web analytics

Novo estudo sugere que o universo pode evaporar completamente

COMPARTILHE COM A GALÁXIA:
Tempo de leitura: 2 min.

Os buracos negros não são eternos. Eles lentamente perdem massa e energia na forma de calor, um fenômeno conhecido como radiação Hawking. Esse processo acabaria por levar os buracos negros a evaporar e desaparecer em escalas de tempo inimagináveis.

Novo estudo sugere que o universo pode evaporar completamente
Crédito da imagem ilustrativa: n3m3/pixlr.com

Mas e se os buracos negros não forem as únicas coisas que podem evaporar dessa maneira? E se todo o universo estiver condenado ao mesmo destino?

Esta é a possibilidade intrigante levantada por um novo artigo teórico de físicos da Radboud University. Eles argumentam que a radiação de Hawking não é exclusiva dos buracos negros, mas também pode ocorrer longe deles, devido à curvatura do espaço-tempo e às forças de maré da gravidade.

O coautor dos estudo, Michael Wondrak, disse em comunicado:

“Demonstramos que, além da conhecida radiação Hawking, também existe uma nova forma de radiação. Mostramos que muito além de um buraco negro, a curvatura do espaço-tempo desempenha um grande papel na criação de radiação. As partículas já estão separadas lá pelas forças de maré do campo gravitacional.”

O artigo, publicado na Physical Review Letters, mostra que essa nova forma de radiação pode acontecer em torno de qualquer objeto massivo do universo, não apenas de buracos negros. Isso significa que estrelas, planetas e até galáxias podem emitir radiação semelhante à de Hawking e evaporar lentamente com o tempo.

O terceiro coautor, Heino Falcke, acrescentou:

“Isso significa que objetos sem um horizonte de eventos, como restos de estrelas mortas e outros grandes objetos do universo, também têm esse tipo de radiação. E, depois de um período muito longo, isso faria com que tudo no universo acabasse evaporando, assim como os buracos negros. Isso muda não apenas nossa compreensão da radiação de Hawking, mas também nossa visão do universo e seu futuro.”

A temperatura da radiação Hawking é inversamente proporcional à massa do objeto, então quanto maior o objeto menor a emissão. Por exemplo, um buraco negro com a massa do Sol teria uma temperatura de cerca de 60 nanokelvins, muito mais fria que a radiação cósmica de fundo em micro-ondas. Portanto, na verdade, ele ganharia mais massa ao absorver essa radiação do que perderia ao emitir a radiação Hawking.

O mesmo se aplica a outros objetos do universo, como estrelas e galáxias. Eles seriam muito grandes e muito frios para emitir quantidades significativas de radiação do tipo Hawking. No entanto, à medida que o universo se expande e esfria, esses objetos acabam se isolando e começam a perder massa e energia.

Os autores estimam que esse processo levaria muito mais tempo do que a idade do universo até agora. Por exemplo, uma estrela de nêutrons com uma massa de 1,4 vezes a do Sol levaria cerca de 10^106 anos para evaporar completamente. Isso é um seguido por 106 zeros, ou um milhão de vezes mais do que um googol ano.

Portanto, embora esse cenário não seja algo com o qual precisamos nos preocupar tão cedo, é uma implicação fascinante da mecânica quântica e da gravidade que pode ter profundas implicações para nossa compreensão do destino final do cosmos.

(Fonte)


…E não esqueça: Nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui para acessá-la.

ATENÇÃO: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

IMPORTANTE: Se puder, colabore para manter o OVNI Hoje no ar, pois cada doação, por menor que seja, é crucial para manter este espaço de informação e conhecimento disponível para todos os interessados. Ao utilizar o QR code do PIX abaixo ou a chave PIX “OVNIHoje” (sem aspas), você está desempenhando um papel fundamental na sustentação deste site.

Lembre-se que as doações não são apenas um ato de generosidade, mas também uma demonstração do seu compromisso em apoiar o compartilhamento de informações relevantes e o crescimento da comunidade interessada em assuntos tão fascinantes, possibilitando a continuação das pesquisas, análises e publicações que enriquecem nosso entendimento.

Seja parte deste movimento contínuo em prol do conhecimento. O OVNI Hoje e seus leitores agradecem sinceramente por seu apoio dedicado.

Agradecimentos aos colaboradores do mês: Edward Vaz Jr. ||| Silas Raposo ||| Franklin Viana ||| Karin Gottert ||| Leopoldo Della Rocca

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS
(Mais abaixo…👇)

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta, portanto aja com responsabilidade.
  • O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com éticasempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

COMPARTILHE COM A GALÁXIA:
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!

hit counter code