Mensagens do além mostraram prova de contato com alienígenas do passado?

Tempo de leitura: 5 min.

Ocasionalmente, campos diferentes e aparentemente drasticamente desconectados de pesquisas se encontram.

ATENÇÃO: O OVNI Hoje não concorda nem discorda com o abaixo apresentado, e este artigo é publicado aqui somente para a apreciação dos leitores e troca civilizada de ideias na área de comentários. Qualquer comentário com pregação política ou religiosa será prontamente apagado pelos moderadores

Mensagens do além mostraram prova de contato com alienígenas do passado?

Quando uma pequena equipe de pesquisadores paranormais procurou usar sistemas de computador para entrar em contato com “o outro lado”, esse cruzamento um tanto “nublado” talvez tenha se tornado de clareza esotérica. O processo em si foi revolucionário em seu campo e abriu as portas para uma montanha de possibilidades. Além disso, eles não apenas conseguiram se comunicar com colegas de longa data, mas alguns daqueles com quem entraram em contato não eram necessariamente humanos.

Se a informação recebida é para ser acreditada, ela oferece não apenas provas de afirmações como a teoria dos astronautas da antiguidade, mas também de terras ‘míticas’, como a Atlântida.

Se essas reivindicações específicas fossem as únicas indicações de contato com ‘o outro lado’, poderia ser fácil descartá-las como sendo farsas ou fabricações. No entanto, entre essas aparentes conexões cósmicas, havia mensagens de entes queridos e outros pesquisadores da equipe que haviam passado adiante. Se essas mensagens forem precisas e verdadeiras, o que os pesquisadores, sem dúvida, pensavam que fossem, então não faria sentido desconsiderar as informações sobre civilizações alienígenas, independentemente de quão estranha pudesse parecer.

Antes de examinarmos essas revelações com mais detalhes, examinaremos a organização e algumas de suas descobertas iniciais.

O pesquisador Bill Eigles escreveria primeiro sobre essa área de pesquisa para Atlantis Rising no artigo ‘Sons e imagens do outro lado‘. Mais tarde, foi republicado no livro Forbidden Religion “Religião Proibida”, que analisa os muitos exemplos de sabedoria esotérica e a mistura de ciência e misticismo como uma, em vez de duas artes separadas. O pequeno vídeo abaixo apresenta uma discussão sobre o básico desse conceito de comunicação espiritual.

[Para informações de como ativar a legenda em português do(s) vídeo(s) abaixo, embora ela não seja precisa e possa não funcionar em dispositivos móveis, clique aqui.
(Macete: algumas legendas são melhores acompanhadas lendo-se somente a última linha)]

Transcomunicação instrumental

Em meados da década de 1980, um grupo de pesquisadores paranormais que finalmente se tornaria conhecido como Rede Internacional de Transcomunicação Instrumental (de sigla em inglês, INIT), procurou formas de estabelecer contato com aqueles ‘além do véu’ (que haviam morrido) por meio de meios dispositivos eletrônicos. Coisas do cotidiano, como rádios, televisões e computadores, e finalmente dispositivos eletrônicos, como telefones.

É uma noção que não é tão ‘lá fora’ quanto você imagina, particularmente se aceitarmos que ‘a alma’ ou o que quer que aconteça após a morte, é a nossa consciência passando de uma forma física para uma de energia e frequência. Essas frequências parecem operar da mesma maneira que as ondas que viajam para o seu rádio ou televisão. É, essencialmente, apenas uma questão de sintonizar com elas.

Essas comunicações aconteceriam através de vozes eletrônicas, escritos em um computador ou mesmo através de imagens. Um exemplo específico seria ver um pesquisador falecido recentemente, a imagem de Friedrich Jurgenson, aparecer na tela da televisão de um colega pesquisador por quase trinta segundos. Talvez seja um exemplo de força de energia manipulando ou assumindo os sinais e as ondas eletrônicas da televisão, a fim de aparecer para o colega como prova de uma existência após a morte. Nesse caso, o pesquisador que gravou a imagem teve um ‘desejo repentino’ de apontar a câmera de vídeo para a televisão. Imediatamente após fazê-lo, a imagem de seu colega apareceu.

As duas forças motrizes por trás da organização, no entanto, são Mark Macy e George Meek. Entre eles, eles se propuseram a provar a teoria da Transcomunicação Instrumental (ITC).

O curto vídeo abaixo mostra o incidente do rosto de Jurgenson aparecendo na tela da televisão após sua morte.

Comunicação com pesquisadores falecidos a muito tempo

Pesquisadores nesse campo tendem a acreditar que os espíritos, ou ‘aqueles do outro lado do véu’, decidem com quem entrar em contato e quando. No entanto, parece que o ‘segredo’ para iniciar o contato é simplesmente a mente humana estar aberta a essa noção. De acordo com o artigo de Eigles, essas experiências são “indivíduos que vivem na Terra se vinculando intimamente à consciência das mentes em níveis mais sutis e não físicos de existência”. Até mesmo tendo um ‘desejo apaixonado por contato’ é importante, pois isto está usando a meditação e o foco mental para melhorar a ‘habitação psíquica’. George Meek, por exemplo, havia recebido uma ‘carta’ por meio de seu sistema de computador de sua esposa. Ela havia morrido um tempo considerável antes.

A dupla também utilizaria um dispositivo tecnológico criado por Bill O’Neil chamado Spiricom. Esta máquina era composta pelos “treze tons que abrangem o alcance da voz masculina adulta” e foi desenvolvida em 1980. Segundo Meek, Macy e O’Neil, eles usaram o dispositivo para se comunicar com o Dr. George Mueller – um cientista da NASA que morreu mais de uma década antes, em 1967. Embora a voz de Mueller soasse “semelhante a um robô” através do dispositivo, havia uma “inteligência viva e definitiva” ouvida na comunicação.

A instituição tem uma comunicação semelhante registrada. Em 1996, Macy “entraria em diálogo” com o Dr. Konstantin Raudive, que era um pesquisador da ITC. Isso até sua morte, em 1974. A comunicação entre Macy e Raudive duraria cerca de quinze minutos. Outros pesquisadores da ITC também conversaram com o falecido pesquisador paranormal. O curto vídeo abaixo analisa isso um pouco mais.

O caso bizarro, mas assegurador, de Ezra Braun

Se é para se acreditar no caso de Ezra Braun, também há a continuação da consciência e desenvolvimento no plano astral. Ezra Braun era um garoto alemão que morreu aos doze anos de idade por leucemia. No entanto, em 1992, um pesquisador da ITC receberia uma imagem estranha em seu computador.

A imagem mostrava um jovem que parecia ter pouco mais de 20 anos. Ele estava sorrindo, obviamente feliz, e parecia ter a mão no ar como se estivesse acenando. Informações adicionais, incluindo texto, permitiriam à equipe de pesquisa entrar em contato com os pais do menino. Eles expressaram sem dúvida que este era o filho deles. Embora alguns anos mais velho do que ele tinha quando morreu. Outras fotos de Braun quando criança provaram aos pesquisadores que a pessoa em sua imagem misteriosa era “facilmente reconhecível” como sendo Ezra Braun. Os pais do menino, por mais emocionados que pareciam, estavam ’em êxtase’ por seu filho ainda estar ‘vivo’ em outro plano de existência. O fato dele também os ter contatado para assegurar isso também parecia ajudá-los um pouco.

O fato do menino agora parecer substancialmente mais velho na imagem acrescenta outra dimensão ao mistério. Essas entidades baseadas em energia continuam a crescer e envelhecer? Ou, como alguns pesquisadores teorizam, a energia cria sua própria forma ‘visual’ para o bem dos outros? Talvez a projeção de Ezra Braun como jovem, em vez de menino, se deva a como ele pensou que seus pais gostariam de vê-lo. Talvez seja assim que Braun se vê? E assim se torna a ‘representação visual’ no plano vivo aqui na Terra?

Memórias coletivas de Marduk e Atlântida

Talvez as mensagens mais interessantes do além sejam as ‘percepções espirituais de níveis mais elevados de consciência através de seres angelicais que nunca assumiram a forma humana’. Essas comunicações chegariam aos sistemas de computadores dos pesquisadores, enquanto tentavam se comunicar com colegas e entes queridos. As revelações não são apenas surpreendentes, mas podem endossar o que muitos pesquisadores reivindicam há algum tempo.

De acordo com uma dessas comunicações, por exemplo, os ‘seres espirituais’ afirmam que já viveram em um planeta que residia entre Marte e Júpiter. Sua civilização era altamente tecnicamente avançada. Tanto que eles viajavam pelo espaço milhares de anos atrás. No entanto, essa tecnologia levaria à sua queda. Seu planeta natal, Maldek ou Marduk, sofreu uma explosão catastrófica. Isso resultaria no cinturão de asteroides que reside hoje entre os dois planetas.

Uma parte da população deste quinto planeta, depois de Marte, conseguiu escapar e aterrissar na Terra. Eles começariam sua civilização novamente, na Terra, que se tornaria Atlântida. Esses atlantes acabariam cruzando com ‘seres primitivos’ indígenas do planeta. Isso se tornaria as raízes do que se tornaria a raça humana.

Essencialmente, esse ‘Mardukiano’ era um fantasma que ‘existia no plano astral’. O mesmo plano astral, se você acredita nas teorias, para o qual as pessoas da Terra viajam também quando morrem. Quando eles passam de uma existência física para uma de energia e frequência.

Em um campo em que eles certamente já enfrentariam a batalha de ter que levar as pessoas a uma maneira de pensar fora do quadrado, para que adicionassem algo tão estranho simplesmente não faz sentido. Em resumo, eles não teriam nada a ganhar com a fabricação dessas informações.

Uma verdade central?

Então, devemos levar a sério essas mensagens de fantasmas de extraterrestres de milhares de anos atrás? Eles não são as únicas alegações vidas ‘vidas passadas em outros planetas’ e uma singularidade para o Universo.

Já falamos antes sobre Boriska, por exemplo, que afirma que ele pode se lembrar de várias vidas, uma em particular de viver em Marte milhões de anos atrás. Ele também afirma que as viagens espaciais eram uma atividade rotineira para sua civilização.

Delores Cannon, através de suas sessões de terapia de regressão, também acredita que descobriu provas de vida em outros planetas no passado distante, bem como em vários casos em que a energia vital ‘alienígena’ reencarnou aqui na Terra. Ela também recuperou informações através de suas sessões de terapia que sugerem que extraterrestres tiveram uma enorme influência sobre a raça humana e como ela se desenvolveu.

Também há o Project Penguin e o contato aparente com ‘The Nine‘ (Os Nove), uma ‘presença eterna que vigia a humanidade’. Essa ‘presença’ residiria no mesmo plano astral que os habitantes de Marduk e da Terra, respectivamente?

Talvez esses habitantes desse plano astral sejam os verdadeiros guardiões do que os paranormais e místicos chamam de Registros Akáshicos. Seria possível, dadas as informações do suposto Mardukiano, que essas entidades sejam os guardiões do conhecimento? Pode mesmo ser que uma vez que uma energia (ou alma) deixe seu corpo físico e entre em um plano de existência onde tal conhecimento simplesmente preenche sua existência? Somente mais pesquisas nos aproximam coletivamente da resposta. Uma resposta que provavelmente mostrará que todas as áreas de interesse, quando estudadas mais adiante, alcançarão a mesma verdade central.

(Fonte)


Embora o artigo acima tenha uma profunda conotação de crença, peço a gentileza aos leitores de somente comentarem sua ideias sem fazerem pregações ou forçarem os outros a creditarem em suas crenças. Cada qual é livre para acreditar no que quiser e somente após a comprovação experimentada de forma pessoal alguém deve ser convencido de algo.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site.

Clique aqui para apoiar através do site Apoia.se, ou use o botão abaixo:


*Agora você também pode doar através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:

(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.