Importante astrônomo diz que ETs podem ser uma “IA mega-estranha”

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.

O principal astrônomo do Reino Unido alerta os cidadãos britânicos que se e quando encontrarmos vida alienígena, esta pode ser mais bizarra – leia-se: mais artificialmente inteligente – do que alguma vez poderíamos ter imaginado.

Lord Martin Rees – astrônomo real do Reino Unido. Crédito: Roger Harris, CC BY 3.0 https://creativecommons.org/licenses/by/3.0, via Wikimedia Commons

Num artigo para a BBC, o astrônomo real britânico Lord Martin Rees afirma que não é estranho considerar a existência de alienígenas de Inteligência Artificial – IA, dado que nós, humanos, estamos entrando numa era de IA.

Explicou o astrônomo nomeado pela Coroa:

“Nós, seres humanos, podemos estar perto do fim da evolução darwiniana – já não é necessário que nos tornemos os mais aptos para sobreviver – mas a evolução tecnológica de mentes artificialmente inteligentes está apenas começando. Pode demorar apenas mais um ou dois séculos até que os humanos sejam ultrapassados ​​ou transcendidos pela inteligência inorgânica.”

Rees continua:

“Se isso acontecer, nossa espécie teria sido apenas um breve interlúdio na história da Terra antes que as máquinas assumissem o controle.”

Alienígenas de carne osso

Embora muitas vezes imaginemos os extraterrestres como humanoides, ou pelo menos de carne e osso, há uma boa chance de que eles possam ser “mais artificiais”, afirma o lorde britânico, o que “poderia explicar porque o cosmos parece tão vazio de vida similar à nossa“.

Se a inteligência não orgânica é a forma como as coisas funcionam no Universo, os nossos telescópios feitos pelo homem “seriam muito improváveis” de encontrar vestígios de vida como a nossa, argumenta Rees.

Ele acrescenta:

“Talvez seja mais provável que os alienígenas sejam a progênie eletrônica remota de outras criaturas orgânicas que existiram há muito tempo.”

É uma afirmação ousada, e parece que Rees já fez isso antes – e recentemente também.

Em junho, o astrônomo real publicou um artigo de opinião semelhante na Scientific American que assumiu uma posição de IA sobre o famoso paradoxo de Fermi, no qual, ao discutir a vida extraterrestre em 1950, após ver uma tirinha do New Yorker de alienígenas roubando latas de lixo de Nova Iorque, o físico Enrico Fermi perguntou: “Onde estão todos?

Como Rees sustentou naquele editorial anterior, a resposta a essa pergunta diabolicamente simples pode não ser um efeito de “grande filtro” que impede a existência de outros tipos de vida, mas sim que outras civilizações são muito mais inteligentes artificialmente do que a nossa.

É uma abordagem interessante, para dizer o mínimo, especialmente porque, apenas algumas semanas antes, um pesquisador muito menos famoso sugeriu que a própria IA poderia ser o “grande filtro” que todos esperávamos.

Se existem alienígenas de IA por aí, afirma Rees, é quase certo que não temos a tecnologia para detectá-los – isto é, se eles quiserem ser encontrados.

Rees concluiu:

“Talvez tudo o que existe lá fora não evolua por seleção darwiniana: seria o que chamo de ‘design inteligente secular’, que é um pouco como máquinas que projetam máquinas melhores. E embora possa não nos transmitir a sua existência, pode ser encontrado em todo o Universo.”

(Fonte)


…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui para acessá-la.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar, pois cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

Lembre-se que as doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês: Paulo Sanchez ❤️ Edward Vaz Jr. ❤️ Jose Carlos Mamede ❤️ Sila Raposo ❤️

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta, portanto aja com responsabilidade.
  • O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com éticasempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

alienígenasETsIAinteligência artificialMartin ReesOpinião
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.