A Espiral do Silêncio na Ufologia – Parte II (Espaço do Leitor)

Tempo de leitura: 4 min.

Abaixo, a parte II da Espiral do Silêncio, do leitor FACEPALM.  Para quem perdeu a primeira parte, acesse no seguinte link: A Espiral do Silêncio na Ufologia – Parte I.

 

A ESPIRAL DO SILÊNCIO NA UFOLOGIA (Parte II)

Agora que você entendeu o que é a espiral do silêncio, coloquemos em pauta o principal questionamento: como superar a espiral do silêncio na ufologia?

Esta pergunta não é nada fácil de responder. Na verdade, não visualizo soluções a curto ou médio prazo e sendo a ufologia tão polêmica, torna-se uma missão quase impossível, pois poucos estão dispostos à aceita-la e difundi-la.

É bom frisar que esta pergunta abrange desde os grandes eventos ufológicos, até mais os pontuais, aqueles que, talvez, tenha acontecido com você, um parente próximo ou conhecido. As dificuldades são diferentes, mas igualmente desafiadoras:

  • Quando é um fato isolado, as pessoas preferem se manter caladas a enfrentar a sociedade. Pessoas perdem o respeito, famílias se isolam, pilotos perdem o emprego.
  • Quando o assunto abrange um grupo ou mesmo uma cidade, logo a mídia da contrainformação tenta banalizar o evento ou, simplesmente, o tema não é mais exposto. Nestas horas, você se pergunta onde está a reportagem investigativa quando se precisa dela? Pode até ser que uma investigação se inicie, mas de onde tirarão informações oficiais? Ora, do governo, dos militares, dos climatologistas “renomados”, …

Perceba, ainda, que a inércia (no caso, a ausência de alguma ação ou resposta oficial) muitas vezes já é suficiente para calar os “opositores da verdade”. As pessoas, quando se interessam pelo assunto (um passo enorme para adquirir maior embasamento teórico e, portanto, escapar da espiral) simplesmente pensam: “ora, se aquele evento era aparentemente tão importante e não se deu continuidade nas investigações (pois não vejo mais nada a respeito na mídia) deve ser porque já comprovaram que isto é uma farsa e eu apenas não li a respeito”. Nada como o tempo para acalmar mentes inquietas!

Mas tentando responder à pergunta inicial, recordemos que, considerando a espiral do silêncio, mudanças sociais somente ocorreriam quando houvesse um sentimento já dominante, o que passa invariavelmente pela imprensa.

Conforme Noelle-Neumann, cientista alemã que batizou o termo, a Espiral do Silêncio trabalha com três mecanismos que condicionam seu funcionamento:

  • acumulação, devido ao excesso de exposição pela mídia de determinado assunto,
  • consonância, relacionada à forma como as notícias são produzidas e veiculadas, e
  • ubiquidade, a qual está para a presença da mídia em todos os lugares. Juntos, esses mecanismos determinam a forte influência da imprensa sobre o público e seu papel determinante na formulação da percepção da realidade nesse público.

No caso da ufologia, os três mecanismos da espiral do silêncio para um desacobertamento são:

  • acumulação: nunca há exposição sobre eventos ufológicos, quanto mais em excesso. Quando fenômenos anômalos ocorrem, o máximo que a mídia faz é citar o evento e dizer que as autoridades estão investigando o caso (mas nunca dizem qual o resultado das investigações posteriormente).
    Casos mais impactantes, como o do ET de varginha, possuem exposição ainda maior, porém a exposição diminui rapidamente em detrimento de outros eventos mais atrativos para a massa (por exemplo, “caso” do goleiro Bruno, lançamento de nova música de algum cantor pop). As explicações oficiais para o fenômeno são o cheque mate para o esquecimento (sejam elas quais forem).
  • Consonância: as notícias são veiculadas com um misto de mistério (inicialmente mais forte) e depois de ridicularização, progressivamente valorizado (“Olha o que era! E tem gente que acredita nisto…”).
  • Ubiquidade: com exceção dos casos mais populares, a informação só se mantém por mais tempo em sites especializados. Por conta disto, muitos já consideram que a informação é falsa, por não aparecer em veículos de comunicação de maior renome (“se não está na Globo, Veja, G1.com.br, só pode ser falso!”)

Então percebam: para haver aceitação da sociedade, a mídia deve estar presente de forma maciça, prolongada, além de apresentar uma notícia com qualidade.

Por conta do exposto, tenho uma visão pessimista quanto a um possível desacobertamento. Todas as tentativas (diretas ou indiretas) até agora, isoladamente, são insuficientes para promover uma mudança, embora sejam válidas:

Nos exemplos acima, pelo menos um dos três mecanismos da espiral do silêncio são falhos, insuficientes para que o tema seja absorvido pela sociedade e aceito como a verdade. Desta forma, a mídia envolta do assunto se enfraquece e o efeito espiral é quebrado.

Perceba que quanto aos sites especializados, a respeito da consonância, citei que nem sempre isto ocorre, pois em muitos deles não há uma “triagem” do material, misturando diversos temas (misticismo, paranormalidade, fadas, tarô, esoterismo, etc). Embora algum dia isto possa até ser provado que exista relação, esta fusão de conteúdo compromete a credibilidade do material visto que outros temas vão de encontro às crenças religiosas e convicções da maioria da população.

Outra situação, já servindo de exemplo: existem links no YouTube, em que num mesmo vídeo há uma mistura de eventos sérios (plausíveis) com outros que já se sabem tratar-se de montagem. Assim, compromete-se toda a credibilidade do todo.

Portanto, quando presenciaremos um desacobertamento?

Quando o “acaso” ocorrer de que todos os três mecanismos da espiral do silêncio estiverem presentes em favor de um único evento ou uma sequência de eventos. Para isso:

a)     Quando s informações sigilosas estiverem disponíveis publicamente: os governos liberarem TODOS os documentos ufológicos, ou ao menos os mais importantes, em que se afirme que já fomos e/ou estamos sendo visitados por seres extraterrenos.

b)     Quando for impossível ocultar um evento de impacto mundial: as entidades extraterrestres se revelarem para a sociedade de forma explícita.

Apenas para não terminar de forma negativa, eu vejo dois pontos positivos para que “a” aconteça antes de “b” (afinal, “b” não depende de nós):

1)     A mídia televisiva está mais aberta ao tema ufologia em canais de documentários (Discovery, National Geographic, History Channel), abordando o tema com uma postura séria (na maioria das vezes), com uma exposição relativamente alta, embora com ubiquidade (presença da mídia em todos os lugares) ainda a desejar, visto se tratar apenas de canais fechados de televisão, e que você pode optar por não ver a notícia.

Lembre-se que na espiral do silêncio, a informação se apresenta de forma tão massiva que é inevitável você ficar totalmente por fora do assunto, mesmo sem nunca ter visto o assunto (exemplo: final de novela, Big Brother, caso de assassinato de repercussão nacional).

São poucos os casos ufológicos que tiveram mesmo impacto. Contudo, o ponto positivo que citei é que, graças a estas séries em forma de documentário, aos poucos se desenvolve uma espécie de formação cultural sobre o tema. São canais sérios que não teriam a informação passada corretamente quando comparado ao Programa do Ratinho, por exemplo.

Eu acredito que isto seja uma forma de “alfabetizar” a sociedade para a ufologia e preparar-nos para uma possível notícia que não ouso prever como seria, muito menos quando. Devemos nos lembrar que, ao se comprovar a “realidade extraterrestre”, os impactos seriam imensuráveis na nossa sociedade e os mais afetados (e desacreditados) seriam os governos. E isto não é teoria da conspiração.

2)     Iniciativas como a do Dr. Greer em realizar audiências públicas, embora não tenham o impacto desejado para quebrar a espiral do silêncio, está servindo para expor informações sigilosas à sociedade e, assim, acelerar o processo de preparação para uma “revelação”. Em outras palavras, está surtindo efeito nos bastidores, longe dos olhos da maioria da população.

Se o governo tem um cartilha ensinando como lidar com um possível desacobertamento, audiências públicas com pessoas renomadas talvez não surtam o mesmo efeito. Enfim, mesmo servindo-se da contrainformação, ainda há um impacto positivo e creio que eles (governo, militares) ainda não saibam ainda como lidar com isto de modo eficiente.

Assim, antes de questionar a atitude de alguém em favor do desacobertamento, pergunto: será que o você faria (se é que você faria) romperia a espiral do silêncio?

“O que estamos enfrentando aqui, por parte da imprensa e também do governo, é um esforço para marginalizar e ridicularizar as pessoas que possuem algum conhecimento específico”  (Mike Gravel, ex-senador dos EUA)

-FACEPALM

Espiral do SilêncioOVNI Hojeovniologiaufologia
Comentários não são disponíveis na versão AMP do site. (37)
Clique aqui para abrir versão normal do artigo e poder comentar.
  • Marcelino S. de Melo

    Então se fizermos uma análise do processo de liberação de informações sigilosas a partir da divulgação de documentos secretos por parte dos governos desde 2008 para cá, e considerando o número cada vez maior de produções como filmes e documentários realizados desde então e considerando ainda a atenção dada ao tema por alguns programas de TV e jornais como nunca antes acontecia, poderíamos chegar a conclusão de que está havendo já há alguns anos um processo de preparação psicológica da população mundial para aceitação da possibilidade de ETS nos visitando. Isto poderia ser a execução de um processo lento e gradual de reversão dos mecanismos de ocultação da verdade, provavelmente um processo planejado e executado paulatinamente por grupos dentro dos governos que ajudaram a ocultar estes fatos da sociedade ao longo de décadas e que agora, e de modo oculto, estariam possivelmente apoiando os esforços do movimento ufológico internacional para a realização de eventos de divulgação do tema para a sociedade e quem sabe até financiando alguns grupos ufológicos secretamente para a execução de tais iniciativas. Não estou afirmando nada como concreto e não tenho provas disto, mas a ideia consolidada entre nós de que o movimento ufológico internacional por meio de seus grande expoentes lutam para forçar os governos e grupos que ocultam a verdade sobre ETs nos visitando a revelarem a verdade pode ser um ilusão de nossa parte um engodo! Pode haver um cenário sendo estabelecido atualmente, onde a própria Ufologia será cada vez mais utilizada pelo por grupos dentro do sistema que ocultaram e ainda ocultam os ETs para auxiliar na preparação da sociedade visando a tão sonhada e esperada divulgação final. Principalmente se houver por parte dos governos ou grupos que detém o conhecimento sobre este tema a preocupação com a possibilidade de que poderá acontecer muito em breve um evento ufológico global de modo que coloque a verdade acima de qualquer possibilidade de ocultação.Há indicações de que este avistamento coletivo global seja uma possibilidade real, esperada pelos governos e anunciada pelos próprios ETs já há alguns anos, daí a necessidade de uma agenda de preparação da humanidade em plena execução, onde não há heróis e nem paladinos da verdade apenas um grande esquema montado, arrisco dizer que há um grande conflito interno dentro do sistema governamental de ocultação dos ETs, pois não sabem agora como falar a verdade sem destruírem sua credibilidade perante a sociedade.

    • Marcelino S. de Melo

      Parabéns Facepalm. 😀

    • Marcelino S. de Melo

      correção… onde se lê ocultaram leia-se ocultarão e ainda ocultam.

    • Gabriel Lobo

      Primeiramente, mais uma vez parabéns Facepalm pelo artigo muito bem elaborado.

      Marcelino, concordo contigo. Acredito que há um trabalho incessante e massante para o desacobertamento pelos Governos (em geral) a fim de que a sociedade como um todo tome conhecimento de que não estamos sós neste universo, muito menos uma raça privilegiada, pelo contrário, somos explorados sabe se lá por qual raça ou raças que nos dominam a troco de tecnologia.
      De outro norte, a missão mais difícil dos Governos não é desacobertar mas sim não perder a credibilidade, pois acredito que uma vez feito o contato global, as outras raças certamente tornarão público que sempre fomos visitados e representados pelos Governos, aí é que está o problema. Como desacobertar sem perder a credidibilidade???
      Outro problema a ser encarado é a fé das pessoas, que como já comentei tempos atrás, pode abalar profundamente, pois há aquelas que pregam que somos seres únicos e privilegiados neste universo. O que uma revelação pode transtornar a cabeça das pessoas e pirarem de vez.

    • Mel-Madhu

      Parabéns Marcelino! Parabéns (novamente) Faceplan!
      .
      Sigo este grupo, porque muitos de vocês (com excessão de algumas “pérolas” invejosas) me ensinam muito. Vocês tem o que me falta – ótimo raciocínio lógico; “pé no chão”. Sou uma lunática tentando aprender e compreender a ufologia dentro da razão… Tentando buscar o equlíbrio das polaridades.
      .
      Desculpe Neme, se as vezes “viajo na batatinha” e sujo da razão.
      .
      Obrigada a todos! 🙂

      • Marcelino S. de Melo

        Obrigado a Mel e Gabriel, há muitos segredos e muitas questões a serem solucionadas na questão da revelação, acredito que a manutenção da ordem social é um dos pontos chaves que preocupam os governos.

  • Yohan.

    N3m3 enviei uma logomarca nova que fiz do ovnihoje pro seu e-mail você recebeu?

    Vo colocar aqui pra galera ver tb:

    http://i.imgur.com/uONUzvr.png?1

    Sobre o artigo muito bom!! Desconhecia essa teoria da espiral do silencio!

    • THEORY

      Ficou bom, mas:

      ovni
      hoje……

      ov..
      .o……..

      Este tipo de proximidade deve ser evitada.
      Coisas do nosso cérebro.

  • Jedeon

    Facepalm,
    Em primeiro lugar, te parabenizar e agradecer por essa grande colaboração um verdadeiro marco nos post desse site que acompanho a um bom tempo. Conteúdo e seriedade com um tema que realmente é complicadíssimo, implica uma reviravolta de valores, cultura e história mundial.
    Sobre seus questionamentos acho validos e racionais. Mais um povo viver centenas de anos sem conhecer sua verdadeira história e origem é um erro inimaginável, talvez esse seja o grande motivo de hoje não assumirem, reconhecerem que estão privando todos da verdade. No passado alguém ou alguns decidiram mentir, com propósitos desconhecidos, bastante especulados, mais na verdade não se sabe porque escondem. Por orgulhos? Por poderes? Por medos? Por que seguem ordens de fora do planeta? Mais em toda história existem heróis, que lutam por liberdade, viram estatuas, quadros, canções, santos, deuses e etc… Quem detêm a verdade tem um compromisso com ela e o nome já diz tudo. A palavra verdade vem do grego aletheia que significa “não oculto”, “não escondido”, ou seja se alguém detêm a verdade e não revela apenas esconde o que não pode ser escondido, e sempre, mais cedo ou mais tarde se revela, quem a escondeu ficará marcado não como herói, nem terá canções em sua homenagem, mais como o vilão, o mal exemplo e essa marca acompanhará sua descendência, filhos, netos, bisnetos… Estarão nos livros como o que não devemos fazer quando conhecemos a verdade, pois bem, respondendo sua pergunta, acredito que nada é perfeito, nenhum sistema infalível, apesar de 90% não ter a coragem de arriscar a vida e por em risco a vida dos seus, existem homens e mulheres que tem essa coragem ou que estão buscando forças para revelar o que sabem, acredito na vida, na verdade, apesar de tantas e tantas atrocidades, guerras, fome, desmatamentos, extinções de animais, crimes bárbaros, sei da maldade que permeia o homem. Mais escolhi viver o positivismo ao negativismo, conheço a a realidade e sei ser duro quando preciso, porém, acredito na essência humana e na sua evolução moral, pode está distante, poderia não estar tão, mais é o único caminho que um povo tem a seguir se quiser continuar existindo, é o da evolução!
    Não tenho esse peso e toda pressão de estar com essa verdade, num sei a sensação de segurar isso, mais me colocando no lugar deles, eu escolheria falar a verdade!!!!
    O que vc fez nada mais, nada menos em seu texto, que agora é publico, foi falar a verdade, um ato heroico que será lembrado, como quem ajudou a abrir os olhos de quem ainda está cego, sendo conduzido, sem nem mesmo perceber, se cada vez mais pessoas lerem sua definição da espiral do silêncio voltada a ufologia, refletirem passarem a diante essa compreensão de manipulação de massa. E que é preciso se libertar, aumentará mais o azeite da lampada e a luz vai ficar mais forte até que um dia todos poderão enxergá-la.
    WoW!!!
    Abs amigo!

  • serlon

    saudades!!!!! sel,sr spok,marcelino,josemir,hannah,marcelo ramos,vulgoo7 com sua calibre 12 sempre voltada para o saber,e hoje me sujeitar a uns poucos a dominar o blog,transformando um local de pessoas voltadas para uma realidade se transformando em uma simples sala de bate papo pra uns poucos lunáticos que querem transformar uma realidade em augo banal,pessoas recalcadas que não tem o que fazer e que estão aqui só para satisfazer suas taras individuas. derrameiiiiiiiiiiiiiii fuiiiiiiiiiiiiiiiiiii

    • Hannah

      Olá, serlon!

      Agradeço por se lembrar de mim e me incluir no meio dessa gente tão boa! Bjos! 😉

    • Marcelino S. de Melo

      Valeu Serlon 😀

  • Anderson

    Amigos, estava fucando no live stream da iss e um dos usuarios me deu uma dica de uma cena no minimo incomum, deixo aki o link da filmagem, aconpanhem a partir de 1h:26m:00s. alguma explicacao? abracos

      • Porto

        realmente estranho, mas deve ser normal..

        adorei a imagem, no tempo 2:16.00h

        excelente imagem!

        grande abraco

  • AleBaiano

    Esperei a conclusão, com a chegada da parte 2 para comentar:

    – Excelente!

    Parabéns FACEPALM!

  • nilton

    BOM DIA,bem as vezes a espiral do silencio e a verdade desejada ante a ridicularizacao manifestada e nada e por acaso se voce cai no buraco e um acidente se voce pula no mesmo e determinante e assim caminha a humanidade e eu digo assim vive a humanidade com mentiras , dissimulacao e acobertamento, um abraco a todos fui…….i…………….

  • THEORY

    Amigos,

    Eu ultimamente tenho usado com mais assiduidade o FACEBOOK. Um sentimento tem aflorado com relação ao potencial desta ferramenta, uma vez que o objetivo inicial era o compartilhamento de situações corriqueiras, fotos descompromissadas, fotos de festinhas etc…. Tenho percebido que temas antes condicionados a observações e manipulações por parte da grande mídia, quando chegam no Facebook sofrem modificações e “temperos” diversos de pessoas mais esclarecidas, as quais nos alertam para características que antes passavam despercebidas.
    Seria o Facebook, por causa de sua forma de compartilhamento quase que viral, uma forma de quebrarmos, em parte, a “espiral do silêncio”

    Há pouco tempo vimos aqui no Rio de Janeiro a mídia e um especialista de segurança de uma grande emissora, A Globo, diminuírem o tom das críticas à uma determinada ação policial, ocorrida em uma favela do Rio de Janeiro. A repercussão foi tão negativa para a Globo e para o comentarista no Facebook, que ambos diminuíram a pressão.

    Novas perspectivas foram mostradas e verdades, antes ocultas, das reais intenções desta desmoralização pública também vieram a tona.

    O Facebook pode ser a melhor ferramenta para conscientizarmos e propagarmos, de forma responsável e leve, material de qualidade sobre a realidade extraterrestre.

    N3m3 fica aqui a sugestão. Facebook.
    Mas vale lembrar que devemos usar o melhor e não rasgos em insulfilm, aeromodelos ou coisa parecida, como se representassem algo real e sério.

  • Drica

    Muito boommm!
    Parabéns !!!

  • mauro

    A espiral do silencio trabalha com a sutileza da psicologia de massa tirando do ser humano uma das coisas que lhe é mais cara, a aceitação social. O medo da rejeição, de ser marginalizado e alijado do grupo, o medo do ridiculo. É o metodo mais cruel do que qualquer tortura fisica por ser mais sutil, inteligente e eficiente.

  • MarcosS

    Muito importante este tema, a minha pessoa, como leitor deste, hoje também comentarista, acredito seriamente na seriedade deste site e parabenizo o autor do artigo, no entanto, devo reforçar o que tenho dito anteriormente, a humanidade não está pronto para este momento, as pessoas são apegadas as religiões e uma esperança de vida pós morte, sei que isto não tem a ver com o ETS biologicamente ou não mais avançados, mas como ficará as pessoas que acreditam em DEUS ou em Jesus? não quero enveredar para este caminho, mais é quase impossível, pois algumas entenderão pacificamente a diversidade de vida extraterrena outras não. posto isto, acredito que o Governo não revelará nada, não posso dizer o mesmo dos ETS. e acho que ambos trabalham juntos para nos escravizar….

  • Geek

    Essa teoria é muito interessante, aplicada a ufologia ficou ainda mais! Muito bom! Parabéns FACEPALM.

    • Marcus100

      Muito boa matéria! Parabéns Facepalm

  • Dan Galante

    Parabéns novamente FACEPALM!
    Bom, gostaria de compartilhar mais um link com o n3m3 e amigos do OVNI Hoje. Nele podem ser encontrados grande parte dos documentos já liberados pelo governo brasileiro (inclusive da “Operação Prato”) sobre OVNIs. Quando alguém ridicularizar o estudo ufológico, é só mostrar esses documentos, afinal, por que um governo perderia tempo investigando algo que não existe? Alguém já viu relatórios “top secret” sobre o saci Pererê, o papai noel, a fada do dente, etc?

    http://www.ufo-sightings.com.br/relatos-arquivo-ufologico-brasil.html

    Boa leitura!

  • Luiz Alexandre

    Quem sabe, toda informação que seja muito radical, como vida alienígena que visitou e ainda visitam a terra tenha que ser exposta de forma lúdica. Como eu tenho um filho de 2 anos, vemos muito em casa o Discovery Kids, e, são vários desenhos sobre extraterrestres. Talvez, já estão preparando as novas gerações.

    • Luiz Alexandre

      …estejam…

  • Facepalm

    Pessoal, eu estou com pouco tempo disponível no trabalho (não estou mais ocioso quando no momento que fiz os “artigos”) e, pra piorar, estou com tendinite severa no punho direito. Não sei quando vou poder responder a todos.

    Mas fico feliz de que tenham gostado e “aceito” meu ponto de vista. Abraços a todos. Ainda vou ler e responder de todos, nem que suma da página principal… rsrs

  • Marcelino S. de Melo

    Facepalm. Só vou fazer uma ressalva neste artigo na parte que toca aos sites especializados misturarem temas espiritualistas ou paranormais com Ufologia, perdendo credibilidade por ser esses temas do tipo que contrariam as crenças religiosas das pessoas. Não vou questionar o ponto da rejeição a esses temas em função de dogmas religiosos pois isto ocorre, mas devo dizer que fenômenos psíquicos ou mediúnicos e Ufologia são temas intrinsecamente relacionados, basta fazer uma pesquisa rápida sobre as formas de comunicação dos ETs com as pessoas contatadas ou abduzidas para verificar que a Telepatia é uma das formas mais usadas de comunicação, conforme os relatos colhidos ao longo do tempo. Telepatia é um fenômeno paranormal, logo a paranormalidade e/ou mediunidade se inserem como temas correlatos a Ufologia, questão abordada brilhantemente por um pioneiro nas pesquisas Ufológicas em nosso país o General Alfredo Moacyr de Mendonça Uchôa com sua obra clássica A Parapsicologia e os Discos Voadores – O Caso Alexânia (Editora Grupo de Expansão Cultural, 1973). Não podemos esquecer também que que durante muitos anos e até hoje o método mais usado para investigação de abduções é a Hipnoterapia Regressiva ou seja entra no campo do estudo do psiquismo. A Ufologia não deve e não pode se concentrar em casos de avistamentos de OVNIS pura e simplesmente só para satisfazer a opinião pública.

  • Zafar

    Astronautas encontram arca da aliança na Lua.

    ‘http://www.youtube.com/watch?v=Jah3dUJiZos’

  • Marujo

    Facepalm, são textos como o seu que tornam obrigatória a permanência neste blog!
    Lembro da frase do Millor Fenandes: “O livre pensar é só pensar.”
    Foi bem o que nos “obrigastes” a fazer com teu passeio pela “Espiral do Silêncio”.
    À medida em que fui reconhecendo, mesmo em mim, a forma pela qual chegamos a um “consenso”, tornaram-se nítidos os ingredientes (requisitos) necessários para que determinado posicionamento passasse a adquirir tamanho status – “confiável/não confiável”.
    E, ao mesmo tempo, dei-me conta de que a “aspiral do silêncio” decorre de uma forma maliciosa de intervir no processo democrático da formação da opinião pública.
    Explico.
    O errado não está na forma “aspiralada” (tentativa-e-erro) pela qual a humanidade adquire e transfere conhecimento, ao longo dos tempos.
    Minorias e maiorias, relacionadas a posicionamentos sobre qualquer que seja o tema, são naturalmente esperadas e mesmo necessárias, quando estes forem livremente tratados por multidões.
    É do jogo democrático.
    O reverso conduziria ao diálogo entre “surdos”, ou ao monólogo das ditaduras.
    A “sacanagem” se instala quando “alguéns”, conhecedores deste mecanismo, conseguem se posicionar estrategicamente de forma a poder expressar, como importante e verdadeiro para todos, o que, apenas para si, o é.
    Pronto, por tua causa, rompi com o meu silêncio.
    Marujo.
    E vamu que vamu (fazê barulho no fim-de-semana).

  • fran

    Isso tudo é muito interessante

    Mas, (sempre tem um mas) é difícil enfrentar a incredulidade das pessoas. E, mais: é difícil nos expormos a todo tipo de reação.

    Acredito que o que desacredita a Ufologia são os seres humanos mesmo. Aqueles que pretendem ficar famosos em cima de um assunto pouco divulgado, pouco pesquisado(em termo de ciência). Sem falar nos que pretendem ganhar dinheiro.
    As religiões, bem ou mal, deixam em aberto as possibilidades. Os que forem mais astutos conseguem entender nas entrelinhas.

  • Morgana

    Você fez uma excelente associação FACEPALM!
    E como sou da área de História concordo com você que o aumento de documentários e filmes são uma forma de “alfabetizar” a população mundial para o futuro “desacobertamento”.
    Historicamente nada é perrmanente nem mesmo as mentiras contadas para nós ao longo da vida e assim sendo, o processo de mudança é lento, mas inevitável, portanto não sei se viveremos para presenciar a abertura de arquivos e até mesmo um contato com os extraterrestres em nível mundial! Mas, certo é que acontecerá, mesmo porque os líderes mundiais já devem está preparando como conduzir o “fim das mentiras” sem perder o controle, as perdas sociais, políticas, religiosas, culturais e etc, geralmente ficam para população em geral, que terá de se acomodar a “nova” realidade.
    Parabéns, mais uma vez!!!!
    Abraços

  • Priamo

    O foco de pequisa, investigação e divulgação não deve ser apenas de avistamentos de OVNIs. Há muitas áreas que devem ser pesquisadas. O fenômeno ufológico não se deve limitar a aparição de Objetos Voadores Não Identificados, mas ir ao encontro da presença Não Reconhecida ou Não Identificada pela Ciência na sociedade humana.As informações em outras áreas reunidas podem gerar algum conhecimento que elucide a movimentação no espaço terrestre desses objetos.

  • Facepalm

    Um ponto crucial desta teoria é que há apenas um esforço inicial por parte do governo. Depois a própria sociedade trata de gerenciar a espiral.

    Estou com o punho enfaixado, digitando só com 1 mão. Agradeço a todos pelo compartilhamento de ideias. Infelizmente, não poderei participar tão ativamente. :/