Cientistas encontram evidências de que Vênus tem vulcões ativos

Tempo de leitura: 2 min.

Assim como a Terra, Vênus pode estar vulcanicamente ativo.

Cientistas encontram evidências de que Vênus tem vulcões ativos
 
Esta figura mostra o pico vulcânico Idunn Mons (a 46 graus de latitude sul, 214,5 graus de longitude leste) na área de Imdr Regio, em Vênus. A sobreposição colorida mostra os padrões de calor derivados dos dados de brilho da superfície coletados pelo Espectrômetro de Imagem Térmica por Infravermelho Visível e Infravermelho (VIRTIS), a bordo da sonda Venus Express da Agência Espacial Européia. Crédito: NASA

Uma nova pesquisa liderada pela Universities Space Research Association (USRA) e publicada no Science Advances mostra que os fluxos de lava em Vênus podem ter apenas alguns anos, sugerindo que aquele planeta poderia estar vulcanicamente ativo ainda hoje – tornando-o o único planeta em nosso sistema solar, além da Terra, com erupções recentes.

O Dr. Justin Filiberto, principal autor do estudo e cientista da USRA do Instituto Lunar e Planetário (LPI), disse:

Se Vênus estiver realmente ativo hoje, seria um ótimo lugar para visitar, a fim de entender melhor o interior dos planetas. Por exemplo, poderíamos estudar como os planetas esfriam e porque a Terra e Vênus têm vulcanismo ativo, mas Marte não. Missões futuras devem poder ver esses fluxos e mudanças na superfície e fornecer evidências concretas de sua atividade.

As imagens de radar da sonda Magellan da NASA no início dos anos 90 revelaram que Vênus, nosso planeta vizinho, era um mundo de vulcões e extensos fluxos de lava. Nos anos 2000, o orbitador Venus Express da Agência Espacial Européia (ESA) lançou uma nova luz sobre o vulcanismo em Vênus, medindo a quantidade de luz infravermelha emitida por parte da superfície de Vênus (durante a noite). Esses novos dados permitiram aos cientistas identificar fluxos de lava frescos versus alterados na superfície de Vênus. No entanto, até recentemente, as idades de erupções e vulcões de lava em Vênus não eram bem conhecidas porque a taxa de alteração de lava fresca não era bem restrita.

O Dr. Filiberto e seus colegas recriaram a atmosfera cáustica quente de Vênus em laboratório para investigar como os minerais venusianos observados reagem e mudam com o tempo. Seus resultados experimentais mostraram que um mineral abundante no basalto – a olivina – reage rapidamente com a atmosfera e, em poucas semanas, fica revestido com os minerais de óxido de ferro – magnetita e hematita. Eles descobriram ainda que as observações da Venus Express sobre essa mudança na mineralogical levariam apenas alguns anos para ocorrer. Assim, os novos resultados de Filiberto e co-autores sugerem que esses fluxos de lava em Vênus são muito novos, o que implicaria que Vênus realmente tem vulcões ativos.

(Fonte)

Colaboração: Osnir Stremel Jr


n3m3

Compartilhe este artigo com a galáxia!

_______

ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.

O OVNI Hoje precisa de sua ajuda. Você pode ajudar na manutenção do site. Clique aqui para informações de como fazê-lo, ou use o botão abaixo:


_______

O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS:


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

-------
-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.