Asteroide Apophis está acelerando e pode colidir com a Terra… mas calma!

Tempo de leitura: 2 min.
Imagem meramente ilustrativa

Um astrônomo do Instituto de Astronomia (IfA) da Universidade do Havaí revelou novas descobertas críticas relacionadas a um grande asteroide que deverá passar muito perto da Terra. Dave Tholen e colaboradores anunciaram a detecção da aceleração de Yarkovsky no asteroide Apophis que está próximo à Terra. Esta aceleração surge de uma força extremamente fraca em um objeto devido à radiação térmica não uniforme. Esta força é particularmente importante para o asteroide Apophis, pois afeta a probabilidade de um impacto com a Terra em 2068.

Todos os asteroides precisam irradiar novamente o calor da energia que absorvem da luz do Sol para manter o equilíbrio térmico, um processo que altera ligeiramente a órbita do asteroide. Antes da detecção da aceleração de Yarkovsky no Apophis, os astrônomos concluíram que um impacto potencial com a Terra em 2068 era impossível. A detecção desse efeito atuando no Apophis significa que o cenário de impacto de 2068 ainda é uma possibilidade.

O Apophis é digno de nota por causa de sua trajetória extremamente próxima da Terra na sexta-feira, 13 de abril de 2029, quando a rocha espacial de 300 metros se tornará visível a olho nu ao passar dentro do cinturão de satélites de comunicação que orbitam a Terra.

Tholen, que tem rastreado com precisão o movimento do Apophis no céu desde que sua equipe o descobriu em 2004, informou:

Sabemos há algum tempo que um impacto com a Terra não é possível durante a aproximação de 2029. As novas observações que obtemos com o telescópio Subaru no início deste ano foram boas o suficiente para revelar a aceleração Yarkovsky de Apophis, e elas mostram que o asteroide está se afastando de uma órbita puramente gravitacional em cerca de 170 metros por ano, o que é suficiente para manter o cenário de impacto de 2068 em jogo.

Os cálculos da órbita foram realizados por Davide Farnocchia do Jet Propulsion Laboratory, que é coautor do artigo apresentado no encontro virtual de 2020 da Divisão de Ciências Planetárias da Sociedade Astronômica Americana.

Outras observações para refinar a amplitude do efeito Yarkovksy e como ele afeta a órbita do Apophis estão em andamento. Os astrônomos saberão bem antes de 2068 se há alguma chance de impacto.

(Fonte)

Bem, a questão é que só agora viram que a órbita do Apophis está sendo afetada pela aceleração de Yarkovsky. Será que novos estudos não detectarão a possibilidade dessa rocha espacial nos atingir já em 2029? Afinal, a todo o momento os cientistas recalculam e reanalisam suas teses e as mudam à medida que encontram discrepâncias.

Seja como for, se ocorrer em 2068 eu não estarei aqui para relatar. Porém, embora a chance seja quase nula, se ocorrer em 2029, pode ser que eu ainda esteja vivo para relatar o estrago, pois, como já relatado em outro artigo aqui no OH, esse asteroide é grande o suficiente para matar dezenas de milhões de pessoas em nosso planeta se o atingir.

E mais, para seu conhecimento, esse asteroide, cujo nome Apophis (Apófis) foi dado em homenagem ao deus egípcio do caos, é um pouco mais longo que a Torre Eiffel, como pode ser visto no vídeo abaixo que compara os tamanhos de asteroides com edificações na Terra.

O Apophis, com 370 metros, pode ser visto a partir da marca de 0:30 do vídeo:

https://youtu.be/bSkPNMjRRio

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
Apophisastronomiaimpacto de asteroide
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.