web analytics
Tempo de leitura: 3 min.

Porque a ciência e a religião se juntam ao discutirem a vida extraterrestre

Tempo de leitura: 3 min.

Por Avi Loeb

Uma recente visita à Catedral Nacional de Washington, começou com um tour guiado por seu Reitor, Randy Hollerith, que me mostrou o fragmento de uma rocha lunar trazido para uma de suas janelas em 1974 pela Apollo 11. Fiquei emocionado com a notável arquitetura do Catedral.

Porque a ciência e a religião se juntam ao discutirem a vida extraterrestre
Crédito: depositphotos

A excursão foi seguida por um fascinante Fórum Ignatius sobre “O Futuro do Espaço“, para o qual fui convidado junto com a Diretora de Inteligência Nacional, Avril Haines, o Administrador da NASA, Bill Nelson, Jeff Bezos da Blue Origin e o teólogo David Wilkinson da Universidade de Durham.

O fórum abordou várias perspectivas da exploração espacial, incluindo ciência, segurança nacional e negócios. O fio condutor que percorreu todas as conversas relacionadas foi a possível existência de civilizações extraterrestres.

Insinuando isso, Nelson e Haines foram questionados por David Ignatius do Washington Post:

“Qual é o projeto mais empolgante em sua organização?”.

Ambos responderam:

“É classificado [como secreto].”

Felizmente, tive a sorte de representar o Projeto Galileo, que incorpora uma resposta diferente a esta pergunta: “não é classificado“.

Às vezes, sinto-me como a criança do famoso conto popular dinamarquês que observou que o imperador não tem roupas, onde o imperador, no meu caso, é a corrente científica dominante que ignorou a busca por equipamentos extraterrestres no espaço por muitas décadas.

Assim que entrei na Catedral, Dean Hollerith disse:

“Eu entendo que você não é uma pessoa de fé”.

Eu confirmei. Mas durante minha discussão com ele e o Rev. Wilkinson, admiti que com base em meus estudos do universo como cientista, cheguei a três princípios que são comuns a muitas religiões:

1) O primeiro e mais importante é um senso de modéstia. A peça cósmica começou 13,8 bilhões de anos antes de nos tornarmos atores dela. A constatação de que chegamos tarde e também de que não estamos colocados no centro do palco, implica que a peça não é sobre nós.

Em uma conversa anterior com Adi Ignatius, da Harvard Business School, Jeff Bezos descreveu a euforia que sentiu ao ir para o espaço recentemente. Em minha conversa com os reverendos, observei que Bezos ergueu seu corpo em apenas um por cento do raio da Terra, enquanto o universo é 10 elevado à 19ª potência (ou 10 quintilhões) de vezes maior do que essa escala. Se exibir no espaço é um oxímoro.

2) O segundo princípio que me orienta como cientista praticante é a curiosidade. Ao estudar o universo, os astrônomos desejam entender como os humanos passaram a existir em um planeta rochoso como a Terra perto de uma estrela como o Sol em uma galáxia como a Via Láctea.

3) Finalmente, a perspectiva cósmica nos recompensa com uma sensação de calma. Vivemos tão pouco tempo e não adianta ficarmos muito apegados às nossas ambições transitórias, dado o grande esquema das coisas.

Minha convergência sobre esses princípios que unem ciência e religião pode explicar porque o Rabino Rob Dobrusin deu um sermão para sua congregação em Michigan sobre meu livro recente, “Extraterrestre”, durante os feriados judaicos deste ano.

Ciência e religião não estão necessariamente em conflito, desde que se tome cuidado para não ignorar a fronteira entre a física e a metafísica. Falando com o Rev. Hollerith e o Rev. Wilkinson, destaquei um cenário através do qual ciência e religião podem realmente ser unificadas no futuro.

Ao encontrar inteligência extraterrestre avançada, a religião pode simplesmente refletir a ciência avançada com uma distorção. As religiões tradicionais descrevem Deus como o criador do universo e da vida dentro dele. Eles também sugeriram que os humanos foram feitos à imagem de Deus. Mas essas noções não estão necessariamente em contradição com a ciência. Uma civilização científica suficientemente avançada pode ser capaz de criar vida sintética em seus laboratórios – na verdade, alguns de nossos laboratórios terrestres quase alcançaram esse limiar. E com uma boa compreensão de como unificar a mecânica quântica e a gravidade, uma civilização científica avançada poderia criar um universo infantil em seus laboratórios. Portanto, uma civilização científica avançada pode ser uma boa aproximação de Deus.

Os humanos estão atualmente criando sistemas de inteligência artificial (IA) à sua imagem. No futuro, nossa civilização provavelmente lançará astronautas de IA ao espaço. Isso faria mais sentido do que enviar inúmeras pessoas ao espaço, como imaginado por Bezos neste fórum, uma vez que os humanos foram selecionados pela evolução darwiniana para sobreviver na superfície da Terra e não no espaço. Raios cósmicos energéticos e radiação representam riscos para a saúde de criaturas biológicas como nós, mais do que para os sistemas eletrônicos de IA.

Como podemos unificar religião e ciência? Ao encontrarmos astronautas de IA de uma civilização científica muito mais avançada do que nós. O Projeto Galileo visa a busca de equipamentos extraterrestres perto da Terra.

A questão permanece: Deus – em suas interpretações religiosas ou científicas – criou o homem à sua imagem ou os humanos imaginaram o conceito de Deus em sua mente? O Projeto Galileo pode abordar o contexto científico desta questão.

(Fonte)


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

USE O CUPOM OVH10 E GANHE 10% DE DESCONTO!


ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.

Plugin Kapsule Corp