Estaria uma arma de destruição em massa sendo escondida do Congresso dos EUA?

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.
Ouça este artigo...

Esta nova arma, desenvolvida no âmbito de um programa denominado “Prompt Global Strike”, estaria em desenvolvimento na Radiance Technologies, uma empresa aeroespacial.

Crédito da imagem ilustrativa: n3m3/Bing/DALL-E

De acordo com Daniel Sheehan, esta arma é capaz de atingir a Rússia ou a China em menos de dois minutos, é totalmente invisível ao radar e tem a capacidade de fazer curvas em ângulo reto a mais de 30.000 km/h (20.000 mph) – mais de 25 vezes a velocidade do som.

Estas características surpreendentes, diz ele, foram derivadas do estudo de uma “nave não humana”, obtida pela Radiance de “outra empresa aeroespacial”. O jornalista Ross Coulthart relatou há algumas semanas que, segundo suas fontes, uma empresa aeroespacial estava tentando se livrar de um desses dispositivos. Poderia ser esta a máquina mencionada por Sheehan?

Corrida armamentista

Os EUA não são o único país a trabalhar em mísseis nucleares com capacidades de alcance sem precedentes. Em 2018, a Rússia anunciou que tinha desenvolvido mísseis hipersônicos, apresentados como sendo “invencíveis” porque a sua velocidade (Mach 10) tornava-os impossíveis de interceptar. No entanto, segundo o site ucraniano Defense Express, um míssil hipersônico foi abatido na Ucrânia em maio passado.

A China também tem trabalhado no seu próprio míssil hipersônico, o CH-AS-X-13, com alcance de 3.000 km, segundo a Agência Americana de Inteligência de Defesa. Dito isto, nem o sistema russo nem a arma chinesa parecem ter características comparáveis ​​às do dispositivo supostamente trabalhado pela Radiance Technologies.

Embora a participação dos EUA numa corrida armamentista não seja novidade, Daniel Sheehan está preocupado com a natureza unilateral do projeto, dadas as suas implicações estratégicas. Na sua opinião, o programa “Prompt Global Strike” está sendo desenvolvido sem supervisão do Congresso, nas mãos de uma empresa privada.

Transparência sobre OVNIs em jogo

Esta revelação surge num contexto de confronto político em torno da Lei de Divulgação de Fenômenos Anômalos Não Identificados. Esta lei, proposta como parte do projeto de lei anual de financiamento da defesa, apela à criação de um painel de nove pessoas para analisar todas as informações e objetos detidos pelas agências de defesa e inteligência, bem como por empresas privadas, com o objetivo de os divulgar ao público. Inspirada na Lei de Registros de Assassinato JFK, este texto dá ao comitê a capacidade de intimar testemunhas, bem como exercer o poder de Domínio Eminente sobre objetos de “origem não humana” mantidos por empresas privadas, como subcontratadas do Departamento de Defesa… que incluem Radiance Technologies

A divulgação de Sheehan sobre o envolvimento da Radiance Technologies no programa “Prompt Global Strike” não é coincidência:

“Oferecemos a eles a oportunidade de manter esse sistema de armas confidencial, se quisessem, mas eles apresentaram pessoas da folha de pagamento da indústria aeroespacial para bloquear esse projeto. Agora estamos trazendo informações para que eles saibam que se não deixarem esse projeto de lei ser aprovado, estabelecendo esse processo responsável revelando que a tecnologia OVNI é real, que existe uma Inteligência Não-Humana, nós temos escolhido para revelar essas informações publicamente, e revelaremos mais informações se eles não recuarem.”

Com várias aparições de alto nível em várias plataformas nos últimos dias e uma série de ameaças veladas aos oponentes da Lei de Divulgação de OVNIs, Daniel Sheehan não mostra sinais de parar…

(Fonte)


ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

Apoie o OVNI Hoje: Cada Doação é Essencial!

Agradecimentos aos colaboradores do mês: ❤️Eneias Vieira ❤️Silas Raposo ❤️Leopoldo Della Rocca ❤️Cristina Vilas Boas

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

arma nuclearDaniel Sheehanmíssil hypersônicoOVNIsUAPUFOs
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.