Mundos com muitos “sóis” podem abrigar a vida?

Tempo de leitura: 2 min.

Muitos de nós não acreditam que a Terra seja o único planeta habitável do universo. Quantos e onde estão os planetas com condições capazes de sustentar a vida como a conhecemos? Se eles existem, como se parecem?

Mundos com muitos "sóis" podem abrigar a vida?
Três sóis no céu do exoplaneta mais próximo Proxima Centauri b (impressão artística). Imagem: ESO / M. Kornmesser

Mais de 4.000 exoplanetas são conhecidos até o momento, a maioria deles orbitando estrelas únicas como o nosso Sol.

Agora o astrofísico Dr. Markus Mugrauer, da Universidade Friedrich Schiller, em Jena, na Alemanha, descobriu e caracterizou muitos novos sistemas estelares múltiplos que contêm exoplanetas.

Mugrauer disse em um comunicado de imprensa:

Vários sistemas estelares são muito comuns em nossa Via Láctea. Se tais sistemas incluem planetas, eles são de particular interesse para a Astrofísica, porque os sistemas planetários neles podem diferir do nosso sistema solar de maneiras fundamentais.

O Dr. Mugrauer encontrou vários novos sistemas estelares múltiplos que contêm exoplanetas. Ele se concentrou em mais de 1.300 estrelas hospedeiras de exoplanetas, com planetas orbitando-as para ver se elas tinham estrelas companheiras. Ele também demonstrou a existência de cerca de 200 estrelas companheiras de estrelas hospedeiras planetárias que estão a 1.600 anos-luz de distância do Sol.

Ele descobriu que existem tanto sistemas “apertados” com distâncias de apenas 20 unidades astronômicas (ua) – que em nosso sistema solar correspondem aproximadamente à distância entre o Sol e Urano – e também sistemas com estrelas acima de 9.000 ua uma da outra.

As estrelas companheiras também variam quanto à sua massa, temperatura e estágio de evolução. As mais pesadas ​​pesam 1,4 vezes mais que o nosso Sol, a mais leve possui apenas 8% da massa do Sol. A maioria das estrelas companheiras são estrelas anãs de baixa massa e frias que brilham levemente avermelhadas.

No entanto, oito anãs brancas também foram identificadas entre as fracas companheiras estelares. Uma anã branca é o núcleo queimado de uma estrela parecida com o Sol, que é do tamanho da nossa Terra, mas metade do peso do nosso Sol.

Essas observações mostram que os exoplanetas podem realmente sobreviver ao estágio evolutivo final de uma estrela semelhante ao Sol nas proximidades. (A maioria dos sistemas estelares com exoplanetas identificados possui duas estrelas.)

No entanto, foram detectadas cerca de duas dúzias de sistemas estelares triplos hierárquicos e até um sistema estelar quádruplo. No intervalo de distâncias investigadas, entre aproximadamente 20 e 10.000 unidades astronômicas, um total de 15% das estrelas estudadas possui pelo menos uma estrela companheira. Isso é apenas cerca da metade da frequência esperada em geral para estrelas do tipo solar.

Mugrauer disse:

Esses dois fatores juntos podem indicar que a influência de várias estrelas em um sistema estelar atrapalha o processo de formação do planeta e o desenvolvimento de suas órbitas.

(Fonte)


No final, o número de variações como estas no Universo é praticamente infinito, e nada pode ser concluído quanto ao fato desta ou aquela estrela poder abrigar a vida em seus exoplanetas. A única coisa certa é que se não há vida na maioria dos sistemas estelares lá fora, então esse fato seria um desperdício enorme de “terreno”.

Afinal, ao que tudo indica, o “drama da vida” parece ser um item essencial para alimentar a “Força da Criação”.

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais, ou use o botão abaixo:



ATENÇÃO: Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.



PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

PRESENTE PARA BEBÊ COMPRADO EM LOJA DA FLÓRIDA CONTINHA UM RIFLE CARREGADO

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.