Recém descoberta bactéria que come ar lança esperança na procura por vida extraterrestre

Tempo de leitura: 2 min.

Ao longo dos últimos anos, a busca por vida extraterrestre vem se aquecendo graças às descobertas feitas no espaço e aqui na Terra, levando um dos principais pesquisadores do SETI a prever que estamos a apenas uma década ou duas longe de, finalmente, descobrirmos que não estamos sós. Embora todos desejamos que o primeiro contato da humanidade se assemelhe aos Encontros Imediatos do Terceiro Grau (filme), a verdade é que provavelmente vamos descobrir a vida microbiana no espaço muito antes de entrar em contato com alienígenas bípedes inteligentes. Mas hei, os micróbios também são legais, certo? Eles certamente são muito menos assustadores do que os homens verdes com armas de raio.

Duas descobertas nesta semana podem ainda aumentar a probabilidade de que nossos primeiros vizinhos cósmicos sejam da variedade microscópica. Primeiro, um novo estudo descobriu que a Lua Europa de Júpiter mostra evidências de atividade de placas tectônicas, indicando que há provavelmente um oceano subterrâneo abaixo da superfície daquela lua. A tectônica também poderia significar que os sais na superfície da Europa poderiam potencialmente atingir esse oceano e criar nutrientes que qualquer vida oceânica alienígena precisaria para sobreviver. Então, embora não seja uma descoberta da vida, é uma descoberta da possibilidade de sustentar a vida. Isso é esperançoso.

Em seguida, uma equipe de cientistas da Universidade de New South Wales – UNSW, na Austrália, descobriu uma forma de vida ao contrário de qualquer coisa que viram antes, e pode indicar que a vida no espaço poderia ser mais comum e robusta do que pensamos. A equipe reuniu amostras de solo de algumas das partes mais estéreis e isentas de gelo da Antártida, e foram encontrados traços de DNA microbiano em alguns desses ambientes que são extremamente hostis à vida e não oferecem quase nenhuma capacidade de produzir energia, mesmo através da fotossíntese. Então a equipe ficou bastante surpresa ao descobrir que todos os micróbios poderiam viver lá.

Adam’s Flat, Antártica, onde uma das amostras foi tirada.

A autora principal do estudo e cientista da UNSW, Professora Associada Belinda Ferrari, diz que todas as evidências apontam para a bactéria essencialmente “comer” o ar, oferecendo-nos novas possibilidades de como e onde a vida pode ser encontrada:

Descobrimos que os micróbios antárticos desenvolveram mecanismos para viver de ar, e eles podem obter a maior parte da energia e do carbono que eles precisam, extraindo dos gases atmosféricos, incluindo hidrogênio e monóxido de carbono. Este novo entendimento sobre como a vida ainda pode existir em ambientes fisicamente extremos e com nutrientes como a Antártica abre a possibilidade de gases atmosféricos que sustentam a vida em outros planetas.

Suas descobertas foram publicadas na Nature. A descoberta dessas bactérias baseia-se em descobertas semelhantes que mostram que os micróbios podem se sustentar em qualquer lugar, usando os recursos disponíveis, mesmo com a radiação. A vida poderia estar a espreita em qualquer lugar do espaço, agarrando-se às superfícies de asteroides ou deitada no fundo de crateras profundas em luas aparentemente estéreis. Pensar que a Terra de alguma forma é única porque sustenta a vida é um tipo de narcisismo, certo? Não somos tão especiais.

(Fonte)

Se os poderes que controlam as massas deixarem, logo será oficializado que a vida pelo Universo não é exceção, mas sim a norma. Eles já vêm insinuando isto há tempos:

Nova descoberta indica que a vida pode estar espalhada por todo o Universo

n3m3

alienígenasAntárticabactéria que come arencontrar vida extraterrestreexoplanetas
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (31)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Pilotolip

    Depois de tudo isso, inclusive com certas eleições, temo que os cientistas alienígenas concluam que é impossível a vida inteligente na Terra. kkk

  • José Carlos Gouvêa

    A mulherada vai ficar com inveja dessa bactéria, se alimentar sem engordar, hummm é a glóriaaaa… Kkkkkkkkkk

    • Journey

      vai “chover” mulher entao neste post, não vou sair daqui! Acordah New., Navegador !!! vamos pra mais um dia , hj promete hahahahaha

      • José Carlos Gouvêa

        Fico pesando, se alimentam de ar e… defecam o que… bexiga?

  • aland_55

    Me antecipando a videntes e cientistas.Irão descobrir que os organismos vivos podem se alimentar de luz e assim sendo, a vida é possível em qualquer parte do universo.

    • Kaczmarczik

      eu não duvidaria disto, por isso há relatos de ExTras luminosos

  • Hannah_Cat

    Seria ótimo se aprendêssemos a viver somente de “prana”, ou de ar e luz, ou precisar também beber somente água. Ninguém mais precisasse comer…

    • Kaczmarczik

      bom dia @Hannah_Cat:disqus !!! Mas aqui na Terra há pessoas que tem horror em comer e preferem beber somente água para não fugir dos “padrões de beleza” do sistema…

      • Hannah_Cat

        Essas são doentes das idéias… Passar fome a fim de ficar esquelética é masoquismo. Anorexia é doença que entre outros perigos baixa a imunidade, tornando a pessoa vulnerável a outras doenças.

        • Kaczmarczik

          pois é…. E apesar de saber que estão fazendo mal a si mesmas preferem isso à desaprovação de amigos ou da “sociedade”, mas se alguém que se diz amigo faz críticas destrutivas à pessoa esse tal jamais foi amigo, e sim um inimigo em disfarçado…

        • Kaczmarczik

          no caso de tais amigos que citei abaixo eu me referi àqueles que fazem comentários sobre nossa aparência de saúde mesmo estando nós bem de saúde …

    • Lênio™

      Nem a pau Juvenal rsrsrs. Comer é uma dos principais prazeres. A vida ficaria sem graça.

    • OBLIVION

      Nem fala uma coisa dessas kkkkk

  • Kaczmarczik

    o o o o o o o o o o o o o o o o o o o Bom Dia a Todos!!! o o o o o o o o o o o o o o o o
    ________________ Quando os cientistas entenderem que a vida no Universo não se criou da mesma forma entenderão que a possibilidade de existir vida em outros planetas, mesmo que microbacteriana, é imensa! Até quando tais cientistas teimarão em usar os parâmetros da manutenção da vida na Terra para mensurar os demais planetas? Essa mentalidade tacanha dele tem que mudar!!!!
    o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o o

    • Journey

      perfeito kacz , isso msm
      mundos diferentes, vidas diferentes , leis que regem a física e a Química biológica diferentes

      • Kaczmarczik

        exatamente amigo, o Universo é repleto de vidas de diferentes níveis evolutivos e desenvolvimentais!!!

    • lucas wilhans

      Os Cientista Nuncam Vão Mudar Nada São Sempre Usando Parâmetros De Vida Na Terra.

      • Kaczmarczik

        É uma pena esse pensamento dos cientistas, não se sabe se eles já consideraram haver vidas em ambientes hostis em outros planetas como já foi mostrado aqui na Terra a existência de vida em regiões de condições hostis como desertos, vulcões, fossas marinas, mas por algum motivo afirmam usando nossos parâmetros seja por imposição do sistema, seja para não causar pânico…. Ainda acho que a comunidade científica, especialmente aquela parte ligada a programas que procuram vida em outros planetas, já possuem as respostas que procuramos, mas que não podem nos dizer

        • lucas wilhans

          Como Sempre O Sistema Têm Poder Em Tudo.

          • Kaczmarczik

            em quase tudo, pois podemos não aceitar os valores invertidos que o sistema tenta nos impôr…

        • lucas wilhans

          Verdade Não Falam Porque O Sistema Sempre Esta No Pé Dos Que Ja Sabe De Alguma Coisa.

          • Kaczmarczik

            sim, porque alguns cientistas têm até a certeza da possibilidade de haver vida em outros planetas, mas temem perder seu lugar na comunidade científica…

  • 666Dark

    “Recém descoberta bactéria que come ar…”
    Agora os cientistas estão querendo descobrir como as bactérias conseguem mastigar o ar ! Nóis merece…

    • Journey

      acho que vou armoçar agora

  • Munn Rá : O de Vida Eterna

    Procurem : Arqueobactérias

    • Journey

      Munn Ra, as encontradas no exterior da ISS poderiam ser consideradas como arquea?

      • Munn Rá : O de Vida Eterna

        Talvez : não estou ” por dentro deste caso ” pois embora muitos notáveis Extremófilos sejam Arqueobactérias nem todos os ditos Extremofilo são Arqueas pois existem seres que suportam condições extremas de ambiente mas que não pertencem ao filo Arquea

        Entre eles podemos citar os Tardígrados e algumas poliquetas ! ( verme de Pompéia )

        Mas das criaturas digamos ” simples ” Arqueas figuram entre as mais ” casca grossa “

      • Journey

        vi na Wikipédia , acho que lá sao outro tipo , valeu pela atençao

  • Joao Paulo Jesus Flores

    A vida é facilmente criada no universo e dificilmente é destruida

  • lucas wilhans

    Vida Têm Em Todos Os Lugares No Universo Isso é Fato.

  • sergio_ntl@hotmail.com

    não adianta. podem colocar um elefante na frente de um cientista da NASARUDA que eles vão enxergar a formiga mas o elefante vai passar desapercebido .