A SpaceX agora recebe solicitações para testadores Starlink Beta

Tempo de leitura: 2 min.

Com mais de 500 satélites Starlink de transmissão em banda larga já em órbita, a SpaceX espera avançar com o lançamento de seu serviço de Internet. A empresa liderada por Elon Musk agora está buscando usuários beta para testá-los, relata o ZDNet.

A SpaceX agora recebe solicitações para testadores Starlink Beta

O site do serviço agora convida os usuários a se inscreverem para se tornarem os primeiros a adotar o serviço.

O documento diz:

Receba atualizações sobre a disponibilidade de notícias e serviços Starlink em sua área.

Após a inscrição, os usuários recebem um e-mail:

O Starlink foi projetado para fornecer Internet de banda larga de alta velocidade para locais onde o acesso não é confiável, caro ou completamente indisponível. Espera-se que os testes beta privados comecem no final deste verão, seguidos pelos testes públicos, começando com latitudes mais altas.

O último lote de 58 satélites Starlink da SpaceX foi lançado em órbita baixa da Terra em 13 de junho, elevando o total para 540. Isso é suficiente para uma cobertura “menor”, de acordo com Musk. Oitocentos satélites atualizarão essa situação para uma cobertura “moderada”.

A empresa tem permissão da Federal Communications Commission (FCC) para lançar até 30.000 satélites, a fim de construir sua constelação de banda larga.

A notícia veio depois que o presidente da FCC, Ajit Pai, disse que tinha “sérias dúvidas” sobre a SpaceX fornecer serviço de banda larga suficiente para áreas rurais nos EUA para atender aos requisitos de um programa federal de subsídios para levar a Internet a áreas remotas.

O problema da banda larga via satélite é que ela geralmente não é tão responsiva, com uma latência nas centenas superiores de milissegundos – os serviços de banda larga com fio em casa geralmente têm uma latência em um ou dois dígitos.

Mas o Starlink pode ser muito mais responsivo do que a Internet via satélite tradicional. Musk afirmou durante uma conferência no início deste ano, como relatado pela Ars Technica:

Estamos segmentando a latência abaixo de 20 milissegundos.

(Fonte)


Assim, ao contrário do que as teorias da conspiração alegam, aparentemente os satélites Starlink são mesmo para transmissão de Internet. Resta saber ainda se serão lucrativos, e se sim, quem irá pagar por esses serviços, já que geralmente as pessoas que moram nas áreas mais remotas do planeta não tem tantos subsídios financeiros. Ou será que os satélites servem uma dupla função?😄

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.