França anuncia criação de Força Espacial

Tempo de leitura: 2 min.


O presidente da França, Emmanuel Macron, disse no sábado que aprovou a criação de uma Força Espacial dentro da Força Aérea Francesa para melhorar as capacidades de defesa do país.

França anuncia criação de Força Espacial
Os jatos Alpha da força aérea francesa Patrouille de France voam sobre a avenida de Champs-Elysees durante a parada militar tradicional do dia da Bastilha em Paris, França. REUTERS/Gonzalo Fuentes

A declaração – feita na véspera das celebrações nacionais do Dia da Bastilha da França, que apresentam um desfile militar pelos Champs-Elysees de Paris – reflete uma iniciativa nos EUA defendida pelo presidente Donald Trump.

Macron disse a militares reunidos em uma tradicional recepção do Dia da Bastilha:

Para assegurar o desenvolvimento e o reforço de nossas capacidades no espaço, um alto comando para o espaço será criado em setembro.

Ele chamou o foco militar renovado no espaço de “verdadeira questão de segurança nacional“.

No ano passado, Macron falou da necessidade de uma estratégia de defesa espacial e esse foi o resultado, disse ele.

Ele acrescentou:

A nova doutrina espacial e militar que me foi proposta pelo ministério (de defesa), que eu aprovo, nos permitirá garantir nossa defesa do espaço …

Vamos reforçar nosso conhecimento da situação no espaço, protegeremos melhor nossos satélites, inclusive de maneira ativa.

A ministra da Defesa, Florence Parly, revelaria detalhes do financiamento em uma data posterior, acrescentou Marcon.

Corrida espacial internacional

O interesse declarado da França em aumentar sua prontidão militar no espaço segue o aumento dos gastos e do interesse na área pelos Estados Unidos, China e Rússia. Os observadores veem as atividades militares – incluindo satélites espiões, rastreamento de localização e interferência, comunicações e ataques cibernéticos – sendo cada vez mais instalados em órbita ao redor da Terra.

A França tem um plano de gastos militares para 2019-2025 que aloca 3,6 bilhões de Euros (US $ 4 bilhões) para defesa no espaço. Isso inclui a renovação dos satélites de observação e satélites de comunicação da OSC da França, o lançamento de três satélites de monitoramento eletromagnético CERES e a modernização de um sistema de vigilância de radar espacial chamado GRAVES.

O Pentágono elaborou planos para uma nova Força Espacial sob ordens de Trump, que declarou o espaço como um ‘domínio de guerra’. Mas esse projeto ainda requer a aprovação do Congresso dos EUA.

Em março, as conversações apoiadas pela ONU em Genebra para impedir uma corrida armamentista no espaço sideral terminaram sem acordo.

Parly anunciou a pesquisa da nova geração de satélites militares no Paris Air Show no mês passado. As operações francesas não poderiam mais ficar sem presença no espaço “para contribuir com nossa autonomia de avaliação, decisão e ação de maneira decisiva”, disse ela.

(Fonte)

Este site publica notícias que estão sendo disponibilizadas na Internet a respeito do fenômeno OVNI, bem como assuntos alternativos relevantes ao nosso planeta/Universo e à raça humana. Antes de criticar um artigo aqui publicado, entenda nossa missão clicando neste link.


Embora muitas pessoas pensem que a criação da Força Espacial dos EUA, e agora a da França, seja para nos proteger de alienígenas que por ventura viessem tentar dominar o nosso planeta, está claro que não se trata disso.

Primeiro, porque nenhuma raça alienígena avançada o suficiente para chegar até aqui iria tentar dominar o planeta através de força bélica. Seria uma estupidez que, pelo que sabemos até agora, só os humanos são capazes. Há outras formas de domínio muito mais inteligentes que não necessitam destruição.

Em segundo lugar, a ameaça pelos próprios humanos, sabotando satélites de países “inimigos” é real e, pelo que temos visto, já ativa há algum tempo.

-------

BOMBANDO NO planetaabsurdo.com.br:

MULHER VOLTA À VIDA DEPOIS DE ESTAR MORTA POR 6 HORAS

-------

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.