web analytics
Tempo de leitura: 2 min.

Curiosity encontra arco “rochoso” em Marte que está desafiando o vento e a erosão

Tempo de leitura: 2 min.

O jipe-sonda Curiosity avistou um minúsculo arco escultural resistindo à gravidade no planeta vermelho.

Curiosity encontra arco "rochoso" em Marte que está desafiando o vento e a erosão
Este pequeno arco está na cratera Gale em Marte, conforme visto pelo jipe-sonda Curiosity da NASA. NASA / JPL-Caltech / LANL / Kevin M. Gill


Gostamos de nos maravilhar com os grandes arcos de rocha natural na Terra. Bem, há uma versão minúscula em Marte e é tão deliciosa quanto. O jipe-sonda Curiosity da NASA deu uma boa olhada em uma pequena formação rochosa de textura estranha que está resistindo às forças do vento e da erosão no planeta vermelho.

O Curiosity está explorando a cratera Gale, lar de uma montanha impressionante chamada Monte Sharp. O jipe-sonda tirou algumas fotos de perto do arco irregular e delicado na semana passada, e o cientista Kevin Gill colocou as imagens juntas em uma visualização em mosaico.

A geóloga planetária da NASA, Abigail Fraeman, descreveu a visão como “uma imagem particularmente caprichosa de uma textura de rocha interessante” em uma atualização da missão do jipe-sonda.

Ela ainda disse:

“Continuo deslumbrada com as texturas que vemos, especialmente a prevalência de saliências do tamanho de centímetros e protuberâncias saindo da rocha.”

O Curiosity está atualmente verificando uma zona de transição entre a “unidade portadora de argila” (uma área rica em minerais de argila) e a “unidade portadora de sulfato” (gesso e sais de Epsom são exemplos de sulfatos). Ambas as áreas sugerem um passado potencialmente aquoso na região e são de interesse para os cientistas que estão investigando se Marte já foi habitável para a vida microbiana.

O campo de visão das imagens do arco é de apenas cerca de 16,5 centímetros, o que significa que toda a formação é muito pequena. De acordo com a geóloga planetária Michelle Minitti, o delicado arco provavelmente é feito de material resistente à erosão (meu grifo – n3m3). A cratera Gale é um local poeirento e com muito vento e a paisagem rochosa mostra os sinais disso.

O geólogo Gwénaël Caravaca comentou sobre o arco no Twitter, dizendo que pode ser visto como uma cobra, chifres ou uma cepa de DNA…

A Curiosity explora a cratera Gale desde 2012. O arco mostra que ainda há muitas maravilhas visuais e geológicas para o veículo espacial veterano descobrir enquanto sobe pela base do Monte Sharp.

(Fonte)


Sim, há muitas maravilhas para serem vistas por lá, a maioria das quais nunca chegarão aos nosso olhos. E, a propósito, grifei a frase acima onde a geóloga Michelle Minitti fala que esta formação pode ser constituída de um “material resistente à erosão“, para apontar que possivelmente não se trata de uma estrutura totalmente rochosa. Então, o que poderia ser? Talvez algo metálico que acabou ficando encrustado pelo solo marciano? Não se sabe ainda (pelo menos é o que nos dizem).

– n3m3

P.S.: Por que o OVNI Hoje publicou este artigo? Clique aqui para saber.


PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


*Agora você também pode apoiar o OVNI Hoje através de uma transferência PIX, clicando aqui, ou utilizando o QR Code abaixo:



ÁREA DE COMENTÁRIOS

Atenção:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores. Pessoas que insistirem em burlar as regras serão banidas dos comentários.
EnglishFrançaisDeutschItaliano日本語PortuguêsEspañol