Neve fica vermelha ao redor de estação de pesquisa na Antártica

Tempo de leitura: < 1 min.

Cientistas que trabalham em uma estação de pesquisa ucraniana revelaram que a neve nas proximidades ficou de uma cor estranha.

Uma série de imagens divulgadas pelo Ministério da Educação e Ciência da Ucrânia no início desta semana mostra uma paisagem bizarra de neve e gelo de cor vermelha ao redor da Base de Pesquisa Antártica Vernadsky.

Embora o fenômeno tenha deixado muitos usuários das redes sociais coçando a cabeça, a estranha coloração tem uma explicação convencional. Acontece que o culpado é um tipo de alga microscópica da neve que se torna mais comum durante o clima (relativamente) mais quente do verão antártico (entre outubro e fevereiro).

 As algas têm uma camada de caroteno vermelho que ajuda a protegê-las da radiação ultravioleta do Sol.

Os cientistas escreveram:

Devido à cor vermelha-carmesim, a neve reflete menos luz solar e derrete mais rapidamente. Como consequência, produz cada vez mais algas brilhantes.

O fenômeno passou a ser conhecido como ‘neve de framboesa’.

(Fonte)


Será que foi só ao redor da estação de pesquisa?

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

PARTICIPE DOS COMENTÁRIOS MAIS ABAIXO…


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

algasAntárticaneve
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (0)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.