web analytics
Tempo de leitura: 2 min.

A investigação de OVNIs da NASA esconde uma história não contada

Tempo de leitura: 2 min.

A nova investigação de OVNIs da NASA surpreendeu muitas pessoas, já que a organização espacial nunca deu nenhuma informação sobre avistamentos de OVNIs.

A investigação de OVNIs da NASA esconde uma história não contada

A última informação que eles deram é que a agência espacial planeja aplicar uma perspectiva científica na busca de todos os fenômenos aéreos não identificados.

O projeto Galileo e sua relação com a NASA

O Projeto Galileo, fundado pelo cientista Avi Loeb em colaboração com o Dr. Frank Laukien, é baseado em doações privadas para fundos de pesquisa da Universidade de Harvard.

Mas a origem deste projeto aparentemente nasceu de um desprezo que a NASA teria feito ao físico teórico israelense Avi Loeb.

Segundo o próprio Avi Loeb, ele entrou em contato com a NASA para contribuir com o projeto que eles anunciaram no estudo independente de OVNIs, mas de uma perspectiva científica.

Aparentemente, a resposta que ele recebeu foi para que ele enviasse a informação e assim ele o fez; mas depois disso não recebeu mais nenhuma resposta.

Segundo o criador do Projeto Galileo, ele obteve uma resposta à interação com a NASA por meio de uma conferência que eles deram.

No referido comunicado de imprensa, a organização espacial norte-americana falou sobre um novo estudo independente sobre OVNIs.

O referido estudo seria baseado na identificação dos dados disponíveis, procurando a melhor forma de coletar dados no futuro e como eles usariam essas informações para avançar no entendimento científico dos OVNIs.

Avi Loeb indica que várias declarações feitas na referida coletiva de imprensa estão relacionadas a um livro de sua autoria e que está relacionado ao assunto.

Embora ele mesmo faça esses tipos de comentários, ele indica que no final todos ganham, já que o Projeto Galileo pode se beneficiar das declarações da NASA, pois seria levado muito mais a sério.

O que lhe parece extremamente importante é que a verdade seja dita, de onde quer que venha a informação que seja confiável.

Da mesma forma, ele estabelece que as vantagens do Projeto Galileo de não ter relação com nenhuma entidade governamental é que permite receber fundos de qualquer natureza e, assim, poder continuar com suas pesquisas.

Ele ainda afirma que não teria problemas em contribuir para os estudos da NASA porque eles compartilham o mesmo objetivo de estudar OVNIs a partir de uma abordagem científica.

(Fonte)


Com base neste artigo publicado ontem aqui no OVNIHoje.com, se eu fosse Avi Loeb eu ficaria bem longe da NASA, isto é, se ele realmente quer mostrar a verdade sobre os OVNIs.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!

Por favor, para ajudar manter o OH vivo, considere desativar seu bloqueador de anúncios ou colocar o OH na lista de sites permitidos (whitelist).

Agora, mais do que nunca. isto é importante.

Seu acesso sempre foi e sempre será gratuito, e você não é obrigado a clicar em nenhum anúncio, embora isso ajude muito na continuidade do site.

Muito obrigado.