Sarcófagos intactos de 2.600 anos começam a ser abertos no Egito

Tempo de leitura: 2 min.
Sarcófagos intactos de 2.600 anos começam a ser abertos no Egito

O governo egípcio anunciou recentemente descoberta de uma grande coleção de sarcófagos intactos e bem preservados que datam de 2.600 anos em uma grande necrópole.

O ministro do Turismo e Antiguidades, Khaled al Anani, informou que os 59 sarcófagos foram encontrados em três fossos na necrópole de Saqqara, perto da famosa pirâmide do rei Djoser.

Os caixões descobertos estão em muito bom estado e ainda conservam as cores originais, disse ele.

“Presenciei a abertura de um dos caixões e parece que o corpo foi mumificado ontem”, disse o curador neste sábado, acrescentando que o processo ainda não terminou porque ainda há camadas de sarcófagos para desenterrar.

Sarcófagos nunca abertos antes

Sarcófagos intactos de 2.600 anos começam a ser abertos no Egito

Quase trinta dos 59 sarcófagos descobertos estavam neste sábado diante da multidão, cobertos com um pano, depois de permanecerem por mais de 2.600 anos sob as areias de Bubasteum, a área do sítio arqueológico de Saqqara dedicado à deusa gato Bastet, fiadora do amor, harmonia e proteção.

Os baús, que ainda mantêm a cor séculos depois, pertencem ao Período Tardio e, especificamente, à XXVI dinastia (664-525 aC), a última antes da conquista persa, disse aos jornalistas o secretário geral do Conselho Supremo de Antiguidades, Mustafa Waziri.

Ele próprio, junto com o arqueólogo egípcio Zahi Hawass e o ministro do Turismo e Antiguidades, Khaled al Anani, abriu pela primeira vez dois caixões de madeira totalmente lacrados, nos quais estavam duas múmias cobertas com tecido e ornamentos de ouro em perfeito estado.

Quem está nos sarcófagos

Acredita-se que esses caixões abrigassem os restos mortais de um grupo de sacerdotes e altos funcionários do período tardio do antigo Egito.

Dezenas de estatuetas também foram desenterradas, incluindo uma de bronze para o deus Nefertum e amuletos.

A coleção estará em exibição no Grande Museu Egípcio, que será construído próximo às pirâmides de Gizé, junto com outros três caixões de madeira de 3.500 anos desenterrados da necrópole Al Asasif na cidade de Luxor, de acordo com o ministro.

(Fonte)


Só espero que ao abrirem esses sarcófagos não estejam liberando outro vírus estranho em nosso planeta.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.