web analytics

Nosso cérebro atua como filtro que limita as habilidades psíquicas, diz novo estudo

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 4 min.

O cérebro humano e o sistema nervoso têm capacidades surpreendentes que nos permitem compreender o ambiente que nos rodeia de várias maneiras (tato, paladar, som, olfato, visão). Mas será possível que o nosso cérebro também restrinja o que podemos sentir?

Nosso cérebro atua como filtro que limita as habilidades psíquicas, diz novo estudo
Crédito da imagem ilustrativa: n3m3/Bing/DALL-E

Aldous Huxley sugeriu, notoriamente, que o nosso cérebro também pode funcionar como uma “válvula redutora”, restringindo o nosso acesso a uma quantidade muito maior de informação realmente disponível para nós através de capacidades semelhantes às “Percepções Extra-Sensoriais” (PES), como a telepatia e a clarividência. Nisso ele estava seguindo a sugestão do filósofo C.D. Broad, que citava uma proposta de Henri Bergson:

“A sugestão é que a função do cérebro, do sistema nervoso e dos órgãos dos sentidos é eliminativa e não produtiva. Cada pessoa é, a cada momento, capaz de lembrar tudo o que lhe aconteceu e de perceber tudo o que está acontecendo em todo o universo. A função do cérebro e do sistema nervoso é proteger-nos de sermos oprimidos e confusos por esta massa de conhecimento largamente inútil e irrelevante, excluindo a maior parte daquilo que de outra forma deveríamos perceber ou lembrar a qualquer momento, e deixando apenas aquilo muito pequeno e seleção especial que provavelmente será útil na prática.”

De acordo com esta teoria, a “válvula redutora” do cérebro evoluiu para melhorar a nossa sobrevivência biológica – embora pequenas quantidades de informação recebida por PES possam ser úteis para nós, ser sobrecarregado por informação irrelevante tornar-nos-ia presas fáceis para outros predadores. Huxley acreditava que as substâncias psicodélicas ofereceriam um método para “abrir” esta válvula redutora e nos expor a uma gama mais ampla de estímulos sensoriais.

E agora, talvez, haja algum apoio experimental para a ideia. Em um artigo publicado na revista Cortex (“Enhanced mind-matter interactions following rTMS induced frontal lobe inhibition“ [“Interações mente-matéria aprimoradas após EMTr induzida pela inibição do lobo frontal”]), os pesquisadores deram continuidade a um estudo anterior que haviam conduzido – investigando um modelo neurobiológico que haviam proposto com base na sugestão de Bergson, no qual os lobos frontais do cérebro atuam como um filtro para inibir a PES – o que resultou em interações significativas entre mente e matéria em dois indivíduos com lesões cerebrais frontais.

“Um tinha pneumoencéfalo hipertensivo e o outro tinha demência frontotemporal variante comportamental associada a uma mutação no gene C9ORF72… A tarefa experimental era influenciar a saída de um Gerador de Eventos Aleatórios traduzido no movimento de uma seta na tela de um computador para a direita ou para a esquerda. Em comparação com uma condição de controle bem projetada, ambos os indivíduos demonstraram um efeito significativo ao mover a seta na tela contralateral ao lado da sobreposição da lesão primária, ou seja, para a direita.”

Com base nessas descobertas, no novo estudo, os pesquisadores adotaram um novo método para testar se a região frontal do cérebro atua como um filtro para inibir a PES: eles usaram estimulação magnética transcraniana repetitiva (EMT) para induzir lesões cerebrais reversíveis na região frontal média esquerda em participantes saudáveis, tornando viável testar um número maior de indivíduos quanto às capacidades PES – 108 no total, divididos em 3 grupos de 36 (testando o lado esquerdo do cérebro, o lado direito do cérebro e ‘teste simulado’/ grupo de controle).

Cada participante participou de 500 tentativas (apresentadas em 5 blocos de 100 tentativas com duração aproximada de 10 minutos) tentando mover a seta para a esquerda e, em seguida, outras 500 tentativas tentando mover a seta para a direita. Depois de completarem esses 1.000 testes e saírem da sala, outros 1.000 testes foram realizados sem nenhum humano presente na sala tentando mover as setas.

Assim que o experimento foi concluído, os pesquisadores analisaram os dados e descobriram que:

“Conforme previsto por nossa hipótese a priori, demonstramos que participantes saudáveis ​​com lesões reversíveis induzidas por EMTr visando a região frontal média esquerda do cérebro mostraram maiores efeitos de intenção direita em uma tarefa de interação mente-matéria em comparação com participantes saudáveis ​​sem lesões induzidas por EMTr…

Assim, replicamos as descobertas anteriores que relatamos em dois participantes com lesões cerebrais… Essas descobertas robustas em diferentes patologias cerebrais em pacientes neurológicos, bem como em participantes saudáveis ​​com lesões cerebrais reversíveis induzidas por EMTr, apoiam o conceito de que o cérebro atua como um filtro para inibir a PES e que a região frontal média medial esquerda, envolvendo uma ou mais das áreas 9, 10 e 32 de Brodmann, é um componente anatômico chave deste filtro.”

Além disso, eles acreditam que suas descobertas sugerem um possível mecanismo neuroanatômico para manifestações de PES em outras circunstâncias, como durante o uso de substâncias psicodélicas – por exemplo, por meio de uma redução do fluxo sanguíneo cerebral no córtex pré-frontal medial causada pela psilocibina.

No entanto, as suas conclusões incluíram o que parece ser uma advertência importante. O artigo observa:

“Esse efeito significativo foi encontrado somente depois que aplicamos um procedimento de ponderação post hoc alinhado com nossa hipótese geral. Aplicamos o procedimento de ponderação na análise estatística porque se esperava que a inibição neural devido à EMTr diminuísse com o tempo.”

Mais especificamente: para ter em conta um declínio esperado na inibição neural, aplicaram uma ponderação maior aos ensaios de intenção anteriores (isto é, aqueles que estavam mais próximos da estimulação no tempo do que aos ensaios que ocorreram mais tarde). No entanto, dizem eles, “independentemente de definirmos o ponto médio da redução gradual em torno da transição entre o primeiro e o segundo conjunto de 500 tentativas de intenção, em torno da 300ª tentativa ou em torno da 700ª tentativa, o efeito da interação mente-matéria após o a lesão frontal média medial esquerda induzida foi significativa. Assim, nossas descobertas parecem robustas, independentemente de como a ponderação é aplicada”.

No entanto, esta ponderação post-hoc parece ser uma fraqueza provável que os céticos levantarão em objeções contra levar o estudo a sério (se era esperado, porque não realizar sessões mais curtas?).

Os pesquisadores do estudo, no entanto, acreditam que suas descobertas em participantes saudáveis ​​com EMTr induziram lesões cerebrais reversíveis…

“…são potencialmente transformadoras na forma como vemos as interações entre o cérebro e eventos aparentemente aleatórios. Elas replicam nossas descobertas publicadas anteriormente em indivíduos com danos nos lobos frontais e apoiam o conceito de que o cérebro serve como um filtro para bloquear os efeitos de PSE. Isto pode ajudar a explicar porque estes efeitos são tão pequenos e difíceis de replicar em participantes saudáveis.”

(Fonte)


…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui para acessá-la.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar, pois cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

Lembre-se que as doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês: Paulo Sanchez ❤️ Edward Vaz Jr. ❤️ Jose Carlos Mamede ❤️ Silas Raposo ❤️ Franklin Viana ❤️

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta, portanto aja com responsabilidade.
  • O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com éticasempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!

hit counter code