Astrônomos querem descobrir o que é o planeta nove de uma vez por todas

Tempo de leitura: 2 min.

Seria ele um planeta gigantesco com cinco vezes o tamanho da Terra – ou um buraco negro do tamanho de uma maçã?

Astrônomos querem descobrir o que é o planeta nove de uma vez por todas
Simulação de computador indica como seria o novo planeta

Existiria um nono planeta à espreita além da órbita de Netuno?

Os astrônomos têm observado estranhos padrões gravitacionais de um aglomerado de corpos conhecido como ‘objetos trans-netunianos’, ou, de sigla em inglês, TNOs, que podem ser explicados pela presença de um nono planeta em nosso sistema solar. O hipotético planeta, apelidado de ‘Planeta Nove‘, orbitaria nossa estrela a centenas de vezes a distância entre a Terra e o Sol.

Esse é um tópico polêmico, com alguns descartando o comportamento estranho dos TNOs como sendo causado por um aglomerado de rochas espaciais muito menores. Outros preveem que esse planeta teria cinco vezes a massa da Terra, orbitando nossa estrela a cerca de 400 vezes a distância entre a Terra ao Sol.

Finalmente, existe a possibilidade de que o Planeta Nove seja realmente um minúsculo buraco negro que sobrou do Big Bang. Tão pequeno, de fato, que mede apenas cerca de cinco centímetros de diâmetro – basicamente impossível de ver com qualquer tipo de telescópio.

Amir Siraj, estudante de graduação em Harvard, informou em comunicado:

Houve muita especulação a respeito de explicações alternativas para as órbitas anômalas observadas no sistema solar externo. Uma das ideias apresentadas foi a possibilidade do Planeta Nove ser um buraco negro do tamanho de uma toranja, com uma massa de cinco a 10 vezes a massa da Terra.

Então, qual dessas teses seria o Planeta Nove?

Em um novo artigo aceito no The Astrophysical Journal Letters, Siraj, ao lado de uma equipe de astrônomos da Universidade de Harvard e da Black Hole Initiative, delineou um método recém-desenvolvido que poderia responder a essa pergunta de uma vez por todas.

O plano deles é procurar explosões de acréscimo emitidas quando o pequeno buraco negro devora a matéria ao seu redor. Se eles encontrarem algum, isso significa que o Planeta Nove é realmente um buraco negro.

Siraj disse:

Nas proximidades de um buraco negro, pequenos corpos que se aproximam dele derreterão como resultado do aquecimento da acumulação de gás do meio interestelar para o buraco negro.

Avi Loeb, professor de ciências de Harvard, que também estava envolvido na pesquisa, acrescentou:

Como os buracos negros são intrinsecamente escuros, a radiação que a matéria emite a caminho da boca do buraco negro é a única maneira de iluminar esse ambiente escuro.

A equipe está apostando na próxima missão Legacy Survey of Space and Time (LSST), que ocorre no Observatório Vera C. Rubin, no Chile. Os astrônomos envolvidos na missão esperam responder perguntas sobre a natureza da energia escura e da matéria escura, bem como a formação e propriedades dos planetas em nosso sistema solar.

Loeb disse:

A LSST tem um amplo campo de visão, cobrindo o céu inteiro repetidamente e procurando explosões transitórias.

Outros telescópios são bons em apontar para um alvo conhecido, mas não sabemos exatamente onde procurar o Planeta Nove. Simplesmente não conhecemos a ampla região em que ele pode residir.

De acordo com Loeb, a ‘profundidade sem precedentes’ do LSST será capaz de detectar até os menores estragos.

Esta não é a única tentativa de descobrir os mistérios por trás do Planeta Nove. Mais recentemente, uma equipe diferente de astrônomos anunciou que espera lançar uma constelação de milhares de ‘nanoespaçonaves’ para procurar pelo objeto misterioso.

Infelizmente, essa visão ainda é impossível, com estimativas de custo ultrapassando a marca de US $ 1 bilhão – isto é, se for viável do ponto de vista tecnológico em primeiro lugar.

(Fonte)


Enquanto os cientistas trabalham com as três teses citadas acima para justificar as anomalias detectadas nos pequenos corpos celestes além da órbita de Netuno, há quem diga que o Planeta Nove não é nada mais que o legendário planeta Nibiru. Mas até agora parece que, se for Nibiru, ele ficou enroscado em algum lugar confins do nosso sistema solar, pois há anos muitas pessoas têm anunciado que ele está chegando.

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.