web analytics
Tempo de leitura: 3 min.

“Tecnoassinaturas extraterrestres” – IA do futuro pode revelar o incompreensível

Tempo de leitura: 3 min.
“Tecnoassinaturas extraterrestres” - IA do futuro pode revelar o incompreensível
Superfície do planeta anão Ceres mostrando à esquerda a cratera Occator e à direita Vinalia Faculae. Você consegue ver possíveis formações artificiais na foto? Crédito: NASA

O neuropsicólogo clínico espanhol, Gabriel G. De la Torre, perguntou sobre a aplicação da inteligência artificial na busca de inteligência extraterrestre e a identificação de uma possível tecnoassignatura – uma estrutura quadrada dentro de uma triangular em uma cratera no planeta anão Ceres:

“Se a IA (Inteligência Artificial) identifica algo que nossa mente não pode entender ou aceitar, poderia no futuro ir além do nosso nível de consciência e abrir portas para a realidade para a qual não estamos preparados? E se o quadrado e o triângulo de Vinalia Faculae em Ceres fossem estruturas artificiais?”

O resultado deste intrigante experimento visual questiona a aplicação da inteligência artificial à busca por inteligência extraterrestre (SETI).

Estudo de pesquisa de De la Torre, “A inteligência artificial sonha com tecno-assinaturas não terrestres?“, sugere que uma das “aplicações potenciais da inteligência artificial não é apenas para auxiliar na análise de big data, mas para ajudar a discernir possível artificialidade ou esquisitices nos padrões de sinais de rádio, megaestruturas ou tecnoassinaturas em geral”.

“Nossa forma de vida e inteligência”, observou Silvano P. Colombano, do Centro de Pesquisa Ames da NASA, não envolvido no experimento Ceres, “pode ser apenas um pequeno primeiro passo em uma evolução contínua que pode muito bem produzir formas de inteligência muito superiores à nossa e não mais baseado em “maquinário” de carbono.

O resultado do experimento visual intrigante de De la Torre questiona a aplicação da inteligência artificial à busca por inteligência extraterrestre (SETI), onde civilizações tecnológicas avançadas e antigas podem existir, mas estão além da nossa compreensão ou capacidade de detecção.

Ceres, embora seja o maior objeto no cinturão de asteroides principal, é um planeta anão. Tornou-se famoso há alguns anos por uma de suas crateras: Occator, onde alguns pontos brilhantes foram observados, levando a todo tipo de especulações. O mistério foi resolvido quando a sonda Dawn da NASA chegou perto o suficiente para descobrir que esses pontos brilhantes se originaram de gelo vulcânico e emissões de sal.

Pesquisadores da Universidade de Cádiz (Espanha) observaram um desses pontos, chamado Vinalia Faculae, e ficaram impressionados por uma área onde as formas geométricas são ostensivamente observáveis. Essa peculiaridade serviu para propor um experimento curioso: comparar como seres humanos e máquinas reconhecem imagens planetárias. O objetivo final era analisar se a inteligência artificial (IA) poderia ajudar a descobrir “tecnossignaturas” de possíveis civilizações extraterrestres.

“Tecnoassinaturas extraterrestres” - IA do futuro pode revelar o incompreensível
Outra perspectiva da região da Vinalia Faculae (girada 180º daquela acima), obtida pela sonda Dawn. Os pesquisadores observaram a estrutura que aparece na parte central, ampliada à direita, onde também estão indicadas as geometrias mais frequentemente detectadas pelas pessoas. Crédito da foto original: NASA / JPL-Caltech / UCLA / MPS / DLR / IDA / PSI

Gabriel G. De la Torre explica:

“Não estávamos sozinhos nisso, algumas pessoas pareciam discernir uma forma quadrada em Vinalia Faculae, então vimos isso como uma oportunidade de confrontar a inteligência humana com a inteligência artificial em uma tarefa cognitiva de percepção visual, não apenas uma tarefa de rotina, mas um desafio com implicações na busca por vida extraterrestre (SETI), não mais baseada apenas em ondas de rádio.”

A equipe desse neuropsicólogo da Universidade de Cádiz, que já estudou o problema dos sinais inteligentes não terrestres não detectados (o efeito gorila cósmico), reuniu agora 163 voluntários sem treinamento em astronomia para determinar o que viram nas imagens de Occator.

Em seguida, fizeram o mesmo com um sistema de visão artificial baseado em redes neurais convolucionais (de sigla em inglês CNN), previamente treinadas com milhares de imagens de quadrados e triângulos para poder identificá-los.

De la Torre observa:

“Tanto as pessoas quanto a inteligência artificial detectaram uma estrutura quadrada nas imagens, mas a IA também identificou um triângulo, e quando a opção triangular foi mostrada aos humanos, a porcentagem de pessoas que afirmam vê-la também aumentou significativamente.”

O quadrado parecia estar inscrito no triângulo.

“Tecnoassinaturas extraterrestres” - IA do futuro pode revelar o incompreensível
Você vê alguma estrutura artificial aqui na região Vinalia Faculae em Ceres? Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA

Esses resultados, publicados na revista Acta Astronautica, têm permitido aos pesquisadores tirar várias conclusões.

De la Torre diz:

“Por um lado, apesar de estar na moda e ter uma infinidade de aplicações, a inteligência artificial pode nos confundir e nos dizer que detectou coisas impossíveis ou falsas, e isso, portanto, compromete sua utilidade em tarefas como a busca de tecnossinaturas extraterrestres em alguns casos. Devemos ter cuidado com sua implementação e uso no SETI.”

No final, o neuropsicólogo aponta que os sistemas de IA sofrem dos mesmos problemas que seus criadores:

“As implicações dos vieses em seu desenvolvimento devem ser mais estudadas enquanto estão sendo supervisionados por humanos”.

De la Torre conclui reconhecendo que:

“Na realidade, não sabemos o que é, mas o que a inteligência artificial detectou em Vinalia Faculae é muito provavelmente apenas um jogo de luz e sombra”.

(Fonte)


Vale ressaltar aqui que eu não precisei utilizar a inteligência artificial para detectar tanto o quadrado, quando o triângulo. Aliás, o triângulo foi notado por mim antes do quadrado. Também notei outras coisas, mas estas não vêm ao caso aqui.

Mas isto talvez se deva à minha mente conspiranóica. Só pode se isso, não é mesmo? Afinal, a NASA diz que isso não passa de uma formação natural. 😒

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

USE O CUPOM OVH10 E GANHE 10% DE DESCONTO!


ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.

Plugin Kapsule Corp