web analytics

Alienígenas podem ser encontrados bem perto de nossa casa

Tempo de leitura: 2 minutos

Já mencionei várias vezes aqui no OVNI Hoje que, ao invés da NASA e outras entidades científicas gastarem tanto dinheiro para procurarem por vida alienígena lá fora no espaço, seria muito mais eficiente se estudassem o fenômeno dos OVNIs aqui mesmo no nosso planeta.

Muitas pessoas acham que isto é besteira, pois, sendo totalmente desinformadas ou mesmo travadas em seus paradigmas, elas não acreditam que esse fenômeno seja real. Contudo, encontrei o artigo abaixo, escrito por Allen T. Ansevin, para o site estadunidense sentinelsource.com, que está perfeitamente alinhado com aquilo que penso.

Veja:

Alienígenas podem ser encontrados bem perto de nossa casa

Uma reportagem de ciência e tecnologia no site The Sentinel, na semana retrasada (“Looking for a sign” (Procurando por um sinal), sábado, 6 de outubro) revelou que um recente projeto de lei (EUA) havia proposto dar à NASA US$ 10 milhões para projetos de busca de vida alienígena. Eu sugeriria que milhões poderiam ser salvos se observássemos mais de perto o que já está acontecendo aqui na superfície da Terra.

O governo dos EUA evitou repetidamente um anúncio direto de que agora temos mais de meio século de relatos confiáveis ​​sobre OVNIs no ar e no solo. Apenas em dezembro passado, o The Washington Post relatou que Luis Elizondo havia renunciado ao seu cargo como diretor de um estudo governamental ovnilógico, presumivelmente por causa da frustração de que seu programa não tivesse sido levado a sério. Ele então se juntou a uma organização civil apoiando a pesquisa sobre OVNIs.

Dois dos mais conhecidos astronautas da NASA, Edgar Mitchel e Gordon Cooper, declararam publicamente sua crença na realidade das visitas dos OVNIs. Aqui em New Hampshire, temos tido avistamentos de OVNIs autenticados, incluindo o “Incidente em Exeter” (setembro de 1965), o avistamento de perto de um disco voador em Keene pelo patrulheiro Jack Zeller (outubro de 1984) e até o relatório de abdução de Barney e Betty Hill. (Setembro de 1961, detalhado em dois livros).

É digno de nota que a Força Aérea dos EUA respondeu a um grande número de relatos sobre OVNIs, criando programas para avaliar as reivindicações. Infelizmente, o relatório emitido na conclusão de 1969 do conhecido Projeto Blue Book, “oficialmente”, desconsiderou as evidências de veículos extraterrestres. Entretanto, é significativo que o primeiro astrônomo cético, o Dr. J. Allen Hynek, conselheiro científico do Blue Book, reclamou de problemas que tornaram o projeto “totalmente inadequado”, e depois revisou dramaticamente sua reputação como um desbravador de OVNIs, para se tornar o fundador diretor do Centro de Estudos sobre OVNIs (cufos.org) em 1973.

Em consequência do desdenhoso Relatório Condon de 1968, as organizações civis de OVNIs, NICAP e MUFON, já tendo recebido a negação do governo de um acidente de OVNI em 1947 em Roswell, NM, como sendo um “balão meteorológico”, gritaram “acobertamento!” Por quanto mais tempo o público deverá ficar satisfeito com a posição “oficial” do governo?

Que nossos céus tenham sido visitados por seres extraterrestres é facilmente uma das notícias mais importantes dos últimos 100 anos. Neste ponto, por que a NASA não está tentando estabelecer comunicação direta com os operadores de OVNIs?

(Fonte)


A grande pergunta postulada ao final do artigo, para mim, só tem uma resposta: Eles já estão em contato e nós não podemos saber disso, pois causaria uma mudança de paradigma muito grande no planeta. E, é claro, isto é totalmente desfavorável aos interesses daqueles humanos que estão no poder.

n3m3