NASA detecta luzes em Júpiter nunca antes observadas em outro mundo

Tempo de leitura: 2 min.
NASA detecta luzes em Júpiter nunca antes observadas em outro mundo
Polo sul de Júpiter: Crédito: NASA

Uma equipe de cientistas da NASA avistou estranhos flashes de luz conhecidos como “eventos luminosos transitórios” (de sigla em inglês, TLEs) na atmosfera superior de Júpiter.

Eventos como esses nunca foram observados em outro mundo até agora – embora aqui na Terra, os cientistas tenham observado flashes de luz semelhantes que ocorrem muito acima de tempestades com raios, desencadeados por descargas de eletricidade na alta atmosfera.

Por um tempo, os astrônomos teorizaram sua existência na atmosfera massiva e turbulenta de Júpiter. Graças aos novos dados coletados pelo instrumento espectrógrafo ultravioleta (UVS) anexado à espaçonave Juno da NASA, uma pequena sonda espacial que orbita o gigante gasoso desde 2016, a equipe finalmente conseguiu confirmar sua presença, conforme detalhado em um novo artigo publicado em the Journal of Geophysical Research: Planets.

Rohini Giles, cientista do projeto Juno e autora principal, em um comunicado:

O UVS foi projetado para caracterizar as belas luzes do norte e do sul de Júpiter. Mas descobrimos imagens UVS que não apenas mostravam a aurora jupiteriana, mas também um flash brilhante de luz ultravioleta no canto onde não deveria estar.

Quanto mais nossa equipe examinou isso, mais percebemos que Juno pode ter detectado um TLE em Júpiter.

Os flashes lembram TLEs que temos na Terra de várias maneiras. De acordo com Giles, esses eventos na Terra, incluindo “sprites“, cujas cargas elétricas em grande escala ocorrem acima de tempestades, e “elfos” (perturbações de emissão de luz e frequência muito baixa devido a fontes de pulso eletromagnético), que são halos de luz enormes ocorrendo cerca de 100 km acima das tempestades, “aparecem na cor avermelhada devido à sua interação com o nitrogênio na alta atmosfera”.

Em um mundo diferente, esses eventos raros seriam bem diferentes. “Mas em Júpiter, a atmosfera superior consiste principalmente de hidrogênio, então eles provavelmente apareceriam em azul ou rosa.”

Giles ainda disse:

Agora que sabemos o que estamos procurando, será mais fácil encontrá-los em Júpiter e em outros planetas. E comparar sprites e elfos de Júpiter com aqueles aqui na Terra nos ajudará a entender melhor a atividade elétrica nas atmosferas planetárias.

(Fonte)

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode doar através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.