web analytics
Tempo de leitura: 3 min.

10 Razões pelas quais pode haver vida alienígena em Proxima Centauri

Tempo de leitura: 3 min.
10 Razões pelas quais pode haver vida alienígena em Proxima Centauri
Uma imagem do sistema estelar mais próximo e da região de onde veio o sinal de rádio. Crédito: Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0.

Existe alguém que não se questiona sobre a existência de alienígenas? Talvez seja de grande interesse para você, ou talvez em algum momento sem nada para fazer, você acidentalmente começou a cavar em busca de informações e evidências. Em qualquer caso, seria surpreendente encontrar alguém que não esteja interessado em encontrar essa resposta.

E apenas nos últimos dias, este tópico está novamente na vanguarda por causa da última revelação de uma emissão de rádio capturada de um sistema estelar não muito longe do nosso.

O que distingue esse sinal das centenas de outros semelhantes de que ouvimos falar nos últimos anos? A diferença é que este vem do sistema estelar mais próximo chamado Proxima Centauri, assim como a frequência do sinal – 982 MHz.

Curiosamente, o sinal foi interceptado em 2019, mas foi anunciado apenas alguns dias atrás. Mais estranhamente, mesmo os especialistas reconheceram que esse sinal específico é muito diferente dos outros.

Claro, não há confirmação de qualquer conexão com uma civilização alienígena e, em geral, pensamos que isto não seja confirmado, mesmo que seja verdade. Ainda assim, por que não discutir opções para possível vida extraterrestre no sistema estelar Proxima Centauri?

Existem muitos fatores atraentes:

1. Vamos começar com o último sinal vindo da direção de Proxima Centauri – ele é completamente diferente das emissões capturadas anteriormente que foram provadas como não provenientes de uma civilização alienígena.

2. A maioria desses sinais vem de tecnologia humana no espaço como satélites ou diretamente da Terra, mas esse sinal tem uma frequência que a maioria de nossa tecnologia não usa. É por isso que até agora este é o candidato mais convincente para provar a vida extraterrestre.

3. Agora, por outras razões lógicas – no sistema Proxima Centauri está o exoplaneta chamado Proxima B, que poderia ser potencialmente habitável.

4. Proxima B não é apenas nosso exoplaneta mais próximo, mas também está localizado na chamada “zona habitável” em seu sistema.

5. Quando um planeta está na zona habitável de sua estrela pode significar que há água líquida na superfície, o que geralmente é um dos primeiros sinais que os astrônomos procuram quando se trata de mundos com probabilidade de vida.

6. A julgar pela vida na Terra, onde há água há vida, embora isso ainda não tenha sido provado para nenhum planeta em que se presuma ou se saiba que existe água.

7. Embora as condições de Proxima B não pareçam adequadas para uma espécie semelhante à humana devido à possível alta radiação e outros fatores causados ​​pela proximidade da estrela, isso não significa que outra espécie de vida não pudesse ter se originado ali.

8. Assim como a espécie humana e milhares de animais se adaptaram às condições de nosso planeta e sistema solar, uma espécie completamente diferente de ser vivo pode se adaptar a outro lugar.

9. Algo que tornaria uma lógica simples, já que existe vida na Terra (de uma forma ou de outra), por que algo assim não deveria acontecer no exoplaneta mais próximo?

10. Finalmente, novamente em relação ao sinal captado há um ano – por que isso aconteceu apenas uma vez e com tal duração? Pelo que sabemos, os pesquisadores tentaram capturar um segundo sinal por 30 horas sem resultado.

Mais algumas palavras sobre Proxima Centauri

Este sinal de rádio de Proxima Centauri despertou mais interesse do que qualquer revelação semelhante nos últimos anos, e por um bom motivo. Curiosamente, ele foi interceptado há mais de um ano e meio, e a revelação está chegando agora. Deve-se notar também que o relatório científico oficial ainda não foi finalizado e publicado. Em outras palavras, todas essas teorias logo poderiam ser dissipadas se os cientistas realmente encontrassem a resposta.

Se isto será o que todos esperamos é dubitável. Isso traz de volta às palavras do ex-chefe do Programa de Segurança Espacial de Israel há alguns dias, que disse que há décadas há contatos com alienígenas, mas a humanidade não está preparada para essa informação.

Por mais que não queiramos admitir, pode ser que grande parte dessa afirmação esteja correta. Neste momento, a humanidade não consegue lidar com seus próprios problemas na Terra, mesmo com um esforço de grupo, o exemplo mais marcante é o atual Coronavirus. O que podemos fazer a respeito, se a existência de alienígenas for confirmada?

De qualquer forma, quanto à existência de vida extraterrestre no sistema Proxima Centauri, também podemos apenas supor. Embora esteja a “apenas” 4,2 anos-luz da Terra, esta distância ainda permanece intransponível para nossas tecnologias simples.

Você pode estar se perguntando o que são 4,2 anos-luz? A grosso modo, sem fazer cálculos precisos – mais de 40 trilhões de quilômetros.

(Fonte)


Recentemente assisti um podcast que foi um tanto esclarecedor, embora eu não concorde com tudo que a doutrina do apresentador prega (vamos deixar este detalhe de lado e irmos direto ao caso).

No podcast, o apresentador, com toda sua eloquência (algo que eu não tenho), explicou o porquê dos alienígenas não entrarem em contato conosco, já que muitos de nós se perguntam a razão porque eles não vêm aqui e arrumam nossa casa. Logicamente, estamos falando aqui sobre a possibilidade de que “alienígenas do bem” estejam nos monitorando.

Mas, como o apresentador explicou, a razão é muito simples e vou explicar com minhas próprias palavras: enquanto estivermos agindo de maneira egoísta, fazendo o mal ao próximo só por maldade mesmo ou pensando em nosso próprio benefício e “esculhambando” com nossa morada, nunca poderemos fazer parte de uma comunidade mais evoluída. Assim, a questão do contato tem mais a ver com o livre arbítrio humano para se endireitar do que a forçosa interferência de uma raça extraterrestre.

Se isto for verdade, a escolha é nossa. Mas, pelo jeito que as coisas estão indo por aqui, estamos muito longe de nos comportarmos de forma digna a pertencermos a uma “comunidade galáctica”.

Mas não se desespere ainda, pois esta é somente uma tese que pode não refletir a realidade – embora para mim fez muito sentido quando a escutei. Porém, há muitas variáveis aqui a serem consideradas, como por exemplo, nem todas as raças alienígenas são amigáveis e podem estar neste momento até mesmo manipulando a humanidade. Como esta, há inúmeras outras teses e a “verdade verdadeira” poderá demorar ainda algum tempo até que seja revelada.

Mesmo assim, humanos do bem não devem desistir de suas aspirações de se abrirem para o que há lá fora no Universo. Querendo ou não, todos nós fazemos parte de algo que é infinitamente maior do que nos é mostrados pelos “donos do mundo”.

– n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.
EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol