web analytics

NASA alarmada em ver flocos passando pela janela da Estação Espacial

Compartilhe com a galáxia!
Tempo de leitura: 2 min.
Ouça este artigo...

O segmento russo da Estação Espacial Internacional gerou mais um vazamento – o terceiro em menos de um ano – levantando questões urgentes sobre a confiabilidade do programa espacial daquele país.

Estação Espacial Internacional: Crédito da foto: NASA

O vazamento foi rastreado até um circuito de radiador reserva de 11 anos instalado no módulo Nauka da Rússia, de acordo com uma atualização do Telegram pela agência espacial russa Roscosmos.

À medida que o drama se desenrolava, o controle terrestre da NASA em Houston tinha uma questão preocupante para os membros da tripulação a bordo do posto orbital.

Olá, estamos vendo flocos lá fora, precisamos de uma equipe para ir até a cúpula, pensamos nas janelas cinco ou seis e confirmar quaisquer flocos visuais”, disse o controle da missão aos astronautas no segmento dos EUA na segunda-feira, citado pela Agence France-Pressione.

Há um vazamento vindo do radiador [do módulo Nauka]”, respondeu a astronauta da NASA Jasmin Moghbeli.

Felizmente, nenhum dos tripulantes da estação esteve em perigo, confirmou mais tarde a NASA em comunicado.

O dano também parece ser mínimo.

O radiador primário de Nauka está funcionando normalmente, fornecendo resfriamento total ao módulo sem impactos para a tripulação ou para as operações da estação espacial”, disse a agência espacial, embora tenha admitido que os astronautas tiveram que fechar as venezianas das janelas do segmento dos EUA como uma “precaução contra contaminação“.

O mais impressionante é que este é o terceiro vazamento de refrigerante a atingir o segmento russo em menos de um ano. Em dezembro do ano passado, cosmonautas russos avistaram uma espaçonave Soyuz acoplada à estação, expelindo incontrolavelmente refrigerante no espaço. Então, em fevereiro, outra espaçonave acoplada à estação começou a vazar, causando a despressurização da espaçonave de carga.

Uma vez é qualquer coisa, duas é uma coincidência, três é algo sistemático“, disse à AFP o astrônomo e especialista espacial de Harvard, Jonathan McDowell.

De forma mais ampla, a última fuga de informação deveria fazer com que qualquer pessoa hesitasse sobre a presença contínua da Rússia na Estação Espacial, uma vez que todos precisam de cooperar lá em cima para manter as coisas operacionais.

Isso realmente apenas enfatiza a degradação da confiabilidade dos sistemas espaciais russos”, acrescentou McDowell. “Quando você adiciona isso ao contexto da falha na sonda lunar em agosto, eles não parecem ótimos.”

(Fonte)


ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

Apoie o OVNI Hoje: Cada Doação é Essencial!

Agradecimentos aos colaboradores do mês: ❤️Eneias Vieira ❤️Silas Raposo ❤️Leopoldo Della Rocca ❤️Cristina Vilas Boas

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!

hit counter code