O OVNI de Westall e a estranheza que ocorreu depois

Tempo de leitura: 5 min.

Um evento misterioso acontece em uma terra considerada ‘distante’ pela maioria. Centenas de crianças testemunham algo que não conseguem explicar, mas ninguém acredita nelas. Os poucos adultos presentes, professores, são coagidos ao silêncio.

O OVNI de Westall e a estranheza que ocorreu depois

Os alunos desaparecem no ar. Existe a presença de uma força militar estrangeira desconhecida. Um cientista americano idealista viaja para o lado inferior do mundo em busca de respostas; eventualmente desonrado, tira a própria vida. Avistamentos de OVNIs ocorrem; um homem relata um avistamento de OVNIs e uma experiência incomum, alegando que seu carro está sendo sugado por luzes etéreas em uma estrada isolada. Três dias depois, um acidente de carro fatal ocorre no local exato em que o evento estranho ocorreu.

Você pode estar pensando que estas sejam a descrição de eventos de alguma série de ficção científica. Apenas um pequeno número de pessoas, até hoje, atestaria que todas, se não a maioria dessas alegações, eram inteiramente verdadeiras. O detalhe menos contestado de toda a estranheza é a observação de um objeto voador não identificado, um disco voador.

Eram 11h00, quarta-feira, 6 de abril de 1966, em Melbourne, Victoria, na Austrália. O que sem dúvida pode ter se apresentado como um dia comum na Westall High School, teria mudado drasticamente no momento em que as vozes começaram a gritar: “olhe para o céu, é um disco voador!”

Imediatamente, uma sensação de frenesi, medo, admiração e alegria ressoou entre os alunos, porque, como muitas testemunhas oculares dirão, enquanto olhavam para o céu azul claro da manhã, havia um disco voador prateado realizando manobras aéreas além das capacidades das aeronaves publicamente conhecidas do dia.

Enquanto centenas de estudantes corriam até uma área apelidada de ‘The Grange’, onde um piquete convergia para um bosque de pinheiros (hoje uma reserva natural) além dos limites da escola, numerosos relatos de testemunhas oculares afirmam que o disco voador realmente baixou na grama alta, causando uma impressão circular que permaneceu após a ascensão do OVNI. Alguns notaram também um padrão interno em turbilhão.

O OVNI não estava sozinho no céu. De acordo com muitas testemunhas oculares, vários aviões pequenos (com reivindicações de até 5) estavam atrás dele. (Embora não tenha havido relatos de qualquer atividade incomum feita pelo controle de tráfego aéreo ou pela Royal Australian Air Force. Até hoje, os supostos ‘5 pilotos’ nunca se manifestaram).

Desde então, houve alegações de que crianças, uma garota identificada apenas como ‘Tanya’ e outras que estavam mais próximas do objeto não identificado quando ele desceu, desmaiaram e ficaram inconscientes no chão ao seu redor. Testemunhas oculares afirmam que até uma ambulância compareceu ao local para ver os estudantes aparentemente sofrendo efeitos fisiológicos da experiência. Alega-se por uma testemunha ocular que ‘Tanya’ nunca mais foi vista, depois de sucumbir a algum efeito fisiológico da experiência, nunca retornando à escola após o evento em 6 de abril.

No fim das contas, acredita-se que a perseguição aérea, o pouso e a fuga/desaparecimento em alta velocidade ocorreram dentro de uma janela de aproximadamente 20 minutos. Foram 20 minutos, acordo com a maioria das testemunhas oculares vocais, que afetaram profundamente suas vidas.

Dr. James E. McDonald

Em entrevistas conduzidas pelo físico/ufólogo americano, Dr. James E. McDonald, aproximadamente um ano depois, ele conseguiu falar com o professor de ciências Andrew Greenwood, que estava lá naquele dia fatídico. Greenwood, ao perceber o frenesi que varria do lado de fora entre os estudantes, saiu para ver o que estava ocorrendo. Andrew Greenwood descreveu o OVNI como um “objeto redondo e prateado do tamanho de um carro com uma haste de metal saindo para cima”. Ele então observou que uma das primeiras coisas a ocorrer após o evento foi o diretor instruir todos os alunos a voltarem para suas salas de aula, após o que Greenwood disse que “ele [o diretor] deu uma palestra à escola e disse às crianças que iriam ser severamente punidas se elas falassem sobre esse assunto, e disse à equipe que poderiam perder o emprego se mencionassem o assunto.”

A partir daí, de acordo com aqueles que tentaram falar sobre o evento, surgiu um elemento de sigilo e supressão. Veículos militares foram vistos ao redor da área; o local estava totalmente bloqueado. Ironicamente, exatamente como virtualmente todos os filmes que envolvem esse evento fazem você acreditar. Homens em uniformes camuflados foram vistos por dezenas de testemunhas oculares que ainda falam sobre o assunto há mais de meio século. O que é incomum nos homens camuflados é que, na Austrália, nos anos 60, nem os militares australianos nem os britânicos usavam esse tipo de uniforme. Isto sugere um possível envolvimento de um grupo, fora de um governo nacional ou mesmo do governo dos EUA, que teve/tem presença em solo australiano.

Fala-se em supressão de informações em torno deste incidente. Não se save como as coisas eram gerenciadas na época. Talvez devido à natureza das notícias na década de 1960, ela simplesmente não recebesse a cobertura que receberia se ocorresse hoje. Porém, deve-se concordar que algo parece incomum nos registros. Ao pesquisar o evento pelos canais habituais, arquivos de registros de jornais públicos australianos, o ano inteiro de 1966 na Austrália parece estranhamente não ter muita informação. Pesquisando termos como ‘OVNI’, ‘Westall’, ‘Disco Voador’ estavam realmente se mostrando infrutíferos. Então, mudei a pesquisa puramente com base na data.

Em Melbourne, 1966, possivelmente por coincidência, este ano deixa um espaço em branco. Então comecei a verificar outros estados, caso as histórias chegassem a jornais mais distantes. Quando procurei no ‘The Canberra Times‘, verificando as datas por volta do início de abril, não encontrei nenhuma menção ao evento OVNI de Westall (embora talvez eu estivesse apenas procurando preguiçosamente todos os lugares errados). No entanto, encontrei esta história, relatada em Canberra, sobre uma história que aconteceu em Victoria, aproximadamente duas horas a noroeste do incidente de Westall, meros dias depois que o OVNI foi avistado nos fundos da escola:

MELBOURNE, segunda-feira. – A atual onda mundial de avistamentos de discos voadores foi trazida para mais perto de casa hoje por um relatório de um homem de Maryborough. Ronald F. Sullivan, 38 anos, construtor da Victoria Street, Maryborough, disse ter visto um objeto voador não identificado no Bendigo para St Arnaud Road na segunda-feira passada. Três dias depois, um jovem foi morto quando seu carro saiu da estrada no local em que Sullivan disse ter visto o objeto.

O Sr. Sullivan disse: “os faróis do meu carro foram subitamente desviados para a direita, sem motivo aparente. E se os tivesse seguido, teria fugido do trecho reto da estrada. O fato de eu ser um motorista experiente e conhecer bem o distrito salvou minha vida. Eu consegui parar antes de me acidentar. Então vi uma exibição de luzes gasosas em todas as cores do espectro em um piquete próximo. O objeto subiu cerca de 3 metros no ar. Mais tarde desapareceu.”

CANBERRA TIMES, TERÇA-FEIRA, 12 DE ABRIL DE 1966
Local onde as luzes misteriosas foram vistas.

Também alegou que a professora de química da Westall High, Barbara Robins, tinha acesso a uma câmera e estava tirando fotos apressadamente do OVNI durante o frenesi de 20 minutos. Há muitas fotografias que alegam ter sido tiradas durante este evento, mas quando as cruzei com referências (pesquisa reversa no google), todas estavam ligadas a outros avistamentos de OVNIs, embora isso seja comum em muitas notícias envolvendo questões mesmo fora do Paranormal. Foi sugerido que a câmera e o flime de Barbara Robins foram confiscados e ela foi coagida ao silêncio.

Em última análise, na minha opinião, isso é mais uma história sobre supressão do que qualquer outra coisa. Há inúmeras explicações possíveis, mas essas são as quatro principais que eu consigo apresentar:

  1. Histeria em massa, de alguma forma algo potencialmente inexistente saiu fora de proporção. Recordações dissimuladas de uma realidade mal interpretada. Este é realmente o cenário menos provável, na minha opinião.
  2. A vida extraterrestre ou ultraterrestre com acesso à tecnologia altamente avançada se apresentou a centenas de crianças australianas em idade escolar. Por alguma razão, alguma “agência” (governamental ou não) deseja manter em segredo um conhecimento suprimido.
  3. Certos grupos neste planeta têm acesso a tecnologia que ultrapassa em muito o que atualmente está disponível para as massas. Informação é poder, e o poder está sendo mantido pelas pessoas em geral. Aqueles que governam o mundo não querem que os indivíduos sejam auto-suficientes e capazes de prosperar fora do mamilo do ‘sistema’.
  4. A coisa toda foi armada. Toda a experiência foi orquestrada. “Eles” queriam testar como um grupo reagiria a algo assim, então como eles poderiam suprimi-lo.

Algumas estimativas para o número total de testemunhas desse fenômeno OVNI em Victoria por volta de 6 de abril de 1966 é de aproximadamente 300 indivíduos. Indivíduos que viram ‘um disco voador’ a uma altitude muito baixa. Não era uma nave que as pessoas estavam tendo dificuldades para ver através das nuvens; isso era algo que evitava os postes telegráficos (como uma testemunha alegou).

Tudo dito e feito, neste relato de eventos estranhos, há uma coisa importante a se perguntar. Alguém em tudo isso está mentindo, isso é certo. A pergunta que somente você pode realmente se perguntar é: quem? Os alunos decidiram criar alguma farsa? Por diversão? Pela fama? Eles não conseguiram, a história mal saiu. Ou seria a razão pela qual tipos aparentemente ‘militares’ foram envolvidos quase que instantaneamente, fazendo ligação com aqueles que estão no poder, porque certas pessoas sabem certas coisas que o resto de nós não tem permissão para entender?

Se você acha que o tempo revelará as respostas naturalmente, que a verdade surgirá por si própria, lembre-se de que esse evento aconteceu há mais de meio século. Muitas das testemunhas oculares passaram a vida inteira esperando para entender o que viram, como se algo surgisse do nada e ligasse as peças. Esse dia, infelizmente, ainda está por vir. A menos que algo mude, algo exponha, os segredos permanecerão segredos, inativos e desconhecidos.

C. M. Johnson

(Fonte)


n3m3

Compartilhe este artigo com a galáxia!

_______

ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais, ou use o botão abaixo:


_______

O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

-------
-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.