Curiosity encontra arco “rochoso” em Marte que está desafiando o vento e a erosão

Tempo de leitura: 2 min.

O jipe-sonda Curiosity avistou um minúsculo arco escultural resistindo à gravidade no planeta vermelho.

Este pequeno arco está na cratera Gale em Marte, conforme visto pelo jipe-sonda Curiosity da NASA. NASA / JPL-Caltech / LANL / Kevin M. Gill


Gostamos de nos maravilhar com os grandes arcos de rocha natural na Terra. Bem, há uma versão minúscula em Marte e é tão deliciosa quanto. O jipe-sonda Curiosity da NASA deu uma boa olhada em uma pequena formação rochosa de textura estranha que está resistindo às forças do vento e da erosão no planeta vermelho.

O Curiosity está explorando a cratera Gale, lar de uma montanha impressionante chamada Monte Sharp. O jipe-sonda tirou algumas fotos de perto do arco irregular e delicado na semana passada, e o cientista Kevin Gill colocou as imagens juntas em uma visualização em mosaico.

A geóloga planetária da NASA, Abigail Fraeman, descreveu a visão como “uma imagem particularmente caprichosa de uma textura de rocha interessante” em uma atualização da missão do jipe-sonda.

Ela ainda disse:

“Continuo deslumbrada com as texturas que vemos, especialmente a prevalência de saliências do tamanho de centímetros e protuberâncias saindo da rocha.”

O Curiosity está atualmente verificando uma zona de transição entre a “unidade portadora de argila” (uma área rica em minerais de argila) e a “unidade portadora de sulfato” (gesso e sais de Epsom são exemplos de sulfatos). Ambas as áreas sugerem um passado potencialmente aquoso na região e são de interesse para os cientistas que estão investigando se Marte já foi habitável para a vida microbiana.

O campo de visão das imagens do arco é de apenas cerca de 16,5 centímetros, o que significa que toda a formação é muito pequena. De acordo com a geóloga planetária Michelle Minitti, o delicado arco provavelmente é feito de material resistente à erosão (meu grifo – n3m3). A cratera Gale é um local poeirento e com muito vento e a paisagem rochosa mostra os sinais disso.

O geólogo Gwénaël Caravaca comentou sobre o arco no Twitter, dizendo que pode ser visto como uma cobra, chifres ou uma cepa de DNA…

A Curiosity explora a cratera Gale desde 2012. O arco mostra que ainda há muitas maravilhas visuais e geológicas para o veículo espacial veterano descobrir enquanto sobe pela base do Monte Sharp.

(Fonte)


Sim, há muitas maravilhas para serem vistas por lá, a maioria das quais nunca chegarão aos nosso olhos. E, a propósito, grifei a frase acima onde a geóloga Michelle Minitti fala que esta formação pode ser constituída de um “material resistente à erosão“, para apontar que possivelmente não se trata de uma estrutura totalmente rochosa. Então, o que poderia ser? Talvez algo metálico que acabou ficando encrustado pelo solo marciano? Não se sabe ainda (pelo menos é o que nos dizem).

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
astronomiaCuriosityMarteNASA
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.