Meteoro explode sobre Portugal, tornando a noite em dia por um segundo

Tempo de leitura: 2 min.
Meteoro explode sobre Portugal, tornando a noite em dia por um segundo
Meteoro explodiu no céu acima do sul de Portugal, mas iniciou sua trajetória na atmosfera sobre a Espanha. (Captura de vídeo)

Por volta das 3h49, horário local, de 16 de novembro, uma bela e brilhante bola de fogo pôde ser vista cruzando os céus do sul da Espanha e Portugal. As imagens mais espetaculares foram registradas de Sevilha pelo projeto SMART, do Instituto de Astrofísica da Andaluzia (IAA-CSIC). Desta cidade era possível ver como a bola de fogo apresentava uma intensa cor azul esverdeada ao transformar a noite em dia por um instante. Na verdade, era tão brilhante que pôde ser visto a mais de 500 quilômetros de distância.

O evento foi analisado pelo pesquisador responsável pelo projeto SMART, astrofísico José María Madiedo do Instituto de Astrofísica de Andalucía. Essa análise permitiu determinar que a rocha que deu origem a esse fenômeno entrou na atmosfera terrestre a uma velocidade de cerca de 227 mil quilômetros por hora e veio de um cometa. O atrito abrupto com a atmosfera a esta enorme velocidade fez com que a rocha ficasse incandescente, gerando uma bola de fogo que iniciou a uma altitude de cerca de 132 km a oeste da Andaluzia e moveu-se rapidamente no sentido noroeste, entrando em Portugal. A bola de fogo foi extinta a uma altitude de cerca de 61 km sobre o sul de Portugal. Pouco antes de ser extinta, a rocha explodiu abruptamente na atmosfera, e isso aumentou tanto o brilho da bola de fogo que a noite se transformou em dia por um breve instante.

A bola de fogo foi registrada pelos detectores do projeto SMART dos observatórios astronômicos de Calar Alto (Almería), Sevilha e La Hita (Toledo). SMART é um projeto do Instituto de Astrofísica de Andalucía (IAA-CSIC). Esses detectores operam no âmbito da Rede de Bola de Fogo e Meteoros do Sudoeste da Europa (SWEMN), que visa monitorar continuamente o céu a fim de registrar e estudar o impacto de rochas de diferentes objetos no Sistema contra a atmosfera terrestre

O evento foi analisado pelo pesquisador responsável pelo projeto SMART: Dr. José María Madiedo do Instituto de Astrofísica de Andalucía (IAA-CSIC).

(Fonte)

Colaboração: Ricardo António Monteiro Mourão


Somente mais uma para nossa “coleção”, que parece estar aumentando sensivelmente.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode doar através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.