Morre em acidente delator militar que diz ter visto base lunar

 

Morre em acidente delator militar que diz ter visto base lunar
Karl Wolfe.

Um ex-sargento da Força Aérea que alegou ter visto fotos ultrassecretas de uma base alienígena no outro lado da lua morreu em um acidente de bicicleta.

Karl R. Wolfe foi morto no acidente em 10 de outubro, em Lansing, Nova Iorque, depois de ter sido atingido por trás por uma jamanta que viajava para o sul na North Triphammer Road, perto de Sharon Drive. Ele tinha 74 anos.

Wolfe foi levado às pressas para o Centro Médico de Cayuga, onde ele mais tarde morreu devido aos ferimentos sofridos no acidente.

Embora o acidente esteja sob investigação, nenhuma acusação foi feita e o gabinete do xerife do condado de Tompkins não divulgou o nome do motorista do caminhão, relatou o Ithaca Journal.

Em 2001, Wolfe ganhou fama quando apresentou alegações de que tinha visto evidências fotográficas de uma estrutura alienígena do outro lado da Lua.

Em uma entrevista em vídeo, Wolfe disse que em meados da década de 1960, ele tinha autorização de alta patente e trabalhava para o Comando Aéreo Tático na Base Aérea de Langley, na Virgínia.

Wolfe disse que trabalha como técnico de eletrônica em laboratórios de vigilância fotográfica, e passou a maior parte do tempo trabalhando em máquinas que processavam imagens de vigilância do Vietnã.

Um dia, Wolfe lembrou que seu superior lhe disse para se reportar a uma instalação da NSA (National Security Agency – Agência Nacional de Segurança) na base para ajudar com um problema com o equipamento usado para processar imagens da primeira missão orbital lunar.

Wolfe disse que se reportou à instalação, a qual ele descreveu como sendo um grande edifício do tipo hangar, com muitos cidadãos estrangeiros em trajes civis, acompanhados por intérpretes – uma visão surpreendente para o militar.

O ex-militar lembrou que estava sozinho em uma câmara escura com outro aviador segunda classe, quando o outro disse: “A propósito, descobrimos uma base no lado de trás da Lua.”

“Eu disse: ‘De quem? O que você quer dizer?’”, Wolfe recordou. Ele disse que ficou fascinado com a declaração, mas temia que alguém pudesse entrar na conversa.

Então, Wolfe disse, que o soldado mostrou-lhe um mosaico de fotos montado a partir de várias passagens pelo orbitador lunar.

Wolfe disse:

Ele puxou um desses mosaicos e mostrou uma base que tinha formas geométricas – havia torres, havia edifícios esféricos, havia torres muito altas e coisas que pareciam como antenas de radar, mas eram estruturas muito grandes.

Todos os dias, quando ia para casa, pensava: “Mal posso esperar para escutar isso nas notícias”.

Depois de servir na Força Aérea, Wolfe frequentou a Universidade de Buffalo com dupla especialização em Antropologia Social e Cultural e Engenharia Eletrônica.

Wolfe passou a se tornar um consultor de auto-ajuda. Ele nunca se casou e não teve filhos.

(Fonte)


Agora o Sr. Karl Wolfe deve estar sabendo a verdade. Descanse em paz.

n3m3

AVISO: Todos são bem-vindos a participar da área de comentários abaixo. Contudo, os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprios autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências ou conflitos por eles causados.

Também informamos que, a fim de não causar distrações e conflitos desnecessários, comentários, avatares e pseudônimos com viés político, seja de qual ideologia for, serão prontamente apagados quando encontrados pelos moderadores. O foco dos comentários deve ser mantido no assunto de cada artigo e somente desviado quando for pertinente ao tema do OVNI Hoje.

Assim, colabore com o bom andamento dos comentários, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando comentários fora do padrão como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.