web analytics
Tempo de leitura: 3 min.

Pentágono planeja ajuda da Rússia em caso de invasão alienígena

Tempo de leitura: 3 min.

Luis Elizondo, que trabalhou por mais de cinco anos no Pentágono para o Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais (AATIP), revelou recentemente em uma entrevista suas teorias sobre o interesse dos OVNIs na energia atômica.

Pentágono planeja ajuda da Rússia em caso de invasão alienígena
Crédito da imagem: depositphotos

Ele disse:

“A tecnologia nuclear é uma porta de entrada para a compreensão do desbloqueio do átomo. E, uma vez que o faça, terá um suprimento de energia potencialmente ilimitado.”

Em sua opinião, então, para os membros da tripulação dos OVNIs, podemos ser “uma espécie violenta que está prestes a entender o espaço-tempo e não vai mais ficar presa em nossa pequena gaiola. E isso pode ser um problema para uma espécie avançada, porque não somos necessariamente muito pacíficos uns com os outros“.

O fato dos OVNIs terem sido avistados e interferiram em silos de mísseis nucleares, ou suas piruetas desenvolvidas em torno do Nimitz – um navio equipado com tecnologia nuclear – foi decisivo para avaliar o nível de ameaça representado pelo fenômeno e deve ser lembrado que dois anos antes a AATIP foi “oficialmente” cancelada em 2012.

Paul Springer, professor de história da Força Aérea dos Estados Unidos e da Escola de Estado-Maior, fez comentários curiosos em um programa de televisão australiano no qual falou de planos militares para responder a uma suposta invasão alienígena.

Paul Springer detalhou planos militares para responder a uma invasão alienígena

Springer disse:

“Washington tem planos para até mesmo as ameaças militares menos prováveis, inclusive atacantes fora do sistema solar. Fazemos todos os tipos de planos de contingência e guerra.”

No caso de uma invasão alienígena, ele acrescentou, “a primeira coisa que devemos fazer é tentar preservar nossas forças. Em outras palavras: esconda-se. Depois disso, aprenda tudo que puder sobre o inimigo“, presumivelmente com satélites espiões, drones, grampos telefônicos. entre outras estratégias.

Apenas um ano depois, em 2013, um oficial espacial russo Sergei Berezhnoy, do Centro de Controle Espacial Titov perto de Moscou, acrescentou lenha ao fogo ao afirmar que “eles não tiveram a tarefa de se preparar para a contingência de um ataque alienígena“, de acordo com a agência de notícias Ria Novosti.

Os Estados Unidos convidaram a Rússia a lutarem juntos contra um invasor alienígena

Em outras palavras, Moscou não tem uma estratégia para combater uma invasão “de fora da Terra” embora, felizmente para o planeta, os Estados Unidos tenham, e estenderam a mão para a Rússia para lutar juntos contra um “invasor” extraterrestre.

Na verdade, o ponto de partida desse plano nasceu dentro da NASA, que avaliou os possíveis cenários de uma possível invasão alienígena.

Seth Baum, Jacob Haqq-Misra e Shawn Domagal-Goldman escreveram em um trabalho de pré-publicação:

“Embora a humanidade ainda não tenha observado nenhuma inteligência extraterrestre, o contato com a IET (Inteligência ET) ainda é possível.”

Esses cientistas admitem não ter certeza de que os alienígenas são amigáveis.

Eles alertam:

“O contato com inteligência extraterrestre não cooperativa parece ser prejudicial para a humanidade.”

Trata-se de um discurso idêntico ao que todas as autoridades vêm divulgando numa espécie de programação mental da sociedade.

Portanto, Springer acreditava que os alienígenas interfeririam com as armas nucleares não porque fossem perigosas para a vida aqui ou em outro lugar, mas porque as armas nucleares são uma ameaça ao que os alienígenas desejam coletar da Terra.

Como mencionamos no início, está documentado que, nos últimos setenta anos, os OVNIs monitoraram as instalações nucleares e, em algumas situações, interferiram ativamente em suas operações.

É por isso que Springer acredita que, como principais potências militares e nucleares do mundo, os Estados Unidos e a Rússia seriam os principais alvos de alienígenas e exorta a Rússia a cooperar em um plano em que os dois países possam implantar ar, solo e forças militares, marítimas e espaciais.

(Fonte)


Já mencionei inúmeras vezes aqui, mas vou repetir: Se os possíveis “visitantes” quisessem mesmo fazer uma invasão forçosa ao nosso planeta, já teriam feito isso há muito tempo, bem antes até de termos desenvolvidos armas nucleares. Essa narrativa de que eles querem invadir através de um ataque bélico é estúpida.

Agora, como não sabemos quase nada sobre as intenções desses possíveis visitantes, há muitas possibilidades que vão desde uma presença pacífica, até uma que pode ser muito nefasta. Por exemplo, quem pode garantir que já não fomos invadidos de forma muito inteligente, sem sequer um tiro ser disparado, e todos nós – sem nos dar conta – somos controlados pelos seus lacaios humanos que foram subornados? E você me perguntaria, qual a vantagem que eles – os visitantes – estariam levando nisso? Bem, a ciência nos diz que tudo é energia, não é mesmo? E há muito drama ocorrendo neste planeta, o tempo todo.

Mas deixa isso para lá, pois pode estar muito longe da verdade. Foi só um exercício em criatividade de minha parte e, ao bem da verdade, não sabemos absolutamente nada de concreto sobre as intenções “deles”, nem mesmo se esses visitantes são mesmo de fora do planeta.

Seguimos…

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

USE O CUPOM OVH10 E GANHE 10% DE DESCONTO!


ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.

Plugin Kapsule Corp