web analytics

Sou piloto de avião comercial e vi “as luzes” em 19 de janeiro

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 3 min.

Por flarkey
Na sexta-feira, 19 de janeiro de 2024, finalmente vi “as luzes” que foram relatadas várias vezes pelos pilotos deste sub-reddit e em outras partes do noticiário no ano passado.

Sou piloto de avião comercial e vi "as luzes" em 19 de janeiro
As luzes foram avistadas por vários pilotos. Captura de tela de vídeo.

Eu estava operando um voo comercial sobre o meio-oeste dos EUA e depois de ouvir os pilotos discutindo sobre as luzes da 121.5, olhei para o oeste e as vi também! Embora o meu avistamento não seja único, gostaria de partilhar a minha experiência/observação com o objetivo de criar um ponto de dados adicional para ajudar a compreender o que é este fenômeno.

Meu avistamento ocorreu entre 0214Z e 0245Z; das 21h14 às 21h45, horário da costa leste (EUA), enquanto sobrevoava Ohio e Indiana. Estávamos a uma altitude de meados do FL300 em direção ao oeste. As luzes foram observadas a uma direção de cerca de 260 graus, cerca de 1-5 graus acima do horizonte. Durante os 31 minutos em que consegui ver as luzes, provavelmente vi de 6 a 7 sequências de luz(s) aparecerem e desaparecerem.

Pude ouvir os pilotos falando sobre suas observações e teorias sobre a natureza dessas luzes na frequência de emergência 121,5. (Gravação LiveATC – conversa começa aos 20m50s)

Starlink” foi mencionado por mais de um piloto como explicação para o que estávamos observando. (Estou curioso para saber como eles conseguiram saber que era um Starlink e não qualquer um dos milhares de outros satélites em órbita.) Admito que não sei quase nada sobre os padrões de órbita dos satélites e a ótica da luz solar refletida. No entanto, nos meus 15 anos de voo, nunca observei satélites se comportando como essas luzes.

Algumas sequências de luzes vieram em pares, outras sozinhas. As luzes sempre começaram como um minúsculo ponto de luz e aumentaram até um pico de luminosidade quase igual ao do Planeta Vênus. Do meu ponto de vista, observei as luzes se movendo em trajetórias aleatórias. As trajetórias das luzes eram inconsistentes com o movimento linear típico que normalmente se observa quando se olha para um satélite passando por cima. Essas luzes moviam-se em arcos, curvas, inversões de trajetória e movimentos ondulados.

Em uma sequência, observei o aparecimento de uma luz singular, elevando-se do horizonte a uma velocidade que eu estimaria de 3 a 5 vezes a que seria normalmente observada ao observar um satélite passando por cima e depois movendo-se em um padrão cursivo “u” antes de subir mais longe do horizonte, movendo-se novamente no caminho cursivo do “u” e, em seguida, subindo ainda mais acima do horizonte antes de desaparecer. A velocidade do movimento também parecia acelerar e desacelerar.

Sempre observei satélites apresentando-se com a mesma luminosidade das estrelas de fundo (muito mais fracas que Vênus ou Júpiter) e movendo-se em uma trajetória linear reta, cruzando o céu a uma velocidade que chamarei de SU1 (Unidade de Satélite = 1). Essas luzes tinham aproximadamente o mesmo brilho de Vênus, mas se moviam a uma velocidade que eu imaginaria ser três vezes SU1. Lembre-se, estou vendo essas luzes logo acima do horizonte, e não passando por cima. Não vou fazer contas aqui, mas considerando essa paralaxe, o movimento dessas luzes no horizonte seria consideravelmente mais rápido que três vezes SU1.

Eu ouvi uma voz feminina falando em 121.5, relatando a outros pilotos de guarda que as luzes que ela estava observando estavam se apresentando a cerca de 300 graus em direção NW de Little Rock – o VOR eu presumo (25m20s na gravação linkada abaixo). De nossa posição sobre Ohio/Indiana, estávamos vendo as luzes em um rumo de 260 graus. Supondo que estávamos vendo as mesmas luzes, nossas linhas de visão estariam se cruzando em algum lugar no oeste do Kansas, cerca de 1.400 quilômetros a oeste de nossa posição.

Como essas luzes estavam se apresentando aproximadamente no ponto no horizonte onde o Sol se pôs 3 horas antes, estou inclinado a presumir que a fonte da luz que eu estava vendo era o Sol, refletindo no objeto/satélite. Eu examinei o resto do horizonte visível de cerca de 060-300 graus durante os 31 minutos em que vimos as luzes e não vi nenhuma outra luz em nenhum outro lugar do céu, elas estavam apenas na área de 260-265 graus do céu , bem onde o Sol se pôs horas antes.

Mas caramba, seu movimento aleatório, flutuações na velocidade – às vezes atingindo velocidades que eu nunca observei me confundiram muito. Não se parecia com nada que eu já tivesse visto em mais de duas décadas de voo.

Obrigado pela leitura e ficarei feliz em responder a quaisquer perguntas sobre as luzes…

flarkey

(Fonte)


…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui para acessá-la.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar, pois cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

Lembre-se que as doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês: Paulo Sanchez ❤️ Edward Vaz Jr. ❤️ Jose Carlos Mamede ❤️ Silas Raposo ❤️ Franklin Viana ❤️

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta, portanto aja com responsabilidade.
  • O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com éticasempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!

hit counter code