Sem resposta: Poderia a vida no universo ser explicada pela física?

Tempo de leitura: 2 min.
Sem resposta: Poderia a vida no universo ser explicada pela física?

O cosmólogo, físico teórico e astrobiólogo da Universidade do Estado do Arizona, Paul Davies, indagou:

A vida pode ser explicada em termos de física ou sempre será um mistério? E se a física pode explicar a vida, a física existente está à altura do trabalho ou pode exigir algo fundamentalmente novo – novos conceitos, até novas leis?

Como ninguém sabe como a não-vida fez a transição para a vida na Terra, observa Davies, é impossível estimar as chances de seu surgimento em outras partes do universo. Até o momento, conhecemos apenas uma amostra de vida, a que existe aqui na Terra.

Uma revisão da natureza da lei física

Davie sugere:

Dado que o abismo conceitual entre a física e a biologia é tão profundo, e que as leis da física existentes já fornecem uma explicação perfeitamente satisfatória dos átomos e moléculas individuais que constituem os organismos vivos, é claro que uma explicação completa da matéria viva envolve algo totalmente mais profundo: nada menos do que uma revisão da natureza da própria lei física.

O que está faltando, ele observa em “The Demon in the Machine” (“O demônio na máquina”), é um conjunto abrangente de princípios que irão explicar todos os quebra-cabeças da caixa mágica da vida dentro de uma teoria unitária.

Davies diz:

A vida abre regiões de ‘espaço de possibilidade’ que são inacessíveis a sistemas não vivos.

Origem da Vida – Única no Universo?

Davies ainda disse:

Durante a minha carreira, a opinião mudou de a origem da vida ser um acaso bizarro único no universo (‘quase um milagre’ nas palavras de Francis Crick), para a crença de que o universo está repleto de vida (‘um imperativo cósmico’ em palavras de Christian de Duve). Como podemos resolver o assunto? Por várias décadas, os astrônomos têm varrido os céus com radiotelescópios na esperança de tropeçar em uma mensagem de ET. Até agora, eles foram recebidos por um ‘silêncio assustador.

Enquanto isso, os astrobiólogos consideraram como as assinaturas de vida microbiana podiam ser detectadas no sistema solar ou na atmosfera de planetas extra-solares. Se a vida realmente se forma facilmente em condições semelhantes às da Terra, ela deveria ter começado muitas vezes aqui na Terra, então devemos procurar por uma ‘biosfera sombra’ de vida, mas não como a conhecemos, bem debaixo de nossos narizes.

Davies foi a primeira pessoa a defender a ideia de que a vida na Terra pode ter se originado em Marte e transferida para cá em material ejetado por impacto. Ele é o diretor do Beyond Center da ASU, que pesquisa como a vida começou em termos de organização da informação em redes complexas – “o software da vida”. Seu livro “The Demon in the Machine” é um olhar assustador sobre o poder da informação para explicar a física da matéria viva.

Ele argumenta:

Trazer a vida dentro do escopo da lei física – e fornecer uma base sólida para a realidade da informação como uma entidade fundamental em seu próprio direito – requer uma reavaliação radical da natureza da lei física.

Leis da Física “Cego para a Vida” ou “Bio-Amigável”

Davis afirma:

Não há nenhuma evidência de que as leis conhecidas da física são manipuladas em favor da vida. Elas são cegas para a vida.

Mas e quanto às novas leis informativas dependentes do estado? Meu palpite é que elas não seriam tão específicas a ponto de prenunciar a biologia como tal, mas podem favorecer uma classe mais ampla de sistemas complexos de gerenciamento de informações, dos quais a vida como a conhecemos seria um representante notável.

Ele ainda sugere:

É um pensamento edificante que as leis do universo possam ser intrinsecamente bio-amigáveis ​​dessa maneira geral. Essas noções especulativas estão muito longe de ser uma divindade operadora de milagres que invoca a vida do pó. Mas se o surgimento da vida, e talvez da mente, estão gravados na legalidade subjacente da natureza, isso conferiria à nossa existência como seres vivos e pensantes um tipo de significado de nível cósmico.

(Fonte)


Mais cedo ou mais tarde todos os físicos irão acordar para a “grande verdade”: a vida é abundante em todo Universo.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode doar através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.