Neve fica vermelha ao redor de estação de pesquisa na Antártica

Tempo de leitura: < 1 min.

Cientistas que trabalham em uma estação de pesquisa ucraniana revelaram que a neve nas proximidades ficou de uma cor estranha.

Neve fica vermelha ao redor de estação de pesquisa na Antártica

Uma série de imagens divulgadas pelo Ministério da Educação e Ciência da Ucrânia no início desta semana mostra uma paisagem bizarra de neve e gelo de cor vermelha ao redor da Base de Pesquisa Antártica Vernadsky.

Embora o fenômeno tenha deixado muitos usuários das redes sociais coçando a cabeça, a estranha coloração tem uma explicação convencional. Acontece que o culpado é um tipo de alga microscópica da neve que se torna mais comum durante o clima (relativamente) mais quente do verão antártico (entre outubro e fevereiro).

 As algas têm uma camada de caroteno vermelho que ajuda a protegê-las da radiação ultravioleta do Sol.

Os cientistas escreveram:

Devido à cor vermelha-carmesim, a neve reflete menos luz solar e derrete mais rapidamente. Como consequência, produz cada vez mais algas brilhantes.

O fenômeno passou a ser conhecido como ‘neve de framboesa’.

(Fonte)


Será que foi só ao redor da estação de pesquisa?

n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Compartilhe este artigo com a galáxia!



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


(Obs.: Se preferir utilizar depósito bancário, favor enviar e-mail para n3m3@ovnihoje.com para obter as informações. Obrigado.)



ÁREA DE COMENTÁRIOS:

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.