web analytics

A verdadeira Data Limite: Um marco definitivo pelos aliens para o fim da nossa civilização?

Tempo de leitura: 9 minutos


Aproveitando que se fala tanto em data limite e o debate leva a outra questão que nunca sai de pauta, o fim do mundo como conhecemos, um aspecto intrigante emerge como material de reflexão: terão os aliens já definido uma data limite para a continuidade da nossa espécie ou civilização?

A verdadeira Data Limite: Um marco definitivo pelos aliens para o fim da nossa civilização?

Muitos pesquisadores têm notado que diversas pessoas ao redor do mundo têm sonhos parecidos com o mesmo tema: elas veem imagens de destruição catastrófica, em muitos casos elas próprias estão nesse cenário apavorante.

O que pode parecer apenas isso – sonhos – também pode dar margem a uma outra possibilidade mais instigante: poderiam ser avisos dos alienígenas para pessoas previamente selecionadas, talvez mesmo pessoas que já foram visitadas por eles em seus quartos, já tiveram algum tipo de contato ou até mesmo já foram abduzidas ou submetidas a algum tipo de exame em suas naves como parte de uma seleção de futuros sobreviventes ou, quem sabe, resgatados nesse evento apavorante e derradeiro para a maior parte dos humanos?

Bem, eu já tive um sonho sinistro, há uns 15 anos atrás. Acordei muito assustado… eu via tudo escuro como se fosse noite e as pessoas corriam desesperadas para todo lado … só eu me mantive calmo … e no “sonho” eu sabia que o que estava ocorrendo era o “fim do mundo”. Acordei muito assustado, pois o sonho parecia bem real.

Não pude precisar que tipo de catástrofe era, mas parece que era algo ligado a essa escuridão. Bem sabemos que no caso de um meteoro devastar o planeta a poeira levantada irá criar um efeito tampão no Sol imediatamente.

Essa escuridão poderá durar anos ocasionando a morte da vegetação e consequentemente da maior parte da vida na terra. É o efeito chamado “inverno nuclear”, pois isso também ocorreria, segundo os cientistas, no caso de detonações em massa de ogivas no caso de uma guerra nuclear, criando-se uma espessa camada de material em suspensão – cinzas, poeira, gases – impedindo a luz solar de chegar ao solo, matando a vegetação e com isso ocasionando a morte de animais e seres humanos por muitas décadas.

Como desconfio que já tive contato ou até mesmo fui abduzido na infância, por inúmeros fatos que já comentei neste blog, é possível que tenha sido mais do que um simples pesadelo.

Temos outros relatos interessantes aqui no OH de pessoas que tiveram algum tipo de contato mais direto com os aliens, como destaco a seguir:

Relato de MaryH

Então vou relatar duas experiências reais envolvendo ETs e eventos catastróficos:

1ª Experiência:

Cidade de Porto Alegre/RS – Lá pelo mês de julho de 2010, após levantar de manhã, fui até a sala abrir as janelas. Quando abri, olhei para a rua (estava no 5º. andar no prédio de uma rua, que a uma quadra dali da para uma das avenidas principais do bairro.

Quando olhei, vi toda as ruas a minha volta completamente destruídas (casas comerciais, residências, árvores, asfaltos…tudo! Há um prédio bem na esquina que tem uns 12 andares e observei que ele só estava inteiro até o 3º andar. Havia muita fuligem na rua, como se tivesse tudo queimado, tipo uma explosão.

Quando vi isto, minha mente logo pensou: “Meu Deus o que aconteceu enquanto eu estava dormindo? Caiu um míssil na cidade? Está acontecendo uma guerra? Fiquei neste pensamento por alguns segundos e levei a cabeça para o lado de dentro da sala e pensei em chamar alguém para testemunhar. Olhei novamente para fora, e tudo simplesmente desapareceu e a paisagem voltou ao normal.

Agora pergunto: O que foi aquilo? Uma ida para o futuro? Para quê? Me mostrar algo que irá acontecer? E daí? O que eu poderei fazer a respeito?

2ª Experiência:

Orlando, Flórida, EUA. – Ano de 2015. Minha filha está próximo a uma praia, que se parece com Porto Rico. Ela percebe que o mar está subindo e avançando…é um tsunami… Ela está com seu filho pequeno nos braços e corre para se proteger. Um OVET percorre o caminho dela e tenta se aproximar…ela foge. Ele só quer protegê-los mas ela foge, tem medo. Quando ele se aproxima, ela percebe que está em sua casa, segura com seu filho no colo.

Pergunto: Este episódio seria novamente uma ida ao futuro onde ela viu um evento acontecendo? Poderia ser um asteroide – como já aconteceu faz pouquíssimo tempo e só foi detectado quando estava quase no mar, justamente próximo a Porto Rico? E porque mostraram isto para ela? O que ela poderia fazer assim como eu??

A única coisa que penso é que nós, que vemos estas cenas, podemos evitar de estar perto. Mas e a data?? Quando irá acontecer, e SE irá acontecer?? Não nos mostram datas!!

Seria isto uma realidade que está por vir ou é apenas um medo que estão colocando em nossas mentes? Gostaria muito de saber.

Afirmo aqui que estes relatos são verídicos. Eu apenas relato. Não induzo ninguém a acreditar.

Depois de ler os relatos da MaryH, respondi a ela perguntando se conhecia o Caso Rivera, pois nesse caso a testemunha, abduzida em Porto Rico, relata que os alienígenas mostraram a ele imagens de uma cena que parecia a queda catastrófica de um meteoro no litoral de Porto Rico…. ou seja, o mesmo local que MaryH achava ter visto em seu sonho….

Vamos ao resumo do caso Rivera:

14 de maio de 1988. Amaury Rivera trabalhava em uma casa noturna, local onde haveria um concerto musical, o qual Rivera tinha intenção de fotografar. Ele havia levado uma câmera fotográfica emprestada por sua prima, tudo ocorreu como planejado, mas quando Amaury voltava para casa dirigindo seu carro em uma estrada, viu um homenzinho estranho, o qual não pensou ser um ET.

Imediatamente em vez de acelerar seu veículo, Amaury freou bruscamente e parou, então observou que havia um outro ser do lado da estrada, de repente, ouviu o som da porta do seu carro abrindo e ouviu a frase: ”Você não vai se  lembrar de nada”.

Nesse lapso de tempo, ele viu que estava em uma nave, em um local que parecia uma sala de projeção, onde havia 14 pessoas ao seu lado. Na frente deles havia três seres, e um deles foi apresentado como Amaron, um homem de pele escura, mas não era negro, e tinha cabelos negros e longos.

Por trás desse ser apareceu uma projeção de imagens, no início foi exibida uma pequena viagem espacial e na sequência pode-se ver a imagem de um meteoro gigante, o qual caiu sobre o oceano, no Caribe, perto de Porto Rico, trazendo consequências catastróficas para todo o planeta Terra. Seria uma profecia para o nosso planeta?” (Fonte: https://verdademundial.com.br).

Relato da Jaqueline:

Foi o ano passado, dias antes da nave vermelha aparecer, a que vi com meu marido no quintal, dia 11 de março, e postei a foto aqui, que ficou horrível, apesar dela ter ficado bem perto. A mensagem foi assim: Eu acordei ouvindo essa mensagem, em alto e bom tom, uma voz masculina e bem calma, me sentei na cama e fiquei ouvindo: “Jacqueline, olhe para o céu, observe os luminares, veja a estrela vermelha que se aproxima”. Eu vi o céu e uma estrela vermelha caindo, e senti uma dor no peito (vi a imagem na minha mente)… eu fiquei um tempo ali sentada, espantada e tentando entender, foram com essas exatas palavras que eu não vou esquecer nunca…foi isso.

Eu respondi à Jaqueline, fazendo menção à possibilidade de que os aliens não estavam se referindo a uma nave, mas a uma estrela mesmo, e que isso poderia mesmo ser uma mensagem de alerta, pois parece que pessoas que vem sendo contatadas recebem algumas informações esparsas sobre algo que irá ocorrer; algo nada bom para a maior parte da humanidade, um evento catastrófico.

No caso da Jaqueline, o interessante é que existe um caso notório, amplamente conhecido sobre a relação dos índios Hopi, que vivem no oeste dos Estados Unidos, com os seres que eles chamam de “povo das estrelas”.

Segundo os Hopi, a Estrela Kachina Azul ou Saquasohuh, é um sinal que irá significar a vinda do início do novo mundo, aparecendo na forma de uma estrela azul. A estrela Kachina azul é identificada como o nono e último sinal antes do “Dia da Purificação”, descrito como uma catástrofe ou um “cataclismo engolindo mundo”, que vai levar à purificação do planeta Terra. Após o aparecimento do azul Kachina, aparecerá a estrela vermelha Kachina, que trará o Dia da Purificação. Neste dia a Terra e toda a vida como a conhecemos mudará para sempre (Fonte: http://ufosonline.blogspot.com/).

Acredito que se os aliens disseram à Jaqueline para ver a estrela vermelha, isso não significa que ela estava lá fora no céu, mas me parece que foi mais um aviso, uma forma de chamar a atenção dela para o que pode ser a mesma estrela que os Hopi aguardam nos céus, depois de aparecer a estrela precursora, isto é, a estrela azul anunciando uma catástrofe planetária que se aproxima. 

Segundo os Hopi, apenas umas poucas pessoas, aquelas que “tem a paz no coração” escaparão; mais exatamente serão resgatadas pelo povo das estrelas.

Essas informações podem estar sendo passadas pelos aliens na forma de sonhos premonitórios, visões ou comunicações mais diretas como parece a que Jaqueline recebeu, e também outras pessoas, dentre as quais se incluem aquelas que tem sido contatadas há vários anos, desde 2012, por seres vestidos de negro numa vila do interior da Colômbia.

Caso Guasimal – Colômbia

Na comunidade de Guasimal, uma área rural distante alguns quilômetros de Zarzal, sede do município do mesmo nome, no vale do rio Cauca, desde 2012 as pessoas contam assustadas o avistamento, e em alguns casos até diálogos telepáticos, com seres estranhos de mais de dois metros, vestindo roupas pretas justas, com voz robótica, que aparecem à noite.

Nesse lugar calmo, esses avistamentos constantes assustam muitos, mas com o tempo as pessoas viram que os seres não lhes fazem mal, e até aprenderam a conviver com suas aparições. Em tempos de Internet e comunicação rápida, logo a notícia chegou aos grandes centros e daí para o mundo. Além de ufólogos, cresceu o número de visitantes em busca de algum avistamento ou um contato com alienígenas.

Policiais, pessoas comuns, religiosos, crianças já tiveram experiências com esses seres na comunidade. Além dos depoimentos, alguns áudios foram gravados em um contato ocorrido no final de dezembro de 2018, feito por Diego Mondragón, dono de uma fazenda onde, segundo ele, os supostos “alienígenas” foram várias vezes.

Modragón disse que uma noite em dezembro de 2018 esses seres chegaram a sua propriedade, justamente quando uma festa foi realizada em uma fazenda vizinha.

As pessoas que estavam na festa, segundo Mondragón, começaram a ouvir sons estranhos.

“Percebi o que estava acontecendo porque já havia tido contato com eles antes, mas alguns dos que estavam na fazenda ficaram com medo e alguém atirou com sua espingarda. Saí de casa e me aproximei da cerca da fazenda para dizer que eles deviam ficar calmos, que os seres viera em paz”, disse ele.

Depois de vários minutos, Mondragón continuou, um diálogo curto foi estabelecido entre ele, aqueles que estavam na fazenda e cinco supostos extraterrestres, os quais ficaram ao longe, sem se aproximar muito do grupo, mas em uma distância onde podiam se comunicar.

Os seres lhes disseram:

Fomos autorizados a vir e entregar uma mensagem de sacrifício pela humanidade, amor e lealdade. Amem uns aos outros porque a raça humana acabará em breve; vamos tirar uma pequena semente para preservar sua continuidade.

Esta é uma das partes da mensagem que um dos seres teria deixado, que foi gravada com a aprovação deste.

Então, o suposto ser de outro planeta disse que por 60 anos eles habitam Guasimal, onde afirmam ter uma base subterrânea de 5.000 metros quadrados, um espaço onde eles teriam uma nave mãe, afirmando ainda que vêm do planeta Orión. (há aqui uma contradição, pois para nós Orión é uma constelação).

Naquela noite, por causa do pânico que se seguiu, alguém chamou a polícia na área urbana de Zarzal. O patrulheiro Manuel Velandia Márquez, que está na instituição há 16 anos, os dois últimos da população de Valladolid, compareceu à situação.

“Eu fui no meu carro particular. Quando cheguei, havia muitas pessoas e todo mundo estava chateado, nervoso. Eles me disseram o que estava acontecendo e eu comecei a gravar um áudio no celular, porque a noite estava muito escura e apenas silhuetas de cerca de 2 metros de altura podiam ser vistas um pouco afastadas do local onde todos estavam reunidos. Eu disse: ‘Amigo, venha, quem é você, o que você quer?’ Foi nesse momento que eles começaram a conversar conosco”, lembrou o policial, que confirmou o depoimento de Mondragón.

De acordo com a história do policial Velandia, os supostos “extraterrestres” falavam “de seres que são mais evoluídos do que nós humanos, de uma semente que eles querem salvar da humanidade e das situações do futuro”.

O policial salientou que a voz desses seres “foi ouvida em um ponto e depois em outro, porque eles saltaram de um lugar para outro”. Ele também lembrou que o equipamento de comunicação tinha uma interferência, como se tivesse um campo magnético nas proximidades.

A primeira vez que Mondragón afirmou ver esses supostos humanoides era uma noite de lua cheia. A cadela da fazenda ficava latindo em um ponto fixo, perto dos currais das galinhas poedeiras.

“Eu fui ver o que aconteceu, porque aquele animal latia tanto. Quando cheguei aqui “, apontou, “vi um homem de dois metros de altura, vestido de preto e com uma estrela brilhante no peito. De um momento para outro, aquele homem pulou naquela ravina e continuou pulando pelas pastagens. Naquele dia eu disse que era alguém de outro mundo, porque se alguém pular no córrego, isso mata, esse ponto é muito alto”.

Como Mondragón, outros moradores de Guasimal dizem que viram os seres, a história que se repete é a incrível capacidade de pular. “Eles são capazes de pular vários metros. Eles estão aqui e de um momento para outro estão em outro piquete”, comentou um dos moradores que viu um dos seres vestidos de preto.

O ufólogo Cristian Ramos, do grupo Contact Ovni Colômbia, disse que pôde confirmar os depoimentos dos habitantes daquele local, porque disse que os viu na primeira vez que foi àquele local em 2013, quando chegou à fazenda de Diego Mondragón atraído pela curiosidade que despertou o caso.

“Na distância, a cerca de 200 metros, havia uma figura de cerca de 2,30 metros, usando roupas pretas e botas. Ele balançava da esquerda para a direita, nunca ficou parado. Ele olhava para nós “, disse Ramos.

O especialista nos estudos desses casos acrescentou que, quando estavam tirando uma câmera, o ser pulou para trás: “Naquele momento, o que ele fez foi pular dois ou três metros e saltar.”

As autoridades, embora sejam céticas, não se atrevem a negar veementemente o que acontece lá.

O prefeito de Zarzal, Luz Elena López, também ouviu as mesmas histórias.

“Eu não sei porque eu não os vi, eu não os ouvi, mas há pessoas que dizem que os viram e ouviram, eles dizem que são pessoas que saltam, pulam de uma colina para outra, que receberam mensagens diferentes e alguns têm falado com eles “, disse ele. (Fonte: https://www.eltiempo.com/).

Benjamin Rodriguez, que viveu toda a sua vida na localidade, garante que todos os seus vizinhos não podem estar loucos por terem visto o mesmo. “Eu acredito que essas pessoas (seres de preto) são boas, não querem nos machucar. Mas eu não sei porque eles tiveram que vir para Guasimal.”

Mesmo que haja tantas pessoas que deram para ver os supostos extraterrestres, muitos dizem que não viram nada. A explicação, segundo muitos moradores de Guasimal, é que eles não aparecem para todos.

Um motorista de táxi, que disse ter feito dez corridas para trazer visitantes para as fazendas, narrou há algumas noites que tinha várias pessoas entre as quais uma era menina.

“De repente a menina nos fez parar e apontou para uma área cercada e disse: “lá estão eles”. Todos nós olhamos sem ver nada, mas ela insistiu. Ela então nos mostrou um tablet e de repente, do nada, a tela ligou e algumas letras começaram a aparecer. Isso pareceu muito estranho para mim. Depois de alguns minutos, voltamos porque todos estavam com medo”. (Fonte: https://exploracionovni.com).

Conclusões

O caso Guasimal é um dos mais interessantes, porque as pessoas continuam vendo os seres, cujos primeiros avistamentos ocorreram em 2012. São avistamentos em grupo, portanto isso os torna ainda mais impressionantes.

A descrição dos seres – vestidos de preto, usando uma roupa justa, se enquadra em avistamentos em outras partes do mundo, como Argentina e a ex-União Soviética. Temos por exemplo um caso em Rostov no rio Don, Rússia, em julho de 1989. As testemunhas, uma mãe e seu filho, depois de verem uma nave pairando, viram um disco emitindo luzes azuis esverdeadas pousar na borda da floresta e dele saíram três seres altos usando uma roupa preta justa:

Um segundo ponto interessante é que a nossa visitante aqui do OH, Veronica, também conta ter visto uma vez um ser de preto que dava grandes saltos, ou seja, a descrição se encaixa naquela feita pelos habitantes de Guasimal. Então temos aqui: pessoas de diferentes locais do mundo, em diferentes épocas, relatando a mesma coisa…

O terceiro elemento, mais perturbador na história das aparições em Guasimal, é a mensagem dada pelos seres: “Fomos autorizados a vir e entregar uma mensagem sacrificial para a humanidade. É uma mensagem de amor e lealdade. Amem uns aos outros, porque a raça humana em breve será exterminada”.

Essa mensagem se soma a outras “revelações” perturbadoras… o caso Rivera no final dos anos 80 e a profecia Hopi, incrivelmente conectados aos “sonhos” da nossa visitante MaryH e Jaqueline, todos remetendo a uma catástrofe. Será natural, ouu provocada? Nesse caso, por quem? Pelos próprios humanos? Ou pelos próprios aliens? 

Ao falarem em “humanidade exterminada”, os aliens que aparecem em Guasimal parecem se referir não a um extermínio no sentido de algo provocado por eles, mas ao fato em si, o fim de quase toda a humanidade. E seu papel, como informaram, será preservar um pouco da semente, isso é, salvar alguns humanos dessa destruição global. 

A questão perturbadora é: o quanto estamos próximos desse evento cataclísmico? Uma palavra síntese está na mensagem dos alienígenas: “EM BREVE”…

Para mim, isso explica outro fenômeno que tem sido constatado pelos pesquisadores já há alguns anos: os grays já não realizam abdução de uma, duas ou três pessoas apenas… os relatos cada vez mais reportam a abduções em massa. As testemunhas veem nas naves dezenas de pessoas reunidas, a maioria em transe, em roupas de baixo (abduções noturnas).

Os pesquisadores estão intrigados, mas uma hipótese perturbadora emerge: parece que a agenda das abduções está sendo acelerada. Por quê?  E a resposta pode ser: porque algo irá ocorrer no nosso planeta, talvez uma catástrofe dizimando a maior parte dos humanos. Há quem diga, como o Dr. David Jacobs, que a criação de híbridos humanos-grays seria por essa razão: um futuro repovoamento do planeta. 

Se algo catastrófico está por vir, talvez o tema da Data Limite deva ser visto de outra ótica: uma nova era, de paz e progresso irá ocorrer no planeta sim, mas não sem antes ocorrer um evento transformador, que será a destruição da maior parte da humanidade. É isso que dizem os Hopi, e parece ser isso que agora nos advertem os alienígenas que estão aparecendo às pessoas em Guasimal… 

Se isso vai ocorrer ou não, só o futuro nos dirá, mas é importante estar atento aos sinais. Eles podem estar mais próximos do que você imagina … naquilo que você acha ser um mero sonho ou pesadelo.

Acredito que as pessoas selecionadas pelos aliens estão ou estarão recebendo esses avisos, uma preparação prévia para a DATA LIMITE que eles já conhecem.

-PREDADOR

Se você tem algum relato pessoal ou conhece alguém que teve uma experiência ufológico e não quer expor aqui no OH, escreva para o meu e-mail: guyana.luis@hotmail.com     

Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.