes” para manter baixa a possibilidade de envolvimento de extraterrestres.

Sob hipnose, Strieber lembrou-se de ter “flutuado” para fora de seu quarto e levado a bordo de um OVNI. Durante essa experiência, ele encontrou quatro tipos diferentes de seres alienígenas: um pequeno ser semelhante a um robô, um tipo baixo e atarracado, um esguio e um ser de aparência fraca. O que quer que ele tenha lembrado na hipnose tornou-se a história de seu romance mais vendido. Desde aquela noite, ele estava cheio de curiosidade sobre os visitantes desconhecidos.

Strieber descreveu que um dos seres tinha cativantes olhos pretos oblíquos, enquanto o último tinha olhos pretos de botão. Ele disse ainda que passou por experimentos médicos conduzidos por esses seres extraterrestres. Os experimentos incluíram uma agulha sendo inserida em seu cérebro e um objeto sendo inserido em seu reto. Além disso, os seres extraíram dele uma amostra de sangue fazendo uma incisão em seu dedo, indicando uma série de procedimentos invasivos.

Como resultado dos incidentes bizarros descritos, o Dr. Klein diagnosticou Strieber com “epilepsia do lobo temporal”, uma condição conhecida por causar alucinações. No entanto, Strieber não aceitou esse diagnóstico e continuou a afirmar que sua abdução foi uma experiência real. Na verdade, ele estabeleceu uma fundação para fornecer apoio a outros indivíduos que alegavam ter sido abduzidos por alienígenas, formando um grupo de apoio para abduzidos por alienígenas.

Em 1998, Strieber teve outro encontro estranho no Delta Chelsea Hotel em Toronto. Ele foi acordado às 2h30 da manhã por uma batida na porta, esperando o serviço de quarto, mas em vez disso encontrou um homem misterioso.

Strieber disse ao Huffington Post:

“Levantei-me para abrir a porta, pensando que era o garçom do serviço de quarto. Não era. Era um homem que descrevi com cerca de um metro e meio de altura, aparência mais velha, como alguém na casa dos 70 anos. Ele usava roupas de cor escura, gola olímpica e calças cor de carvão.”

Strieber descreveu esse encontro em seu livro “The Key: A True Encounter” (“A Chave: Um Encontro Real”, em tradução livre), publicado em 2000. O estranho envolveu Strieber em uma conversa sobre lições de vida, ciência e ética. Ele expressou o desejo de ajudar a humanidade a escapar de um ciclo de violência e autodestruição. Quando questionado sobre tecnologia, o estranho mencionou que uma máquina inteligente buscaria continuamente aprimorar sua inteligência para sobreviver. A conversa abordou vários tópicos, incluindo a existência de múltiplos universos e eventos catastróficos na história da Terra.

Durante a conversa de 45 minutos, Strieber ficou cada vez mais curioso e fez muitas perguntas. No entanto, a certa altura, o estranho ofereceu-lhe uma bebida, o que o fez adormecer imediatamente. A verdadeira identidade do estranho permanece desconhecida, deixando Strieber contemplando o futuro da humanidade e os domínios desconhecidos da ciência.

Embora muitas pessoas permaneçam céticas sobre a alegação de abdução alienígena de Strieber, John B. Alexander, um ex-comandante boina verde e desenvolvedor de armas, considerou Strieber um pesquisador inteligente e atencioso no campo.

O autor Whitley Strieber abordou o assunto de abduções alienígenas de maneira diferente de seus contemporâneos na década de 1980. Enquanto outros se concentravam na ideia de que cientistas extraterrestres estavam roubando DNA humano, Strieber investigou os aspectos controversos de suas próprias experiências com o que chamou de Visitantes. Ele usou esse termo porque não tinha certeza se seus captores eram realmente alienígenas no sentido convencional. Strieber acreditava que eles poderiam representar algo além da compreensão humana.

Em seu livro “Transformação”, uma sequência de “Comunhão”, Strieber explorou encontros traumáticos de abduzidos que acreditavam que os Visitantes (também conhecidos como Grays) tinham a capacidade de extrair a alma humana imortal do corpo físico. Ele recebeu uma resposta dos Visitantes, explicando que reciclavam almas e que a Terra era como uma escola onde as almas aprendem, crescem e evoluem por meio de sucessivas reencarnações.

A percepção de Strieber de que o fenômeno da abdução era mais estranho do que se pensava inicialmente foi compartilhada pelo professor de Harvard, John E. Mack. Mack encontrou abduzidos que acreditavam que as entidades que encontraram eram ladrões de almas. No livro de Mack, “Passport to the Cosmos”, ele contou a história de um abduzido chamado Greg, que temia ser separado de sua alma, acreditando que isso levaria ao fim de sua consciência e existência.

(Fonte)


…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui para acessá-la.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar, pois cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

Lembre-se que as doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês: Paulo Sanchez ❤️ Edward Vaz Jr. ❤️ Jose Carlos Mamede ❤️ Sila Raposo ❤️

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta, portanto aja com responsabilidade.
  • O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com éticasempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!

hit counter code