web analytics
Tempo de leitura: 2 min.

Bolor negro da Terra pode sobreviver em Marte, afirma a NASA

Tempo de leitura: 2 min.
Bolor negro da Terra pode sobreviver em Marte, afirma a NASA
Crédito da imagem: NASA Edição: Futurism.com

De acordo com uma nova pesquisa dos cientistas da NASA e do Centro Aeroespacial Alemão (DLR), alguns micróbios terrestres – e até mesmo o bolor negro – poderiam sobreviver às condições hostis na superfície marciana.

A pesquisa pode aumentar nossa compreensão de como a vida baseada na Terra pode sobreviver em um planeta diferente – e pode ter implicações para futuras missões espaciais também.

Em um experimento, os pesquisadores enviaram microorganismos para a estratosfera, a segunda maior camada da atmosfera da Terra acima da camada de ozônio que mais representa as condições em Marte, usando um balão meteorológico.

O contêiner, chamado de carga útil MARSBOx (Micróbios na Atmosfera para Radiação, Sobrevivência e Resultados Biológicos), foi mantido sob pressão marciana e preenchido com atmosfera marciana artificial. Algumas camadas foram protegidas da radiação, enquanto outras não.

Um micróbio com base na Terra, em particular, resistiu particularmente bem ao ambiente hostil.

A microbióloga do DLR, Marta Filipa Cortesão, co-autora do estudo publicado na revista Frontiers in Microbiology, disse em um comunicado:

“Alguns micróbios, em particular os esporos do fungo do bolor negro, conseguiram sobreviver à viagem, mesmo quando expostos a altíssimas radiações ultravioleta.”

O experimento pode nos ajudar a distinguir a vida extraterrestre, se alguma vez a encontrarmos, da vida que simplesmente pegou uma carona na Terra.

Pode até salvar a vida de astronautas em viagens mais longas ao espaço profundo.

Katharina Siems do DLR, que também trabalhou na pesquisa, informou:

“Com missões tripuladas de longo prazo a Marte, precisamos saber como os microrganismos associados aos humanos sobreviveriam no Planeta Vermelho, já que alguns podem representar um risco à saúde dos astronautas.”

Mas os microrganismos nem sempre são más notícias.

Siems acrescentou:

“Além disso, alguns micróbios podem ser valiosos para a exploração espacial. Eles podem nos ajudar a produzir alimentos e suprimentos materiais independentemente da Terra, o que será crucial quando estivermos longe de casa.

Os microrganismos estão intimamente ligados a nós; nosso corpo, nossa comida, nosso ambiente, então é impossível excluí-los das viagens espaciais.”

De acordo com a pesquisadora, o experimento MARSBOx é “uma maneira realmente importante de nos ajudar a explorar todas as implicações das viagens espaciais na vida microbiana e como podemos direcionar esse conhecimento para incríveis descobertas espaciais”.

(Fonte)


Isto sem mencionar que se micróbios oriundos da Terra conseguem sobreviver em condições adversas similares à atmosfera marciana, imagine então a própria vida marciana, que quase que certamente existe ainda hoje – pelo menos na forma microbiana.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!

Por favor, para ajudar manter o OH vivo, considere desativar seu bloqueador de anúncios ou colocar o OH na lista de sites permitidos (whitelist).

Agora, mais do que nunca. isto é importante.

Seu acesso sempre foi e sempre será gratuito, e você não é obrigado a clicar em nenhum anúncio, embora isso ajude muito na continuidade do site.

Muito obrigado.