web analytics

Asteroide de 15 metros teria passado muito próximo da Terra, sem “aviso prévio”

Tempo de leitura: 1 minuto
Foto do que teria sido um asteroide que passou muito próximo da Terra.

Foto do que teria sido um asteroide que passou muito próximo da Terra. (Use o botão direito do mouse para ampliar a imagem.)

Pesquisadores russos alegam ter visto um asteroide passar bem próximo da Terra, sem ter sido detectado previamente.  O asteroide foi reportado ter um tamanho similar ao que explodiu espetacularmente em Chelyabinsk fevereiro passado, ferindo 1.500 pessoas.

Vladimir Lipunov, da Universidade Estadual de Moscou e do Instituto Astronômico Sternberg, disse que o asteroide tinha 15 metros de diâmetro e estava se movendo a 16km por segundo, quando foi avistado horas antes de passar dentro da órbita dos satélites geoestacionários.

Lipunov teria dito ao site RT.com que “[o asteroide] foi descoberto na sexta-feira à noite pela nossa estação, próxima ao Lago Baikal e nove horas mais tarde ele passou dentro de 11.300 km da superfície da Terra“.

Se o asteroide tivesse entrado a atmosfera terrestre por sobre uma área populosa, é possível que ele pudesse causar danos significativos – embora ele não seja grande o suficiente para causa extinção em massa.

Sem uma confirmação independente, é difícil dizer com certeza se o asteroide tenha sido o que a equipe de Lipunov disse ter sido – mas isso não seria tão incomum.  Tanto a NASA, quanto a Agência Espacial Europeia estão entre as entidades que possuem programas de procura de asteroides próximos à Terra, os quais poderiam apresentar risco à Terra.

Mais de 600.000 asteroides são conhecidos dentro de nosso sistema solar (dos quais 10.000 são classificados como ‘próximos à Terra’) e muito mais estão invisíveis. Com a atual tecnologia e financiamento é impossível rastrear precisamente cada um deles, muito menos obter um plano de emergência para devia-los de uma rota perigosa ao nosso planeta.

n3m3

Fonte: The Huffington Post, via RT.com

Colaboração: Antônio Gomez