web analytics
Tempo de leitura: 4 min.

Os polvos poderiam evoluir até dominar o mundo e viajar para o espaço?

Tempo de leitura: 4 min.

Quem assistiu o filme A Chegada lembra que os ocupantes das naves alienígenas se pareciam com polvos. Será mesmo que em outros planetas os polvos evoluíram a ponto de conquistarem a viagem espacial. Bem, de acordo com o artigo abaixo publicado no site theconversation.com, um adolescente de 14 anos pergunta se isso poderia algum dia acontecer aqui na Terra:

Os polvos poderiam evoluir até dominar o mundo e viajar para o espaço?

Michael, de 14 anos, pergunta:

Se a parte mais rápida da evolução humana acabou, e as lulas e polvos continuam a evoluir, poderia haver um apocalipse onde os cefalópodes dominam o mundo?

Se eles continuarem a ficar mais espertos, os polvos seriam muito mais adequados como conquistadores da Terra porque poderiam viver em quase qualquer lugar. Eles têm habilidades semelhantes ao que chamaríamos de superpoderes: eles podem caber em qualquer buraco que caiba em seu bico, eles podem se camuflar, podem regenerar seus membros perdidos e muito mais. Se e quando erradicassem os humanos, [os polvos] seriam mais adequados para viagens espaciais. Em órbita, eles poderiam manobrar com muito mais facilidade e caber em espaços menores.

Portanto, se eles simplesmente começaram a desenvolver um cérebro mais inteligente, o que impede que tudo isso aconteça? Por que isso ainda não aconteceu? Por que tão poucas criaturas desenvolveram um cérebro inteligente?

Como Michael aponta, os polvos são famosos por suas habilidades alienígenas, desde o crescimento de braços danificados até a mudança da cor e textura da pele. Eles usam esse poder de mudança de cor para camuflar e, curiosamente, como uma linguagem visual estranha para falar com outros polvos.

Um fato pouco conhecido é que eles realmente pertencem a uma categoria de animais (filo) chamada Mollusca, que é em grande parte composta por caracóis. Sim, os polvos são como caracóis incrementados que perderam suas conchas e desenvolveram um cérebro bastante grande. O mais legal sobre eles é sua inteligência, que evoluiu de forma completamente independente da nossa.

[Caso não saiba ativar a legenda em português do(s) vídeo(s) abaixo, embora esta possa não ser perfeita, clique aqui para instruções.]

Um polvo escapa de um barco por um pequeno buraco.

Eles usam ferramentas para resolver problemas (como nós) e podem abrir recipientes à prova de crianças (nem sempre como nós). E na semana passada, uma pesquisa descobriu que um choco (outro cefalópode, primo dos polvos) passou em um teste de inteligência projetado para crianças que mostrou que eles têm autocontrole avançado.

Os humanos, sem dúvida, têm muito mais a aprender sobre o que essas criaturas misteriosas são capazes. Mas o que sabemos pode começar a responder à excelente pergunta de Michael: poderiam os polvos um dia governar o mundo?

Grande cérebro, mas de vida curta

Vamos primeiro considerar seu sistema nervoso. Como nós, os polvos têm cérebros grandes em comparação ao tamanho do corpo – facilmente o maior de todos os invertebrados (animais sem coluna vertebral) e de tamanho comparável a muitos vertebrados, como sapos.

No entanto, é difícil comparar o tamanho do cérebro entre animais marinhos e terrestres, porque as ações das leis da física diferem na água e no ar. Os animais não têm peso na água, mas na terra a forma e o tamanho do corpo são limitados pela gravidade.

O cérebro de um polvo é composto por cerca de 500 milhões de células cerebrais (neurônios). Isso é sete vezes mais do que um rato e quase o mesmo que um macaco sagui. Os humanos, por outro lado, têm 86 bilhões de células cerebrais.

Um polvo mudando de cor e textura.

Testar a inteligência do polvo pode ser um problema, porque os animais frequentemente são mais espertos que os cientistas. Por exemplo, os cientistas podem lutar para conseguir que um polvo resolva um labirinto, porque muitas vezes eles escalam e rastejam por cima para alcançar sua recompensa alimentar. E isso presumindo que eles ainda não tenham escapado de seu aquário e estejam rastejando pelo laboratório.

Ao contrário de nós, porém, os polvos não vivem por muito tempo. O polvo gigante do Pacífico pode viver até cinco anos, mas a maioria vive apenas um ano e alguns apenas seis meses. Eles eclodem de ovos totalmente formados e prontos. Eles nunca vêem seus pais e têm que aprender tudo por conta própria.

Então, sim, os polvos têm cérebros grandes e são loucamente espertos. Mas eles poderiam dominar o mundo se continuassem evoluindo?

Por que eles evoluem tão lentamente

Em comparação com outras espécies, os polvos realmente evoluem muito, muito lentamente. Existem cerca de 300 espécies diferentes de polvo, que existem há pelo menos 300 milhões de anos. Nesse tempo, eles não mudaram muito.

Os humanos modernos, em comparação, existem há apenas 200.000 anos e, nesse tempo, assumiram o controle do planeta (e o danificaram gravemente no processo).

A evolução ocorre quando o código do DNA é alterado gradualmente em pequenas etapas ao longo de um grande período de tempo. Mas os polvos têm um método único de editar ativamente suas moléculas de RNA, que são mensagens enviadas do DNA, que dizem aos genes o que fazer e quando.

A capacidade de editar RNA significa que eles podem se adaptar rapidamente a novos problemas, contornando a necessidade de mudanças de longo prazo no DNA – o processo evolutivo padrão que a maioria dos seres vivos segue. Os cientistas acham que essa abordagem de quebra de regras pode ser a razão pela qual os polvos evoluem tão lentamente, e porque eles são um dos animais mais inteligentes do oceano.

Mas, na verdade, apesar de todos os seus truques, os polvos ainda estão trabalhando a partir de um projeto de caracol, e não há muito o que fazer com essa caixa de ferramentas. Eles também são altamente limitados por sua vida útil muito curta.

Portanto, o primeiro item da lista de afazeres de um polvo maligno por dominar o mundo é viver muito além do seu primeiro aniversário. O segundo item da lista pode ser desenvolver a “cultura cumulativa” aprendendo com os outros, como os humanos fazem. Já sabemos que um polvo pode aprender observando outros polvos, mas ainda não temos evidências de cultura.

Muito poucas criaturas exibem inteligência comparável à dos humanos e entender porque é uma questão científica de longa data. A explicação mais provável é que a manutenção do tecido cerebral é extremamente cara, em termos de energia necessária para manter as células cerebrais funcionando. Portanto, é necessário que haja grandes benefícios para justificar a despesa.

Os cientistas acreditam que um dos benefícios de ter um cérebro grande é que os humanos possam acompanhar as relações sociais complexas (os polvos, por outro lado, são solitários) e desenvolver a cultura. A natureza tende a fornecer aos animais inteligência suficiente para sobreviver, e nada mais.

Eles podem se dar bem no espaço

É difícil imaginar um polvo evoluindo para dominar a Terra. O polvo não tem outras partes duras além do bico. Portanto, embora possam se mover em terra, sem ossos para mantê-los contra a gravidade, eles realmente terão dificuldades.

Eles também têm guelras que precisam de água para passar por elas para respirar. Estranhamente, eles também podem “respirar” usando a pele. Em repouso, cerca de 40% do oxigênio vem da água que passa sobre a pele, e não das guelras. O problema é que só funciona com a pele molhada.

(Fonte)


Lembre-se: foram inúmeras as vezes que cientistas e pesquisadores estiveram errados em suas projeções e teses. Quem sabe, se os humanos desapareceram da face da Terra, algum dia a chance será dada para outras criaturas. E por que não os polvos, mesmo indo contra o que se conhece sobre eles até agora?

Vale também lembrar que alguns cientistas realmente pensam que os esses animais vieram do espaço:

– n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.
EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol