web analytics
Tempo de leitura: 3 min.

Existe um plano ou propósito dos ETs por trás das experiências de quase morte?

Tempo de leitura: 3 min.

Por Dean Caporella

Então, qual é o verdadeiro motivo das experiências de quase morte?

Existe um plano ou propósito dos ETs por trás das experiências de quase morte?
O que realmente há depois?

O tópico de experiências de quase morte ou EQMs se tornou um assunto quente nos últimos anos, à medida que mais pessoas revelam suas experiências após a morte.

Embora a morte possa não parecer um tópico tão gostoso de discutir nos melhores momentos, a verdade sobre o que realmente acontece quando morremos está mudando rapidamente a perspectiva das pessoas sobre o assunto.

Houve um tempo em que a maioria de nós tinha uma crença religiosa ou uma visão ateia da morte.

Ou íamos para o céu ou para o inferno ou simplesmente deixaríamos de existir e não haveria mais nada após a morte.

O que aprendemos com as experiências de quase morte é que a morte é realmente apenas o começo.

A verdade sobre experiências de quase morte

Quando Kelly Sammy morreu em 9 de fevereiro de 2008 na Nova Zelândia, o que se seguiu foi bastante notável.

Sammy experimentou a morte e o que se segue a ela. Em entrevista ao Aliens Revealed Live, ela falou sobre o momento em que morreu e o que presenciou. E não era “nada”.

Na verdade, ela descreve isso como uma revisão e um renascimento ao entrar em uma dimensão que ela diz parecer mais real do que a dimensão 3D que ela experimentou em seu corpo.

Fiquei fascinado com seu relato, especialmente quando ela falava sobre si mesma de duas formas. Ela falou sobre sua forma física humana e, em seguida, sua forma real, que era como um ser de energia.

Reflita isto por um minuto, porque nos dá uma pista do que realmente somos.

Sammy não gosta de colocar rótulos nas coisas. Por exemplo, o que chamaríamos de revisão de vida, ela diz:

“As pessoas deram nomes a tudo o que aconteceu comigo. Tento não rotular nada porque até hoje não entendo.”

Sammy tem estado ativa desde sua experiência de quase morte, ajudando outras pessoas a aceitarem suas próprias experiências.

Existe uma conexão alienígena com uma EQM?

Portanto, a pergunta que costuma ser feita quando alguém descreve sua jornada para a vida após a morte é: Existe alguma conexão entre o que você experimentou e os alienígenas?

Em seus extensos estudos sobre eventos paranormais, co-fundador da Edgar Mitchell Foundation for Research on Extraterrestrial and Extraordinary Experience, Rey Hernandez diz, “sim, há”.

Na verdade, Hernandez conclui de suas descobertas depois de entrevistar milhares de pessoas que passaram pela experiência, que todas as coisas não consideradas normais estão inter-relacionadas.

Isso inclui tudo, desde OVNIs, alienígenas, experiências de quase morte, experiências pré-morte, experiências fora do corpo, orbes, fantasmas, poltergeists, canalização, espíritos, visão remota e qualquer outra coisa descrita como atividade paranormal.

Em seguida, considere a experimentadora Sheila Seppi, que passou por uma transferência de alma no final dos trinta.

Durante uma sessão de terapia de regressão com a renomada pesquisadora Barbara Lamb, Seppi falou sobre sua transferência de alma.

Ela diz que viu a alma substituta entrando enquanto ela estava regredida, mas é o que ela diz sobre a velha alma que é fascinante. Seppi diz que foi para uma nave que o esperava.

As experiências de quase morte revelam nossas verdadeiras origens?

Então, as experiências de quase morte nos dão uma ideia de quem realmente somos? Kelly Sammy se descreve como um ser de energia e essa descrição encontra eco em muitos relatos de EQM.

Juntamente com a pesquisa de Hernandez e a descrição de Sheila Seppi, é exagero presumir que somos uma raça de seres de energia tendo uma experiência humana?

Sammy diz:

“Então, o que acho interessante é que em uma entrevista recente, surgiu alguma discussão que me levou a fazer perguntas que eu não havia feito antes.

O que então abriu a minha guia Bernadette para compartilhar mais sobre nosso relacionamento.

E parte do que nos leva a ter essa conversa é que há uma conexão maior aqui com o que eu chamaria de conselho da luz.

Definitivamente, há alguma correlação com, e eu não gosto de usar essa palavra, mas ‘alienígenas’, outros seres ou outras presenças.

E, no entanto, ainda não existe esse sentimento de ‘tenho que ficar acordada a noite toda e entender o que está acontecendo’.

O que ainda é curioso para mim porque a velha Kelly estaria fazendo todas essas perguntas.

Antes de encarnar, por falta de palavra melhor em corpo físico, temos sim um plano de alma.

Temos um plano das coisas e das experiências nas quais desejamos nos envolver quando somos a energia separada ou o corpo. Nós podemos muito ajudar a planejar isso.

O que me foi mostrado é que não é uma sala de aula. Não devemos ser punidos. Não estamos aqui para trabalhar o antigo carma. Todas essas são crenças e condicionamentos que nos foram ensinados.

E a realidade é que tudo é experiência. Se eu sou tudo isso, o que sou, e experimentei isso naquela escuridão, como posso saber alguma coisa individualmente?

O Plano da Alma

Muito do que Sammy fala sobre seguir sua experiência de quase morte reflete o que Seppi descreveu durante sua caminhada na transferência de alma:

“Portanto, a encarnação é apenas – ‘Eu quero experimentar como é ter um braço. Eu quero experimentar como é conhecer o amor’.

Bem, para ter isso como um espelho, eu preciso de um componente dualístico para me ver fazendo isso.

Porque temos um espelho que diz: ‘quem sou eu’?

Bem, isso não pode experimentar a si mesmo. Portanto, é necessário algo mais para essa experiência. E isso é o que é o encarnado ou a crença do encarnado.”

Na entrevista a seguir para Aliens Revealed Live, Sammy fala sobre o que a levou a sua experiência de quase morte, o que ela viu, o que ela aprendeu e como isso impactou sua vida desde então.

[Caso não saiba ativar a legenda em português do(s) vídeo(s) abaixo, embora esta possa não ser perfeita, clique aqui para instruções.]

(Fonte)


São inúmeras as crenças sobre o que acontece depois da morte física, o que dificulta o discernimento da verdade, já que todas essas crenças têm seus argumentos e contra-argumentos. Assim, possivelmente, somente aqueles que tiveram uma experiência de quase morte podem estar mais próximos da verdade.

Porém, muitos desses indivíduos também se contradizem quanto ao que viram “lá”.

Desta forma, para mim, ficamos sempre à mercê da derradeira data, quando, sem retorno, realmente encontraremos a “verdadeira verdade”.

– n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.
EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol