web analytics

Importante astrônomo trabalha em equação para provar que nave alienígena nos visitou

Tempo de leitura: 2 minutos
Importante astrônomo trabalha em equação para provar que nave alienígena nos visitou

Apesar dos ataques de colegas da comunidade científica, Avi Loeb continua defendendo sua teoria de que o objeto interestelar, chamado Oumuamua, que passou pelo nosso sistema solar, é parte de uma espaçonave alienígena. Ele argumenta que outros astrônomos perderam sua ‘curiosidade de infância’ e têm muito medo de errar.

Em entrevista ao jornal Chicago Tribune, Avi Loeb, chefe do departamento de astronomia da Universidade de Harvard, compartilhou que tem trabalhado em uma equação que provará que o estranho objeto interestelar, chamado Oumuamua é parte de uma espaçonave alienígena.

O astrônomo acha que Oumuamua não é um cometa ou um asteroide, como seus colegas sugerem, mas sim uma ‘vela’ que já foi a força motriz do ‘equipamento tecnológico avançado’. Loeb aponta que o objeto interestelar está se movendo muito rápido para um pedaço de rocha inerte, como se estivesse sendo empurrado por trás. Ele também não acha que é um cometa, pois as observações do objeto não revelaram nada parecido com a cauda de um cometa.

Loeb acredita que o formato do Oumuamua divulgado pelos astrônomos como sendo um pedaço de rocha em forma de batata é realmente errada. De acordo com ele, trata-se de uma grande vela de luz de um quilômetro de comprimento e 1 milímetro de espessura, que é tão leve e fina que é capaz de ‘pegar’ os raios do Sol e usá-los como ‘vento’, impulsionando-a ainda mais no espaço. Até agora, os cientistas não conseguiram determinar a forma exata do objeto devido à sua rotação complexa, mas sugeriram que seja uma rocha ’em forma de charuto’.

O renomado astrônomo enfrentou críticas de colegas sobre suas opiniões sobre a essência do Oumuamua. Muitos deles acusaram Loeb de publicar teorias de que ele mesmo não acredita e de se engajar na ‘ciência sensacionalista e mal-motivada’. No entanto, o principal astrônomo de Harvard continua inflexível em seus pontos de vista e está exigindo que seus críticos forneçam argumentos convincentes para refutar sua teoria.

(Fonte)


Impressionante como os ‘professores da impossibilidade’ com mentes obtusas sempre atacam aqueles profissionais mais ousados que tentam derrubar o status quo.

Seguimos mesmo assim.

n3m3

Você pode ajudar na manutenção do OVNI Hoje. Clique aqui para saber mais.

O OVNI Hoje TAMBÉM ESTÁ NAS REDES SOCIAIS: